F1 - Hamilton diz que seria inútil se defender de Verstappen na França: “teria me ultrapassado depois”

Piloto holandês 'pegou' o heptacampeão na penúltima volta da corrida em Paul Ricard

F1 - Hamilton diz que seria inútil se defender de Verstappen na França: “teria me ultrapassado depois”

Lewis Hamilton disse que teria sido inútil se defender "mais fortemente" de Max Verstappen na ultrapassagem do piloto da Red Bull a duas voltas do fim do GP da França da Fórmula 1.

Verstappen pegou Hamilton na penúltima volta da corrida do último final de semana em Paul Ricard. O piloto da Mercedes liderava as 20 voltas anteriores depois que a escuderia austríaca decidiu trazer o holandês para uma estratégia de duas paradas.

Leia também:

O piloto da Red Bull ultrapassou Valtteri Bottas para se colocar em segundo lugar nove voltas antes de alcançar Hamilton.

Enquanto a dupla corria pela reta Mistral na volta 52 de 53, o holandês retomou a liderança em uma única tentativa de passagem sobre o heptacampeão.

Questionado pelo Motorsport.com se ele poderia ter feito uma defesa mais forte contra Verstappen naquele momento, Hamilton respondeu: “Em primeiro lugar, havia detritos no lado de dentro da pista, então eu não queria deixar meus pneus piores do que já estavam."

“Ele estava com o DRS aberto, então se ele não tivesse me ultrapassado lá, ele teria me ultrapassado depois", acrescentou. 

“Não teria feito nenhuma diferença e eu simplesmente não tinha a dianteira, então ele teria me pegado de qualquer maneira."

“Não adiantava defender mais fortemente. Eu acho que você viu o que aconteceu com Valtteri - acabou indo direto."

O britânico também disse que se a Mercedes tivesse optado por uma estratégia de duas paradas, como fez para vencer o GP da Espanha de 2021 em Barcelona, tal mudança “potencialmente teria funcionado”.

Ele acrescentou: “Mas não estava nos planos para nós, então vamos fazer algumas análises e tentar descobrir o por quê.”

Após a corrida, Hamilton explicou o que pensou quando o piloto da Red Bull parou pela segunda vez.

“Ele já estava muito à frente, então a única opção que eu realmente tinha era ficar de fora”, disse.

“Porque novamente ele estava me colocando em desvantagem, então ele sairia na frente e eu não seria capaz de passar porque eles foram muito rápidos nas retas."

“A única opção era ficar na pista o máximo possível e torcer para que os pneus se mantivessem bem", concluiu. 

F1 2021: VERSTAPPEN ou HAMILTON? Quem VENCE na Áustria? Rico Penteado é ENFÁTICO sobre FAVORITO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho do 'drama' de Bottas e Mercedes em 2021?

 

compartilhar
comentários
ANÁLISE: Confira atualizações das equipes na França e Azerbaijão

Artigo anterior

ANÁLISE: Confira atualizações das equipes na França e Azerbaijão

Próximo artigo

F1: Rubinho analisa 'Max x Lewis' e relação de Bottas e Mercedes

F1: Rubinho analisa 'Max x Lewis' e relação de Bottas e Mercedes
Carregar comentários