F1 - Ferrari: Espanha provou que problema no ritmo de corrida ficou no passado

Mattia Binotto acredita que o GP da Espanha prova que a equipe Italiana superou os problemas vistos no início da temporada

F1 - Ferrari: Espanha provou que problema no ritmo de corrida ficou no passado

A Ferrari terminou como a principal equipe do pelotão do meio na Espanha, quarta etapa da temporada 2021 da Fórmula 1, com Charles Leclerc conquistando um confortável quarto lugar, depois de passar a primeira metade da prova em terceiro, mantendo Valtteri Bottas da Mercedes atrás.

Carlos Sainz não conseguiu recuperar as posições de Sergio Perez e Daniel Ricciardo após uma largada ruim, mas conseguiu a sétima colocação para ajudar a Ferrari a se aproximar da McLaren no Mundial de Construtores.

Leia também:

A equipe italiana percebeu após o início da temporada no Bahrein que o SF21 sofria de uma queda de ritmo entre a classificação e a corrida, lutando com o gerenciamento de pneus em stints mais longos.

O chefe da equipe, Mattia Binotto, não tinha certeza se o problema havia sido resolvido após as corridas de Ímola e Portimão, mas ficou satisfeito com o desempenho na Espanha.

"Acho que, estamos muito felizes com o fim de semana", disse Binotto. “Estamos vendo qual era o nosso objetivo, ganhar pontos para o Mundial, terminando o mais alto possível, e acho que o quarto e o sétimo foram um bom resultado.”

“Mas, como bem sabemos, Barcelona é um circuito difícil e, normalmente, se você estiver bem lá, pode se sair bem em muitos circuitos e acho que, no geral, o carro teve o desempenho esperado.”

“Tivemos um bom ritmo em relação à classificação e nossos dois pilotos fizeram um bom fim de semana com a gestão dos pneus, o que teria sido crítico.”

"Isso faltou na primeira corrida, no Bahrein, então no geral foi um fim de semana positivo para nós. E acho que esse era o nosso único objetivo na Espanha."

Carlos Sainz Jr., Ferrari SF21, Lando Norris, McLaren MCL35M, Fernando Alonso, Alpine A521, and Lance Stroll, Aston Martin AMR21

Carlos Sainz Jr., Ferrari SF21, Lando Norris, McLaren MCL35M, Fernando Alonso, Alpine A521, and Lance Stroll, Aston Martin AMR21

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

O resultado de Leclerc, quarto lugar, o deixa a um ponto da quarta colocação no Mundial de Pilotos, hoje ocupada por Lando Norris, da rival McLaren.

O piloto monegasco ecoou os comentários de Binotto, dizendo que ficou animado com a performance do carro, tanto no sábado quanto no domingo, ao contrário do ano passado.

"Definitivamente, em Ímola também fomos muito fortes", disse Leclerc. "No Bahrein, para mim, não fiz um bom trabalho pessoalmente em manter os pneus tão bem quanto poderia, e em Portimão, do meu lado, foi muito bom também.”

"Portanto, não acho que exista uma grande fraqueza, como no ano passado, com algo mais acentuado no ritmo de corrida. Acho que este ano está muito mais equilibrado e estamos realmente mais fortes tanto na classificação quanto na corrida."

MASSA fala sobre comparação com BARRICHELLO, DIFICULDADE em ADAPTAÇÃO ao BRASIL e desafio na STOCK

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #104 – Mercedes x Red Bull já pode ser considerada uma das maiores rivalidades da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Pérez diz que tempo de pista reduzido atrapalha progresso com Red Bull
Artigo anterior

F1: Pérez diz que tempo de pista reduzido atrapalha progresso com Red Bull

Próximo artigo

F1: Reutemann apresenta condição estável após procedimento médico

F1: Reutemann apresenta condição estável após procedimento médico
Carregar comentários