F1: Mercedes foi "inflexível" sobre estratégia no fim do GP da Rússia; entenda

"Nossos estrategistas foram inflexíveis sobre parar Lewis", disse o chefe da equipe; veja

F1: Mercedes foi "inflexível" sobre estratégia no fim do GP da Rússia; entenda

Chefe de equipe da Mercedes na Fórmula 1, Toto Wolff disse que os estrategistas do time foram "inflexíveis" em decidir que Lewis Hamilton deveria usar pneus intermediários no final do GP da Rússia, depois que o britânico ignorou uma chamada inicial para fazer o pit stop.

Hamilton conquistou sua 100ª vitória depois de aproveitar a chuva tardia em Sochi para derrotar Lando Norris, compatriota da McLaren, mudando para compostos intermediários a três voltas do fim da corrida.

O editor recomenda:

Hamilton estava inicialmente inseguro sobre a decisão, já que a maior parte da pista estava seca, e ignorou uma recomendação inicial de pit stop de seu engenheiro de corrida Pete Bonnington.

Mas a decisão de eventualmente entrar nos boxes valeu a pena quando a chuva ficou mais forte, resultando em Norris sofrendo e caindo para o sétimo lugar na classificação final, depois de esperar mais duas voltas para parar e trocar seus compostos de pneus. “Minha equipe esteve ótima”, disse Hamilton. “Mas eu ignorei a primeira chamada e pensei ‘Não, ele está aí'."

Chefe de equipe da Mercedes na F1, Wolff reconheceu após a corrida que é sempre difícil para o piloto ter uma 'visão completa' da ocasião, mas que a equipe estava ciente da chuva crescente que estava chegando no final da corrida. “Acho que, para o piloto, é sempre muito difícil quando metade da pista está seca e a outra um pouco úmida”, disse o dirigente austríaco.

Lewis Hamilton, Mercedes W12, leaves his pit box as Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, comes in for a stop

Lewis Hamilton, Mercedes W12, leaves his pit box as Max Verstappen, Red Bull Racing RB16B, comes in for a stop

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

“Sabíamos que o tempo estava mudando. Então Valtteri [Bottas, companheiro finlandês de Hamilton] fez o pit stop na volta anterior, de modo que nossos estrategistas foram inflexíveis sobre parar Lewis."

“Então, a chuva caiu e as coisas ficaram muito erráticas naquela fase final da corrida. Eu entendo por que foi tão difícil para a equipe McLaren tomar a decisão de ficar na pista ou entrar nos pits."

“Como líder, você tem tudo a perder. Nós nos beneficiamos disso hoje e é espetacular para os fãs, eu acho", completou Wolff. 

F1 AO VIVO: Hamilton VS Norris, ESCALADA de Verstappen, DRAMA no GP da RÚSSIA e mais; assista debate

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #134: TELEMETRIA: Chuva em Sochi? Mercedes perderá invencibilidade? Rico Penteado responde

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Mercedes sobe tom contra Red Bull e promete ser "realmente agressiva"

Artigo anterior

F1 - Mercedes sobe tom contra Red Bull e promete ser "realmente agressiva"

Próximo artigo

ANÁLISE: GP da Rússia recoloca McLaren no topo da Fórmula 1; entenda

ANÁLISE: GP da Rússia recoloca McLaren no topo da Fórmula 1; entenda
Carregar comentários