F1: Quatro equipes ficarão em Ímola pós-GP para testes da Pirelli

AlphaTauri, Alfa Romeo, Alpine e Ferrari farão atividades com as gomas na pista que recebe o GP da Emilia Romagna

F1: Quatro equipes ficarão em Ímola pós-GP para testes da Pirelli
Carregar reprodutor de áudio

Em função dos testes de pneus da Pirelli na temporada 2022 da Fórmula 1, quatro equipes ficarão em Ímola para experimentar as gomas da marca italiana após a disputa do GP da Emilia Romagna, que acontece no próximo domingo.

O editor recomenda:

Será o primeiro teste da Pirelli no decorrer da temporada, na qual a fornecedora oficial da F1 tem encontrado dificuldades para agendar experimentos com os times da categoria máxima do automobilismo oficial.

Com tantas corridas em sequência no calendário deste ano, fica difícil para Pirelli e F1 acharem terças e quartas-feiras livres para que as equipes testem, já que é preciso enviar os fretes para outras praças.

Entretanto, tendo conseguido agendar atividades após os GPs de Emilia Romagna (Ímola), Áustria, Hungria e Itália, a Pirelli conseguiu ao todo 17 dias de testes, que somam a mais um 'solitário' que acontecerá em Mugello. As regras permitem um total de 25 dias, incluindo para pista molhada.

As equipes estão usando seus carros de 2022, ao contrário dos carros-mula usados nos testes de pós-temporada em Abu Dhabi em 2021. Há uma série de limitações em relação ao que os times podem fazer nos testes deste ano com a Pirelli, mas, de todo modo, isso é considerado vantajoso.

Os 18 dias são distribuídos entre nove equipes, já que a Haas será a única a não participar. A Williams, que optou por não desenvolver um carro-mula para o teste de pós-temporada 2021 em Abu Dhabi, estará presente.

Três equipes (Red Bull, Ferrari e Alpine) optaram por distribuir seus dois dias de testes em duas  praças diferentes. A Ferrari, então, usará o segundo dia a que tem direito em Mugello, 24 de junho, na sexta-feira seguinte ao GP do Canadá. McLaren e Williams correrão dois dias cada em Spielberg, depois do GP da Áustria. No Red Bull Ring, Alpine e Red Bull também correm, cada uma por só um dia.

Mercedes e Aston Martin usarão seus dois dias na Hungria, imediatamente antes das férias de verão europeu da F1. O último dia de testes, sendo também o derradeiro confirmado em pista seca, deve ter a Red Bull em Monza, após o GP da Itália. 

Na temporada 2022 da F1, pelo menos até o momento, não há confirmação de testes de pneus da Pirelli em pista molhada, mas há a expectativa que ocorram testes de protótipos para pista seca de 2023 em dois TLs 2 no fim do atual campeonato.

Veja o cronograma:

Ímola, 26 de abril: AlphaTauri, Alfa Romeo, Alpine
Ímola, 27 de abril: AlphaTauri, Alfa Romeo, Ferrari
Mugello, 24 de junho: Ferrari
Red Bull Ring, 12 de julho: McLaren, Williams, Red Bull
Red Bull Ring, 13 de julho: McLaren, Williams, Alpine
Hungaroring, 2 de agosto: Mercedes, Aston Martin
Hungaroring, 3 de agosto: Mercedes, Aston Martin
Monza, 13 de setembro: Red Bull

POLÍTICA da F1: Os OB$TÁCULO$ para PORSCHE/RED BULL e AUDI virarem REALIDADE em '26; veja BASTIDORES

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #173: Qual tamanho dos problemas de Verstappen e Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Novo processo contra GP de Miami tenta alegar que evento causa "danos inevitáveis" pelo barulho
Artigo anterior

F1: Novo processo contra GP de Miami tenta alegar que evento causa "danos inevitáveis" pelo barulho

Próximo artigo

Podcast #174 - Leclerc já é número 1 da Ferrari ou Sainz ainda está 'vivo'?

Podcast #174 - Leclerc já é número 1 da Ferrari ou Sainz ainda está 'vivo'?