Fórmula 1 GP do Japão

F1: Volta de Ricciardo no Catar é posta em xeque e Lawson deve correr mais um GP em 2023

Chefe de engenharia de pista da AlphaTauri, Jonathan Eddolls explicou que a equipe tem um programa de simulador planejado para Daniel avaliar sua mobilidade

Daniel Ricciardo,Scuderia AlphaTauri Team

Após fratura no metacarpo da mão esquerda em acidente no segundo treino livre para o GP da Holanda de Fórmula 1, o australiano Daniel Ricciardo, da AlphaTauri, 'corre contra o tempo' para voltar às pistas em breve, mas deve se ausentar também do GP do Catar, etapa seguinte ao Japão.

Desde então, Ricciardo já perdeu as etapas de Zandvoort, Itália, Singapura e Suzuka, com sua volta anteriormente especulada para o Catar. Entretanto, o australiano deverá ser mais uma vez substituído pelo neozelandês Liam Lawson em Losail, apurou o Motorsport.com.

O editor recomenda:

O chefe de engenharia de pista da AlphaTauri, Jonathan Eddolls, explicou que a equipe tem um programa de simulador planejado para Ricciardo avaliar sua mobilidade e os efeitos do acidente em sua mão.

O engenheiro acrescentou que a equipe não forçará o australiano a retornar prematuramente e que pode demorar “um pouco” até que Ricciardo volte à F1. "Ele ainda está passando pela fase de recuperação. Ainda estamos conversando, então não gostaríamos de definir uma meta. A recuperação está indo bem. Temos alguns trabalhos de simulador planejados antes do retorno." explicou Eddolls.

“Acho que do nosso lado e do lado dele não há pressa em recuperá-lo muito cedo. O pior seria voltar antes que esteja devidamente curado e causar algum problema. O simulador é uma representação muito boa do carro, de todas as cargas, etc. Acho que a decisão final provavelmente virá dele e não de nós. Ele saberá melhor do que ninguém como está a dor e como está a recuperação.

"Não o estamos colocando sob pressão para voltar. Temos um grupo de três bons pilotos no momento, então não há muita pressa. O foco é que ele se recupere totalmente para que quando ele voltar não seja um assunto que se fale."

Eddolls acrescentou que Lawson pode estar pronto para “mais corridas” na equipe. "Ele ganhou velocidade muito, muito rapidamente. Yuki [Tsunoda, titular japonês da AlphaTauri] ainda tem vantagem sobre ele, o que é totalmente esperado com a experiência, mas acho que o fato de ele ter chegado ao Q3, marcando pontos muito cedo em um carro que é não é o mais competitivo e às vezes difícil de guiar, diz muito"

“Acho que pelo que vemos em comparação com alguns de nossos pilotos anteriores, ele tem potencial. Acho que estamos todos entusiasmados com mais corridas trabalhando com ele enquanto esperamos que Daniel se recupere”, completou Eddolls.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #248 – Ferrari ‘passa pano’ para Leclerc e subestima Sainz?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior LKYSUNZ topa pagar quase R$ 3 bi para entrar na F1 em 2026; saiba
Próximo artigo F1: Verstappen lidera segundo treino livre para o GP do Japão marcado por batida de Gasly no fim

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil