F1 e F-E têm conversa inicial para realizar evento em conjunto no futuro

México, Singapura e até o Vietnã foram citados como possíveis praças para a realização deste evento em conjunto

F1 e F-E têm conversa inicial para realizar evento em conjunto no futuro

Dois Campeonatos Mundiais da FIA, a Fórmula 1 e a Fórmula E deram o primeiro passo para discutir a possibilidade de realizar um evento conjunto das duas categorias no futuro, apesar da proposta encontrar alguma resistência de equipes do grid do campeonato de carros elétricos.

A informação foi publicada nesta terça (20) pelo portal The Race e, segundo a publicação, a discussão aconteceu entre o cofundador da F-E, Alejandro Agag e o novo CEO da F1, Stefano Domenicali.

Leia também:

De acordo com o The Race essa conversa aconteceu antes de uma importante entrevista do presidente da FIA, Jean Todt, ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport, onde o ex-chefe da Ferrari disse "não era contra à ideia de organizar um final de semana com ambas as categorias no mesmo circuito", mas defendeu que a Fórmula E precisa também manter sua identidade.

A proposta seria realizar esse evento em 2022 e 2023 e, na conversa inicial, alguns locais foram apontados como possibilidade. Um deles é o Autódromo Hermanos Rodriguez, que recebe as duas categorias anualmente, podendo utilizar traçados alternativos para cada um.

Outras duas pistas foram mencionadas: Singapura e Vietnã, já que a conversa aconteceu antes do lançamento do calendário do ano passado, quando a segunda etapa ainda era vista como algo certo para os próximos anos.

Mas a proposta cria alguns problemas que precisariam ser superadas por ambas as categorias, mas principalmente a F-E, como a presença dos patrocinadores de ambos os campeonatos no mesmo local.

Outro problema para a F-E é o calendário já que, para correr no México junto à F1, teria que adiantar seu início de temporada, tradicionalmente realizado no fim de novembro ou começo de dezembro.

Mas, para além de questões logísticas, a cúpula da F-E precisa superar um receio de investidores e equipes para garantir a realização do evento, já que muitos acreditam que a categoria seria vista apenas como um evento de apoio à F1.

Em entrevista ao The Race, um chefe de equipe da F-E, que preferiu não ser identificado, disse que o evento conjunto "não passaria a mensagem correta neste momento", já que "o campeonato precisa crescer sozinho e se provar nos próximos anos".

RETA FINAL: As polêmicas do GP em Ímola, Verstappen vs Hamilton, 'brigas' e punições

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Empatia zero. Quais são os pilotos mais 'malas' da F1? 

 

compartilhar
comentários
F1: Entenda por que Ímola foi "brutal" para pilotos em novas equipes

Artigo anterior

F1: Entenda por que Ímola foi "brutal" para pilotos em novas equipes

Próximo artigo

Podcast #099 - Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos da F1?

Podcast #099 - Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos da F1?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1 , Fórmula E
Autor Redação Motorsport.com