Herta fará teste privado com Alpine em Budapeste e de Vries é cotado na vaga de Alonso

Line-up para 2023 ainda segue sem estar 100% completo e equipes não mostram pressa para defini-lo; norte-americano será testado ao lado de Doohan

Nyck de Vries, Williams

A Fórmula 1 tem uma pausa de duas semanas até retornar as atividades em Singapura, no fim do mês - início de outubro. Até lá, o mercado de pilotos fica, mais uma vez, evidenciado. Ao que tudo indica, as equipes não estão com pressa para definir o line-up de 2023 e acabar com as dúvidas e rumores.

Leia também:

Atualmente, Haas, Williams, AlpineAlphaTauri podem movimentar o mercado de forma efetiva. O fato de ser setembro e ainda existirem vagas e inúmeros candidatos mostra o quão dinâmica a dança das cadeiras está sendo neste ano. 

Jack Doohan

Jack Doohan, Virtuosi

Jack Doohan, Virtuosi

Photo by: Formula Motorsport Ltd

O australiano está em sua primeira temporada na Fórmula 2 e vem impressionando pelo desempenho. O jovem faz parte da academia de pilotos da Alpine e começou a surgir como um sério candidato ao assento deixado por Fernando Alonso e Oscar Piastri na equipe francesa.

Contudo, Motorsport.com, o CEO da Alpine, Laurent Rossi, revelou que prefere que Doohan faça sua estreia em uma equipe 'menor' para que possa trabalhar em um ambiente mais tranquilo.

“Agora, independentemente de seu valor, ainda acreditamos que o melhor caminho para um jovem piloto é potencialmente entrar em uma equipe onde você tem um pouco menos de pressão para entregar", analisou. 

“Sabemos que equipes como a nossa estão um pouco mais sob pressão quando se trata do limite de custos. Então eu prefiro que ele danifique sua primeira asa em outro lugar, encontre seus limites em um carro novo, porque o passo é grande de um F2 para F1."

O fato de Doohan ser inexperiente pesa na sua escolha para a vaga de titular, uma vez que a equipe briga para ser a melhor do resto no campeonato de construtores ao lado da McLaren.

“Precisamos de alguém que seja capaz de mostrar o caminho ao lado de Esteban. Não podemos desenvolver um carro em apenas um lado da garagem", explicou Rossi.

Mas ainda sim, muito provavelmente o australiano estará no teste privado que o time de Enstone irá promover no Hungaroring neste período entre Itália e Singapura.

Nyck de Vries

Nyck de Vries, Williams Racing, the Williams team celebrate after securing points on race debut

Nyck de Vries, Williams Racing, the Williams team celebrate after securing points on race debut

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

A estreia do holandês no GP da Itália, substituindo Alex Albon com apendicite, acendeu ainda mais um alerta na cabeça de Jost Capito, CEO da Williams. A vaga de Nicholas Latifi muito provavelmente não será mais ocupada pelo canadense em 2023. Com isso, o nome de De Vries surge com muita força.

Contudo, o piloto também está sendo observado pela Alpine. A equipe de Otmar Szafnauer planeja um teste para Nyck nas próximas semanas de acordo com o site The Race (há a expectativa de que ele participe do teste privado da equipe de Enstone na Hungria nas semanas que antecedem o GP de Singapura) e surge como concorrente da Williams. E, ao que tudo indica, a decisão de estar no grid com a equipe de Capito está nas mãos do próprio piloto.

“Depende muito dele. Ele mostrou o que pode fazer na Fórmula 1. Ele não me surpreendeu – eu tinha expectativas altas, muito altas, e ele as superou", disse o CEO à Viaplay.

Colton Herta

Colton Herta, Andretti Autosport w/ Curb-Agajanian Honda celebrates on the podium

Colton Herta, Andretti Autosport w/ Curb-Agajanian Honda celebrates on the podium

Photo by: Phillip Abbott / Motorsport Images

Assim como os dois nomes acima, Colton Herta também estará no teste privado preparado pela Alpine em Hungaroring. Porém, o norte-americano não é objeto de interesse da equipe francesa, mas sim, da Red Bull.

De acordo com fontes do Motorsport.com a participação de Herta será para que a AlphaTauri possa avalia-lo num carro de Fórmula 1. O imbróglio da superlicença do piloto da Indy ainda não foi resolvido, mas a FIA se mostra muito inclinada a negar o pedido da Red Bull para abrir uma exceção e ceder a licença mesmo sem os 40 pontos necessários.

Além destas três peças, há nomes que também aprecem como candidatos: Nico Hulkenberg, por exemplo, começou a surgir recentemente no cenário como um grande candidato à vaga da Haas e também segue forte na luta pelo assento da Alpine - que procura um piloto, de certa forma, experiente para conduzir a equipe aos pontos com frequência e rapidez.

Mesmo pouco cotado no mercado e não sendo mencionado em nenhum dos rumores há cerca de um mês - além da possível reserva na Mercedes - Daniel Ricciardo é um nome do atual grid que segue disponível.

‘CUIDADOS com ALONSO’ e foco no aprendizado: Rico Penteado avalia DRUGOVICH na ASTON MARTIN em 2023

PODCAST #194 - Qual será o futuro de Felipe Drugovich?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior ANÁLISE: Polêmica de Abu Dhabi levou F1 a seguir à risca regulamento de safety car na Itália
Próximo artigo F1: Após cinco vitórias consecutivas, a Red Bull pode levar as seis corridas restantes de 2022?

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil