Fórmula 1 GP do Azerbaijão

F1: Presidente da FIA é acusado de sexismo contra ex-funcionária

Denúncia conta Mohammed Ben Sulayem partiu de Shaila-Ann Rao, ex-secretária geral interina que deixou o cargo em dezembro do ano passado

Mohammed ben Sulayem, President EMSO (UAE)

O presidente da FIA , Mohammed Ben Sulayem está sendo acusado de bullying e sexismo contra uma ex-funcionária do órgão, a ex-secretária geral interina de automobilismo,  Shaila-Ann Rao, que deixou o cargo em dezembro do ano passado. 

Leia também:

De acordo com o jornal britânico The Telegraph, Rao enviou uma carta ao presidente e a Carmelo Sanz de Barros, presidente do Senado da FIA, alegando vários momentos em que Ben Sulayem apresentou um comportamento sexista. As alegações, no entanto, nunca foram investigadas, o que gerou preocupação nos bastidores.

Quando questionado pelo jornal, um porta-voz da FIA declarou: “Shaila-Ann Rao foi diretora temporária da FIA a partir de 1º de junho de 2022 e depois se tornou secretária-geral interina do esporte a motor. Em novembro de 2022, foi decidido por ambas as partes que ela deixaria o cargo. Termos mútuos de privacidade foram acordados como é comum nos negócios. Nenhuma das partes fez referência ao Comitê de Ética da FIA".

Qualquer violação do Código de Ética é encaminhado ao Comitê de Ética da FIA para uma investigação completa e os resultados são entregues ao presidente da entidade. Como o presidente é objeto de investigação, o procedimento muda, o relatório neste caso é entregue ao Senado. 

Fontes do The Telegraph relatam que Mohammed Ben Sulayem foi visto gritando com Rao no paddock do GP da Bélgica de 2022. Enquanto outras testemunhas alegam que já viram Ben Sulayem se referindo a ex-funcionária como "aquela mulher".

“Ele foi muito condescendente com ela”, disse um deles. “Tive chefes de equipe me ligando e dizendo 'Você deveria ter visto como ele tratou Shaila-Ann' e foi na frente de outras pessoas. Ele a atacou de uma maneira muito desqualificada. Ele era assim. Shaila-Ann ousou dizer 'não' na frente de outras pessoas, o que pareceu desencadear seu comportamento”.

Essa não é a primeira vez que o presidente da entidade é acusado de sexismo. No início deste ano, o ex-piloto de rali precisou se manifestar após ressurgirem comentários de um antigo site que ele escrevia no qual dizia que “não gosta de mulheres que pensam que são mais espertas do que os homens... porque não são, na verdade”. Á época, a FIA alegou que aqueles comentários não refletiam os pensamentos atuais de Ben Sulayem.

Shaila-Ann Rao é uma advogada britânica que, antes de assumir um papel como interina na FIA comandada pelo atual presidente, teve passagens pela entidade ainda sob os cuidados de Jean Todt e posteriormente assumiu um cargo na Mercedes como conselheira especial do chefe da equipe, Toto Wolff. A sua saída do órgão, em dezembro, foi vista com preocupação pois era esperado que Rao assumisse um cargo mais amplo. 

Podcast #226 – Galvão Bueno faz falta no atual momento da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Equipes terão unidade de potência extra em 2023 sem punição; entenda
Próximo artigo Podcast #227 - Quem tem mais a ganhar e a perder após 'miniférias' da F1?

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil