F1: Verstappen faz insinuação polêmica após batidas de Pérez e Sainz; veja

"Se você tem uma boa primeira volta, pode pensar: 'Ah, vou taticamente bater o carro (para interromper o classificatório)", disse, em tom de crítica à regra

F1: Verstappen faz insinuação polêmica após batidas de Pérez e Sainz; veja
Carregar reprodutor de áudio

Após ficar com a quarta posição do grid para o GP de Mônaco de Fórmula 1, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, fez uma declaração polêmica sobre o acidente de Sergio Pérez, seu companheiro, e Carlos Sainz, espanhol da Ferrari, na classificação deste sábado.

O editor recomenda:

Pérez acabou batendo perto da entrada do túnel de Mônaco e, logo após, o espanhol Carlos Sainz, da Ferrari, também acabou se envolvendo no incidente. Já Verstappen, que vinha em volta rápida um pouco atrás dos dois, teve de diminuir por causa da bandeira vermelha causada pelo acidente.

Carlos Sainz, Ferrari F1-75

Carlos Sainz, Ferrari F1-75

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Com isso, a classificação foi encerrada com 30s faltantes no cronômetro, de modo que o holandês não conseguiu terminar seu giro lançado, no qual Verstappen vinha melhorando suas parciais e com o qual poderia superar Pérez e até Sainz. O espanhol ficou em segundo e o mexicano em terceiro.

"É irritante e uma pena, claro, que quem bateu o carro no muro foi meu companheiro de equipe. Mas, no final das contas, não se recebe uma penalidade por isso", afirmou o campeão de 2021 após o quali em Monte Carlo.

"Então, se você sabe que tem uma boa primeira volta, você pode pensar: 'Ah, bem, eu vou taticamente bater o carro no muro (para interromper o classificatório). Você pode fazer isso", seguiu o holandês em sessão de entrevista com jornalistas de seu país.

"Isso é bom para a pessoa que bate no muro. Mas, para mim, é uma porcaria, claro", disse Verstappen, que também foi questionado sobre o melhor desempenho de Pérez ao longo do fim de semana, no qual o mexicano foi mais rápido que o holandês também em todos os treinos livres.

Sergio Pérez, Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

"Eu não tive um bom equilíbrio no carro, então não pude atacar as curvas. No final, ajustamos o carro para a classificação e ficou bom. Nessa última sessão foi muito melhor. Mas ele (Pérez) também estava se sentindo um pouco mais confortável, ele tinha o equilíbrio mais como queria. Ele pode pilotar com um pouco mais de subviragem, gosta disso. Mas, para mim, o carro tem que ser muito bom na frente", explicou.

"E você não pode perseguir muito bem com esses carros aqui. Tudo fica superaquecido também. Então, sim, difícil...", destacou Verstappen, que deposita na chuva suas esperanças para a corrida deste domingo.

"É minha única opção para poder fazer alguma coisa, mas veremos", completou o piloto da Red Bull. Há uma possibilidade real de precipitação em Mônaco, mas o horário ainda é incerto. A cobertura completa da etapa você acompanha no Motorsport.com.

Veja abaixo o grid para o GP de Mônaco

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #179: O que Hamilton e Russell podem conseguir com melhora da Mercedes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Sainz lamenta acidente que tirou chances de pole: "Típico de Mônaco"
Artigo anterior

F1 - Sainz lamenta acidente que tirou chances de pole: "Típico de Mônaco"

Próximo artigo

PLACAR F1: Russell fica à frente de Hamilton em largadas; veja placar das disputas internas

PLACAR F1: Russell fica à frente de Hamilton em largadas; veja placar das disputas internas