F1: Marko revela que Verstappen errou volta da parada, pegando Red Bull de surpresa

Holandês teve uma parada de mais de quatro segundos, algo incomum para os padrões da Red Bull

F1: Marko revela que Verstappen errou volta da parada, pegando Red Bull de surpresa

Max Verstappen tentou, mas a combinação da estratégia de paradas da Mercedes e a velocidade de Lewis Hamilton tornaram impossível para que o holandês mantivesse a ponta para vencer o GP da Espanha de Fórmula 1. E um momento que chamou a atenção foi a incomum parada lenta da Red Bull, algo que, segundo Helmut Marko, aconteceu por conta de um erro de comunicação.

Conhecida por suas paradas rápidas, a primeira passagem de Verstappen pelos boxes durou mais de quatro segundos, chamando a atenção dos fãs. Mas segundo o consultor da Red Bull, o holandês pegou toda a equipe de surpresa, ao entrar uma volta antes do esperado.

Leia também:

Em entrevista à Sky alemã, Marko elogiou o bom começo de Verstappen, e explicou o problema que a Red Bull teve com a primeira parada do holandês.

"Foi mais uma largada sensacional, ótima manobra de Verstappen. Mas já havíamos visto isso: se Hamilton pudesse ficar próximo, a menos de um segundo, eles são mais rápidos em ritmo de corrida. O consumo de pneus deles é muito melhor que o nosso. Mas, naquele ponto, seguíamos torcendo".

"Aí Max, não sei se isso ficou claro, ele entrou nos boxes no momento errado, sem ninguém estar esperando. Por isso, tivemos uma parada muito boa, de quatro segundos. Foi um erro de compreensão entre ele e o engenheiro. Foi somente quando ele estava no pit lane que o pessoal se tocou que ele estava entrando. Por isso a parada durou quatro, cinco segundos".

"Como resultado, já tínhamos determinado um certo número de voltas. Mas ficou claro que o segundo stint seria difícil com os pneus. E quando Hamilton parou de novo, sabíamos que não teríamos chance. Tínhamos ainda um novo conjunto de pneus e precisamos considerar se valia a pena arriscar".

"Mas, naquele momento, ficaríamos atrás de Bottas. E ultrapassar Bottas nos custaria muito tempo novamente. E ainda teríamos que passar Hamilton de novo. Estávamos esperando por isso de novo, mas, infelizmente, não é assim que as coisas funcionam".

Marko disse que, para que a estratégia da Red Bull funcionasse, eles precisariam de sorte, algo que "não está ao lado deles neste ano".

"Quando você tem do outro lado tamanha superioridade e um piloto de ponta, é impossível lutar. Quando seguimos na pista, torcíamos por um safety car. E tínhamos que pensar em nosso conjunto de pneus novos, que poderia render uma oportunidade. Mas precisaríamos de sorte para isso, e ela não está do nosso lado neste ano".

"Graças a deus que a diferença não é assustadora, considerando o número de corridas que ainda temos pela frente, mas precisamos encontrar a velocidade na corrida. Isso está claro".

Marko acredita ainda que a Red Bull pode usar sua força na classificação para dar o pulo do gato em Mônaco, devido à dificuldade para ultrapassar.

"Se mantivermos nossa força nas classificações... Se você está na frente em Mônaco, fica na frente. Não tem como ultrapassar ali. Essa é a esperança. Mas temos muito em termos de desenvolvimento. O quão rápido e efetivamente eles virão, teremos que esperar após de Mônaco".

F1 AO VIVO: HAMILTON VS VERSTAPPEN e os DESTAQUES da Espanha com Cacá Bueno e Rico Penteado | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST Motorsport.com debate polêmicas sobre limites de pista na F1 2021; ouça

 

compartilhar
comentários
F1: Sainz vê Ferrari com "o carro mais rápido do pelotão do meio" na Espanha

Artigo anterior

F1: Sainz vê Ferrari com "o carro mais rápido do pelotão do meio" na Espanha

Próximo artigo

F1: McLaren diz que "é preciso reconhecer" que Ferrari estava mais forte na Espanha

F1: McLaren diz que "é preciso reconhecer" que Ferrari estava mais forte na Espanha
Carregar comentários