Últimas notícias

F1: Marko aponta ex-Mercedes por vazamento de informações sobre gastos da Red Bull

Helmut Marko destacou que chegada de um ex-funcionário da Mercedes na FIA pode não ser o correto para analisar teto de gastos de outras equipes

Helmut Marko, Consultant, Red Bull Racing

A Red Bull foi a única equipe que extrapolou o teto de gastos da temporada 2021 da Fórmula 1 e isso custou ao time uma multa de sete milhões de dólares e uma redução de 10% no uso do túnel de vento por 12 meses, duas punições que eles consideram que afetarão o desempenho do carro de 2023 e até o desenvolvimento de 2024.

Leia também:

Para Helmut Marko, consultor esportivo da equipe, pode haver um possível conflito de interesses entre a Mercedes e a FIA, embora por enquanto ele não tenha provas precisas, mas ele menciona que há uma suspeita, depois que Shaila-Ann Rao, que foi assessora jurídica da equipe alemã, foi transferida para o corpo diretivo de automobilismo como secretária geral.

A Mercedes foi uma das primeiras equipes a insinuar que a Red Bull havia ultrapassado o limite de gastos e Marko vê uma conexão entre a presença de Shaila-Ann Rao e esse aviso à equipe alemã.

“É estranho: um funcionário da Mercedes se mudou para a FIA, trabalhou nesses documentos para o limite de custos da Mercedes e depois foi responsável por verificá-los na FIA”, disse o austríaco em declarações coletadas pela RTL.

"Em nossa opinião, certamente há uma violação de conformidade ou pelo menos uma indicação de uma violação de conformidade. A coisa toda não causa uma boa impressão."

Equipes como McLaren, Mercedes e Ferrari pediram uma forte sanção à FIA ao considerar que o limite de gastos havia sido ultrapassado em mais de cinco por cento dos 145 milhões permitidos na temporada 2021, no final descobriu-se que o número era menos de dois milhões de dólares.

Marko ressaltou que a punição imposta à Red Bull se deu por pressão de outras equipes.

“Como o teto de gastos foi aplicado pela primeira vez, essa penalidade severa foi imposta aqui, claro também sob pressão das outras equipes.

"Afinal de contas, foi divulgada de antemão informações que não tínhamos, que na verdade apenas uma equipe tinha. Claro que há muita política envolvida", acrescentou.

O consultor indicou que já tomaram medidas para que esta situação não volte a acontecer: "Estamos contratando mais contadores para ter a segurança necessária."

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate 'valor real' do GP no Brasil para a F1; ouça já

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Artigo anterior F1: Sem reserva para 2023, Alpine cogita Ricciardo para a função
Próximo artigo F1 - Russell critica circuito de Las Vegas: "Não é o mais emocionante"
Assinar