F1: Red Bull deve ter atualizações na França, Holanda e Singapura

Guerra de desenvolvimento pode fazer a diferença na disputa contra a Ferrari

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Na Fórmula 1, qualquer milésimo ganho pode fazer a diferença na luta por uma vitória e até mesmo por um título. Por isso, todos estão de olho na guerra de desenvolvimento entre Ferrari e Red Bull em busca da glória em 2022. E a equipe austríaca pode ter já tudo planejado em termos de melhorias ao RB18 daqui até o fim da temporada.

Enquanto a Ferrari apostou em grandes pacotes de atualização, apresentados na Espanha e na Inglaterra, a Red Bull foi em uma direção diferente, preferindo fazer atualizações menores em mais corridas.

Leia também:

Mas há algumas corridas o time austríaco não traz nada substancial em termos de evolução do RB18, só que isso pode mudar logo. Segundo portal holandês RacingNews365, a Red Bull deve ter mudanças substanciais a caminho, com a primeira vindo já na próxima corrida.

De acordo com a publicação, o primeiro passo vem na França, com a introdução de um novo assoalho. Graças ao novo regulamento deste ano e o retorno do efeito solo, esse componente se tornou um dos mais importantes do carro de 2022, responsável por boa parte da performance.

Vale lembrar que, recentemente, a Red Bull esteve envolvida em uma polêmica sobre a possibilidade de seu assoalho ter uma flexão maior do que o permitido pelo regulamento como forma de mitigar o porpoising.

A atualização seguinte deve vir apenas depois da pausa de verão. Correndo na casa de Max Verstappen, na Holanda, a Red Bull quer apresentar uma nova configuração de sidepod, enquanto Bélgica e Itália devem ser o momento de pacotes específicos para estas pistas, com menor geração de carga aerodinâmica. 

Tradicionalmente, a última prova europeia marca o fim das atualizações das equipes, que já passam a focar no desenvolvimento dos carros dos anos seguintes, mas a Red Bull ainda deve ter uma última investida na primeira etapa da perna asiática, o GP de Singapura.

Vale lembrar que, junto com o desenvolvimento natural do carro, buscando desbloquear um melhor rendimento, as atualizações da Red Bull têm um outro objetivo paralelo: reduzir o peso do RB18, buscando aproximar o carro do mínimo de 798kg determinado pela FIA. Quanto mais leve, mais rápido tende a ser.

Resta esperar para vermos como que a Ferrari irá responder, já que o time italiano obteve uma importante vitória no último domingo na Áustria, uma pista em que a Red Bull era vista como a franca favorita.

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #185 - Ainda há quem resista ao halo após mais duas vidas salvas?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Após críticas de inconsistência, Verstappen diz que direção de prova deve deixar de ser "teimosa"
Próximo artigo F1: McLaren inclui Vettel como possível substituto de Ricciardo, diz site

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil