F1: Após críticas de inconsistência, Verstappen diz que direção de prova deve deixar de ser "teimosa"

Alto número de infrações no GP da Áustria fez com que pilotos deixassem claras suas insatisfações com o modelo atual

Eduardo Freitas, Race Director, FIA, Niels Wittich, Race Director, FIA

Nas últimas corridas, o descontentamento dos pilotos da Fórmula 1 com a direção de prova e os comissários sobre a falta de consistência nas decisões sobre batalhas e limite de pista. E para Max Verstappen, é preciso que os diretores trabalhem mais com os pilotos em vez de serem "teimosos" em seus posicionamentos sobre incidentes.

Isso ganhou ainda mais destaque no GP da Áustria do último fim de semana, onde foram registradas 43 infrações de limites de pista apenas no domingo, enquanto George Russell sentiu que sua punição de cinco segundos pelo incidente com Sergio Pérez na primeira volta foi "dura".

Leia também:

O piloto da Mercedes sente que todos os incidentes devem ser julgados de forma independente, já que eles são diferentes, e pediu para que os comissários trabalhem em proximidade com os pilotos para que todos trabalhem juntos.

"A dinâmica de cada incidente é diferente", disse. "O fato é que Checo estava do lado de fora e eu precisava deixar espaço para ele. Mas quando ele me coloca em uma posição em que já estava no limite do meu carro e alguém faz a curva com mais aderência, eu não tenho para onde ir".

"Na letra da lei, eu estava no lado errado e eu no certo. Mas no segundo que eu freei, eu estava no limite do meu carro e não tinha o que fazer. Eu estava no ar limpo, e Checo estava defendendo do lado de dentro".

"É isso que acontece na primeira volta. Ele é bem experiente, sabe como funciona. Mas da perspectiva dos comissários, é difícil. Todos estamos buscando consistência, mas não queremos punições a torto e a direito. Precisamos trabalhar juntos".

George Russell, Mercedes-AMG

George Russell, Mercedes-AMG

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

No momento, a F1 conta com dois diretores de prova: Niels Wittich e Eduardo Freitas, que substituíram Michael Masi neste ano.

Quando questionado se a F1 precisa voltar a ter apenas um diretor de provas para obter melhor consistência, Verstappen disse: "Não acho que depende necessariamente de um diretor de prova, acho que é mais sobre trabalhar com os pilotos em vez de manter seu posicionamento e ser apenas teimoso".

"Queremos o melhor para todos, e não é como se estivéssemos lutando entre nós. Temos boas conversas entre os pilotos e, no fim do dia, concordamos na maioria das coisas. Claro, todos têm suas opiniões sobre certas coisas".

"Mas os incidentes de corrida são outra coisa. Sim, certamente podemos fazer melhor. Acho que vamos trabalhar nisso para fazermos melhor".

Charles Leclerc disse não acreditar que seja "impossível atingir um bom nível de consistência", mas admite que o modelo de dois diretores de prova torna a situação mais difícil.

"Acho que consistência é algo que sempre buscamos e que sempre tem como melhorar. Claro, com dois diretores de prova, talvez seja um pouco mais difícil. Agora, se é impossível atingir um bom nível de consistência? Não acho".

"Então sim, não tenho soluções para agora. Mas eu acredito que, provavelmente, com apenas um diretor de provas, seja mais fácil de gerenciar".

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #185 - Ainda há quem resista ao halo após mais duas vidas salvas?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Indy: Entenda a 'novela' entre Palou, Ganassi e McLaren, que chegou a respingar em Ricciardo na F1
Próximo artigo F1: Red Bull deve ter atualizações na França, Holanda e Singapura

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil