F1: Hamilton exalta Leclerc por disputa em Silverstone e aproveita para alfinetar Verstappen

Heptacampeão disse que batalha com monegasco no GP da Grã-Bretanha foi "sensata" e "diferente" do que viveu no último ano, quando rivalizou com o holandês

F1: Hamilton exalta Leclerc por disputa em Silverstone e aproveita para alfinetar Verstappen
Carregar reprodutor de áudio

Lewis Hamilton acredita que a Ferrari estava "rápida demais" para ele pensar de forma realista em vencer o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, apesar de parecer estar em busca da vitória. O piloto da Mercedes aproveitou ao máximo um W13 atualizado para desafiar a Scuderia pela vitória em Silverstone e, eventualmente, voltar para casa no pódio em terceiro. O heptacampeão conseguiu superar Charles Leclerc, elogiando a batalha com o monegasco e 'alfinetando' Max Verstappen.

Carlos Sainz manteve para a liderança para conquistar sua primeira vitória na F1, e o britânico ainda ficou atrás de Sergio Pérez, da Red Bull – que aproveitou ao máximo a vantagem de velocidade nas retas. De acordo com Hamilton, as disputas foram limpas, especialmente na curva Copse, algo "bem diferente de 2021". 

Leia também:

"Eu dei tudo hoje", disse Lewis depois da corrida. "Eu estava tentando perseguir aquelas Ferraris, mas parabéns ao Carlos. Eles foram muito rápidos hoje para nós. No final, eu entrei nessa batalha com Checo [Perez]."

"Aqueles caras foram muito rápidos nas retas para mim hoje, mas estou muito, muito grato pelo trabalho duro que toda a equipe fez para obter uma atualização aqui. Demos um passo mais perto deles. tem que continuar empurrando."

Sobre a luta com Leclerc, Hamilton disse: "Ótima disputa, [ele é] um piloto muito sensato, claramente muito diferente do que vivi no ano passado. Na Copse, por exemplo, nós dois passamos por ela sem nenhum problema". A curva a que o heptacampeão se refere é a mesma onde ele colidiu com Verstappen em 2021, em um acidente que tirou o holandês da prova e o levou ao hospital.

Lewis Hamilton, Mercedes W13

Lewis Hamilton, Mercedes W13

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Hamilton ainda reiterou que se esforçou ao máximo para levar a luta para a Ferrari no final, mas acredita que a vantagem de velocidade máxima da Red Bull, que tem sido uma característica durante toda a temporada, foi o gatilho para ele perder para Pérez.

"Eu estava perseguindo e perseguindo e perseguindo, e o ritmo foi ótimo em ambos os conjuntos de pneus", relembrou. "Mesmo assim, no final foi um pouco difícil. Uma vez que você tem um Red Bull atrás de você, eles são muito rápidos nas retas. Então, temos algumas melhorias a fazer."

"É um prêmio para nós estarmos no pódio. Estou feliz que todos saíram a salvo do grande acidente no início do dia", reiterou, relembrando o acidente de Zhoy Guanyu, onde o chinês capotou e arrastou seu carro de ponta cabeça pela área de escape das primeiras curvas, 'pulando' a parede de proteção e parando na grade.

Lewis ainda acrescentou: "Vamos continuar pressionando. Vamos continuar tentando ser o melhor que pudermos".

F1 AO VIVO: ESPETÁCULO em Silverstone! Sainz VENCE corrida com final ALUCINANTE; acompanhe DEBATE | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #184 - Felipe Kieling, da Band, revela como foi substituir Mariana Becker na cobertura da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
F1: Sainz comemora retrospecto em Silverstone com vitória e revela nervosismo na relargada
Artigo anterior

F1: Sainz comemora retrospecto em Silverstone com vitória e revela nervosismo na relargada

Próximo artigo

F1: Ferrari revela por que não parou Leclerc durante safety car em Silverstone

F1: Ferrari revela por que não parou Leclerc durante safety car em Silverstone