F1: Verstappen vence com folga no Azerbaijão com Pérez em 2º; Ferrari vive pesadelo com abandonos de Leclerc e Sainz

Com isso, Verstappen dispara na liderança do Mundial de Pilotos e Pérez passa Leclerc para assumir a vice-liderança.

F1: Verstappen vence com folga no Azerbaijão com Pérez em 2º; Ferrari vive pesadelo com abandonos de Leclerc e Sainz
Carregar reprodutor de áudio

Red Bull e Ferrari viveram situações muito diferentes no GP do Azerbaijão de Fórmula 1. Para o time austríaco, um dia de sonhos, com vitória de Max Verstappen e Sergio Pérez em segundo, assumindo a vice-liderança do Mundial. Já para a equipe de Maranello, um pesadelo, com os abandonos de Charles Leclerc e Carlos Sainz.

Aproveitando os abandonos, George Russell completou o pódio. Fecharam o top 10: Lewis Hamilton, Pierre Gasly, Sebastian Vettel, Fernando Alonso, Daniel Ricciardo, Lando Norris e Esteban Ocon.

Leia também:
 

Na largada, Leclerc e Pérez saíram bem, mas a preferência da curva ficou com o mexicano, que assumiu a ponta, com Verstappen e Sainz na cola do monegasco. Imediatamente, a direção de prova anunciou uma investigação sobre os procedimentos de largada de Latifi, que acabou punido com um stop and go de 10 segundos.

Ao final da primeira volta, de um total de 51, Pérez liderava já abrindo uma boa vantagem para Leclerc, que trazia Verstappen e Sainz em sua cola, com Russell, Gasly, Hamilton, Vettel, Tsunoda e Alonso completando os dez primeiros. 

 

No momento em que o DRS foi acionado, na quarta volta, Pérez já abria 2s3 para Leclerc, que tinha Verstappen a menos de 1s. Sainz já ficava 2s atrás. O holandês era o único do top 10 com a possibilidade de acionar a asa móvel neste momento.

Enquanto Verstappen abria o DRS mas sem conseguir ultrapassar Leclerc, outra briga se formava no top 10: Gasly x Hamilton, que permitia ainda a aproximação de Vettel.

 

Apesar do ritmo melhor no retão de Baku, a preferência da Ferrari nos dois primeiros setores ajudavam Leclerc. Enquanto isso, problemas para o outro carro italiano: Sainz teve uma quebra no carro, ficando parado na área de escape da curva 4, forçando o acionamento do safety car virtual.

Com isso, a Ferrari trouxe Leclerc para os boxes, mas o monegasco teve uma parada ruim, de mais de 5s, para colocar pneus duros. Russell, Gasly, Hamilton e Vettel seguiram, entrando na mesma volta. E durante as trocas, Vettel conseguiu ganhar a posição em cima de Hamilton.

 

Quando a bandeira verde foi acionada novamente, Pérez liderava com 2s para Verstappen. Leclerc era o terceiro a 12s do holandês, com Russell em quarto. Alonso, Norris e Ricciardo, que não pararam vinham na sequência, à frente de Gasly, Ocon, Vettel e Hamilton.

Vettel tentava ultrapassar Ocon, que também não havia parado, pela nona posição, mas acabou errando o ponto de frenagem na curva 3, perdendo posições para Hamilton e Tsunoda. Mas o tetracampeão teve um retorno perigoso à pista, quase batendo na AlphaTauri.

 

Lá na frente, Verstappen foi se aproximando de Pérez e, com a ajuda do DRS, conseguiu tomar a ponta no começo da 15ª volta, e a rapidez com a qual o holandês abriu para o companheiro, batendo 2s em menos de uma volta, deixaram dúvidas sobre o rendimento do mexicano.

Com claros problemas de rendimento, Pérez foi o primeiro a vir aos boxes da Red Bull na volta 17, mas uma parada ruim, de quase 6s, o fez sair logo à frente de Russell. Já Verstappen fez sua troca dois giros depois, voltando em segundo, a 14s de Leclerc e a 3s5 do mexicano.

 

E o dia de pesadelo da Ferrari continuou. No começo da volta 21, o motor de Leclerc foi embora, forçando mais um abandono para a equipe italiana. Com isso, a Red Bull se encaminhava para uma dobradinha fácil, com Russell em terceiro, Gasly em quarto, Ricciardo em quinto e Hamilton em sexto.

Na metade da prova, no começo da 26ª volta de 51, Verstappen liderava com quase 7s de vantagem para Pérez. O mexicano tinha 11s de diferença para Russell, que abria importantes 22s para Gasly. Ricciardo era o quinto, mas já passava a ser atacado por Hamilton, com o heptacampeão passando rapidamente.

 

Após o abandono de Zhou, Magnussen foi o quarto motor Ferrari com problemas. Pelo local onde o dinamarquês estacionou a Haas, o SC Virtual foi acionado, permitindo aos ponteiros fazerem mais uma parada.

A dez voltas do fim, Verstappen liderava com 15s de vantagem para Pérez, que abria 20s para Russell, enquanto Gasly vinha em quarto e Hamilton em quinto.

No final, só precisou acelerar até a linha de chegada para vencer, com Sergio Pérez em segundo. George Russell ficou em terceiro. Completaram o top 10: Lewis Hamilton, Pierre Gasly, Sebastian Vettel, Fernando Alonso, Daniel Ricciardo, Lando Norris e Esteban Ocon.

A Fórmula 1 retoma as atividades da temporada 2022 já no próximo fim de semana, com o retorno do GP do Canadá após dois anos por conta da pandemia. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa da principal categoria do automobilismo mundial.

Cla   # Piloto Equipe Motor Voltas Dif. Pontos
1   1 Netherlands Max Verstappen Red Bull Red Bull 51   25
2   11 Mexico Sergio Perez Red Bull Red Bull 51 20.823 19
3   63 United Kingdom George Russell Mercedes Mercedes 51 45.995 15
4   44 United Kingdom Lewis Hamilton Mercedes Mercedes 51 1'11.679 12
5   10 France Pierre Gasly AlphaTauri Red Bull 51 1'17.299 10
6   5 Germany Sebastian Vettel Aston Martin Mercedes 51 1'24.099 8
7   14 Spain Fernando Alonso Alpine Renault 51 1'28.596 6
8   3 Australia Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 51 1'32.207 4
9   4 United Kingdom Lando Norris McLaren Mercedes 51 1'32.556 2
10   31 France Esteban Ocon Alpine Renault 51 1'48.184 1
11   77 Finland Valtteri Bottas Alfa Romeo Ferrari 50    
12   23 Thailand Alex Albon Williams Mercedes 50    
13   22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri Red Bull 50    
14   47 Germany Mick Schumacher Haas Ferrari 50    
15   6 Canada Nicholas Latifi Williams Mercedes 50    
16 dnf 18 Canada Lance Stroll Aston Martin Mercedes 46    
  dnf 20 Denmark Kevin Magnussen Haas Ferrari 31    
  dnf 24 China Zhou Guanyu Alfa Romeo Ferrari 23    
  dnf 16 Monaco Charles Leclerc Ferrari Ferrari 21    
  dnf 55 Spain Carlos Sainz Ferrari Ferrari 8    
 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Verstappen diz que é mais difícil encontrar acerto ideal do carro em circuitos de rua
Artigo anterior

F1: Verstappen diz que é mais difícil encontrar acerto ideal do carro em circuitos de rua

Próximo artigo

F1: Com dobradinha da Red Bull e abandono duplo da Ferrari, veja o resultado final do GP do Azerbaijão

F1: Com dobradinha da Red Bull e abandono duplo da Ferrari, veja o resultado final do GP do Azerbaijão