Fórmula 1 GP da França

F1: Hamilton diz que estratégia de uma parada era "única chance" de derrotar Verstappen

Piloto holandês fez uma ultrapassagem sobre o heptacampeão na penúltima volta para garantir a vitória

Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, Lewis Hamilton, Mercedes W12

Lewis Hamilton acredita que a Mercedes não teve escolha a não ser seguir uma estratégia de uma parada para tentar vencer o rival Max Verstappen em Paul Ricard neste domingo (20).

A estratégia de pneus foi o fator chave para o resultado do GP da França de Fórmula 1. No final, com a pista bem mais fria do que o previsto, Verstappen fez uma ultrapassagem sobre Hamilton na penúltima volta para garantir a vitória. Sergio Pérez completou o pódio após ultrapassar Valtteri Bottas na volta 49.

Leia também:

Em entrevista após a corrida, o piloto da Mercedes disse que "foi uma boa corrida" apesar de ter perdido a posição para o holandês nos estágios finais da prova em Paul Ricard.

"Parabéns a Max, ele fez um ótimo trabalho hoje. Eles simplesmente tiveram a melhor velocidade em linha reta durante todo o fim de semana, e acho que, considerando que tivemos uma sexta-feira muito difícil, estou muito feliz com o resultado de hoje", disse.

"Quer dizer, é claro que não ganhamos e estávamos na liderança [na prova], mas eu não tinha mais pneus no final, então sim, infelizmente perdi a posição, mas ainda assim foi uma boa corrida."

O heptacampeão disse que a Mercedes precisa "encontrar o ritmo certo" e, para isso, quer analisar a corrida em Paul Ricard.

"Temos que encontrar o ritmo que seja certo. Você pode ver que a maior parte do tempo que perdemos hoje foi apenas nas retas, então temos que definitivamente cavar fundo, tentar descobrir por que isso é, se é força ou arrasto, mas ainda temos um bom pacote, não tenho certeza de como perdemos posição hoje.."

Hamilton disse que a estratégia de parada única era "única chance" de derrotar Verstappen. 

"O que foi realmente surpreendente foi perder aquele pneu dianteiro cedo, mas obviamente eles tinham uma boa estratégia e funcionou muito bem hoje."

"Ele já estava muito à frente, então a única chance que eu realmente tinha era ficar de fora."

"Ele sairia na frente e eu não seria capaz de andar como eles tão rápido nas retas. Então, a única opção era ficar de fora o máximo possível e torcer para que os pneus aguentassem", concluiu. 

PÓDIO:  Novo 'PEGA' entre VERSTAPPEN e HAMILTON e tudo do GP da França, em Paul Ricard

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: TELEMETRIA: O quebra-cabeças na desafiadora Baku com Rico Penteado

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Pérez diz que foi difícil manter o ritmo com menor pressão aerodinâmica
Próximo artigo CEO da F1 se reúne com governo paulista e diz que GP de São Paulo "está progredindo de modo correto"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil