F1: Verstappen quer participar das 24 Horas de Le Mans com seu pai no futuro

Holandês manifestou seu desejo de correr no lendário endurance, mas apenas após a consolidação da classe Hypercar

F1: Verstappen quer participar das 24 Horas de Le Mans com seu pai no futuro

Max Verstappen segue interessado em participar das 24 Horas de Le Mans no futuro ao lado de seu pai, Jos, que em breve fará seu retorno às corridas. O holandês tem boas chances de conquistar seu primeiro título na Fórmula 1, pois a vitória no GP do México estendeu sua vantagem na liderança sobre Lewis Hamilton para 19 pontos, com quatro corridas para o fim.

Embora sempre tenha se concentrado seus esforços na categoria máxima desde que entrou no grid em 2015, tornando-se o mais jovem vencedor no ano seguinte, o piloto da Red Bull já havia falado sobre o desejo de correr a lendária prova de endurance um dia. Seu pai já triunfou na classe LMP2.

Leia também:

Questionado pelo Motorsport.com se ele tinha falado mais com Jos sobre uma possível participação em Le Mans, Verstappen disse que ainda era algo em seu radar: "Sim, conversamos um pouco sobre isso".

"O Hypercar está chegando, mas ainda precisa de mais algumas entradas para ser totalmente estabelecido. Acho que levará mais alguns anos para realmente ter um quadro mais adequado do que quero fazer lá. Claro que seria ótimo se eu pudesse ser junto ao meu pai."

A classe Hypercar estreou em Le Mans este ano com Toyota e Glickenhaus fazendo carros sob medida e deve desfrutar de um rápido influxo de fabricantes nas próximas temporadas. A Peugeot entrará no grid em 2022, enquanto a Ferrari tem um programa planejado para 2023. Audi, BMW, Porsche, Acura e Cadillac devem se juntar à classe irmã LMDh no mesmo ano.

Verstappen Sr won his class at Le Mans in 2008 with a Porsche RS Spyder

Verstappen Sr won his class at Le Mans in 2008 with a Porsche RS Spyder

Photo by: Motorsport Images

Anteriormente, a Red Bull tinha links para uma inscrição de primeira linha em Le Mans por meio de seu relacionamento com a Aston Martin, mas isso chegou ao fim após a aquisição do fabricante britânico pelo consórcio de Lawrence Stroll e a subsequente mudança de marca da equipe Racing Point.

Jos Verstappen - que correu na F1 entre 1994 e 2003 - não corre competitivamente desde 2009. O holandês de 49 anos deve fazer sua estreia no rally no final deste mês, no Jack’s International Drenthe Rally, em Assen. Em seguida, participará das 24 Horas de Dubai em janeiro ao lado de Thierry Vermeulen e outros dois pilotos em um Porsche GT3.

Antecipando a estreia de seu pai no rally, Max relembrou o pódio do GP da Hungria de 1994 como um motivo para ele "se dar bem", já que "leva muito a sério".

"Ainda hoje, ele me enviou novamente alguns vídeos e fotos porque estava testando novamente", disse o líder da atual temporada. "É rápido e tenho certeza de que se sairá bem. É um pouco novo para ele ter alguém próximo para conduzi-lo, mas acho que o tipo de rali é seu estilo."

"Estou curioso, é claro, para ver o resultado, mas será bom", concluiu.

F1 2021: A F1 está de volta ao Brasil! Rico Penteado analisa prova em Interlagos | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #144:  GP no Brasil será o mais decisivo dos últimos 10 anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Hamilton vê Brasil "como se fosse seu lar" e analisa evolução desde primeiro título
Artigo anterior

F1: Hamilton vê Brasil "como se fosse seu lar" e analisa evolução desde primeiro título

Próximo artigo

F1: Hamilton e Verstappen concorrem a prêmio de piloto do ano; saiba como votar

F1: Hamilton e Verstappen concorrem a prêmio de piloto do ano; saiba como votar
Carregar comentários