Fórmula 1 GP do Japão

F1: Em meio a rumores sobre Drugovich, Williams ‘abre o jogo’ sobre Sargeant

Chefe de desempenho da Williams, Dave Robson disse que acidentes mascaram evolução de piloto norte-americano

Marshals remove the damaged car of Logan Sargeant, Williams FW45, from the circuit after a crash in Q1

A Williams acredita que a onda de acidentes de Logan Sargeant “mascarou sua melhora constante”, mas diz que corre o risco de ficar para trás com novas especificações dos carros de Fórmula 1 se isso continuar acontecendo.

Leia também:

Sargeant sofreu alguns acidentes que custaram caro desde o retorno das férias de verão, começando em Zandvoort. O novato americano também sofreu uma grande batida em sua primeira volta de classificação para o GP do Japão.

A Williams enfrentou uma reconstrução completa em torno de um chassi reserva, o que forçou Sargeant a largar do pitlane com uma penalidade de 10 segundos.

Na corrida, ele também se envolveu em um incidente, colidindo com Valtteri Bottas da Alfa Romeo, com os danos resultantes forçando ambos os pilotos a abandonarem.

Falando antes da corrida de domingo, o chefe de desempenho da Williams, Dave Robson, sentiu que as batidas de Sargeant tiraram o brilho de sua melhor forma, com ele se aproximando dos tempos de volta do companheiro de equipe, Alex Albon, nos treinos de Suzuka.

“Acho que inevitavelmente eles aparecem nas manchetes, não é?”, respondeu Robson quando questionado pelo Motorsport.com sobre os acidentes de Sargeant.

“Acho que isso mascarou seu desempenho constante e este fim de semana estava realmente indo muito bem."

Logan Sargeant, Williams FW45

Logan Sargeant, Williams FW45

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

“É um circuito muito difícil e ele foi muito bem na sexta-feira, construiu no sábado e depois se perdeu na última curva da primeira volta... e realmente, foi um erro pequeno.

“Naquela curva, quando você toca a grama, você está em apuros e foi uma pena.

“Mas sim, acho justo que as batidas desde Zandvoort tenham mascarado o que de outra forma teria sido claramente uma melhoria constante.”

Robson alertou que mais danos causados pelo acidente poderiam fazer com que Sargeant ficasse para trás nas especificações do carro.

"Até certo ponto, você acaba tendo que reter atualizações. Mesmo se você tivesse o dinheiro e tempo para fazê-las."

Quando questionado se as peças reservas que Sargeant exigiu terão um efeito indireto no orçamento de desenvolvimento da Williams em 2024, Robson respondeu: “Provavelmente não afetará muito o próximo ano, porque acho que temos peças suficientes.

"Torna-se apenas um exercício logístico. Quantos queremos realmente enviar para a pista? O que enviamos para a próxima? O que enviamos de volta ao Reino Unido?

"E então não acho que haja muito pânico. Precisaremos consertar o chassi, o que consumirá um pouco de tempo na fábrica. Mas, caso contrário, temos partes suficientes em torno disso que podemos carregar."

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Russell alega não guardar rancor da Mercedes após equipe 'proteger' Hamilton no Japão
Próximo artigo F1: Trabalhador morre no canteiro de obras do GP de Las Vegas

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil