F1: Nova pista do GP da Rússia terá expansão para estreia em 2023

Localizado nas cercanias de São Petersburgo e projetado por Hermann Tilke, Igora Drive sucederá Sóchi; entenda

F1: Nova pista do GP da Rússia terá expansão para estreia em 2023

Os promotores do GP da Rússia de Fórmula 1 revelaram que a nova pista de Igora Drive será ampliada para 5 km antes da chegada da categoria ao autódromo em 2023. O circuito de São Petersburgo sucederá o complexo de Sóchi, atual sede da corrida russa.

O editor recomenda:

A 'troca' foi anunciada na semana passada. Igora Drive teve traçado projetado pelo engenheiro alemão Hermann Tilke. A pista recém-construída faz parte da estação de esqui Igora, cerca de 50 km ao norte de São Petersburgo em direção à fronteira com a Finlândia, situada entre o Golfo da Finlândia e o cênico Lago Ladoga. Inaugurado em 2019, o autódromo até agora recebeu provas de categorias nacionais. 

Para acomodar os carros de F1, a pista atual de 4 km receberá uma extensão planejada de 1 km, apresentando retas mais longas e um 'loop' final rápido com mudanças drásticas de elevação.

Com exclusividade ao Motorsport.com, Alexey Titov, CEO da empresa promotora do GP da Rússia, a Rosgonski, disse que as mudanças vão tornar a pista "emocionante", também com curvas inclinadas.

"Há um plano de que a pista seja alongada", disse Titov. "Precisa ser mais longa. Uma diferença de elevação será adicionada, algumas curvas serão inclinadas, então, do ponto de vista esportivo, será emocionante."

Igora Drive Autodrom map

Igora Drive Autodrom map

Photo by: Rosgonki

Um mapa do circuito postado pelos promotores nas redes sociais revelou que a sequência final atual de curvas lentas conectando a reta frontal e posterior será contornada. Em vez disso, os carros mergulharão em um 'loop' final de 'montanha-russa' com vários vértices à esquerda seguidos por uma curva fechada à direita, subindo e descendo uma colina. É o que você confere na arte acima.

A extensão de 1 km, que levará o comprimento total de Igora Drive de 4,08 km para 5,18 km, também garante que as duas retas serão aumentadas para tornar mais viáveis ​​as ultrapassagens em carros de F1 modernos.

Além da extensão da pista, o trabalho se concentrará no aumento da infraestrutura do local, incluindo a adição de várias garagens para as equipes de F1. A maioria das instalações existentes permanecerá inalterada, no entanto, uma vez que a expansão foi planejada desde o início, caso Igora Drive pudesse atrair a F1. “Definitivamente não haverá uma reestruturação global”, explicou Titov.

“Em termos de tamanho, a instalação não é muito diferente das pistas europeias se falarmos da infraestrutura principal, como a arquibancada principal, a construção do fosso e assim por diante."

“Portanto, definitivamente não haverá nenhuma reestruturação, mas vamos expandir ou alongar várias zonas. Na verdade, não há garagens suficientes, vamos aumentar seu número. Mas isso é resolvido por estruturas temporárias e extensões estéticas perfeitas para o edifício."

Titov disse que a instalação recebeu o sinal positivo tanto do presidente da FIA, Jean Todt, quanto do chefe da F1, Stefano Domenicali, que visitou Igora na semana passada. "Recebemos um grande número de críticas positivas [de Domenicali]", acrescentou Titov.

"Claro, há comentários sobre os pontos necessários aos quais devemos prestar atenção, para que o circuito seja mais aplicável à F1. Mas esses são todos comentários de natureza técnica", completou.

EXCLUSIVO: Entenda o que há de REAL no discurso da MERCEDES de ABANDONAR temporada e pensar em 2022

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Ouça agora mesmo o podcast Motorsport.com:

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
EXCLUSIVO: Rico Penteado explica por que Mercedes não 'abandonou' carro de 2021
Artigo anterior

EXCLUSIVO: Rico Penteado explica por que Mercedes não 'abandonou' carro de 2021

Próximo artigo

F1: Entenda por que os pit stops ficarão mais lentos a partir do GP da Hungria

F1: Entenda por que os pit stops ficarão mais lentos a partir do GP da Hungria
Carregar comentários