F1: Williams demite diretor de engenharia em meio a reformulação

Adam Carter, membro desligado, estava lá desde 2016; equipe passa por constantes mudanças desde venda à Dorilton Capital

F1: Williams demite diretor de engenharia em meio a reformulação
Carregar reprodutor de áudio

A Williams desligou de seu time o diretor de engenharia Adam Carter, enquanto a remodelação da administração continua sob o comando de Jost Capito. O agora antigo técnico estava com a equipe de Fórmula 1 desde maio de 2016 e foi duas vezes o membro mais sênior da escuderia presente em uma pista em um fim de semana de corrida.

Em uma breve declaração sobre sua saída, Capito disse: "À medida que olhamos para nossa estratégia e requisitos de engenharia para o próximo ano e além, fizemos mudanças em nossa estrutura. Adam Carter saiu e eu gostaria de agradecê-lo por seu trabalho duro e contribuição nos últimos seis anos."

Leia também:

As mudanças de pessoal na Williams são comuns desde que a Dorilton Capital a adquiriu em setembro de 2020. Capito ingressou como CEO em dezembro e assumiu o papel principal da escuderia após a saída de Roberts, em julho de 2021.

Tendo passado seus primeiros meses na empresa observando e decidindo o que estava faltando, Capito contratou dois ex-colegas da VW Motorsport em funções-chave.

Francois-Xavier Demaison foi nomeado diretor técnico em março de 2021 e, quando Roberts saiu, também se tornou responsável pelas áreas de pista e engenharia.

Em novembro, Capito adicionou o belga Sven Smeets, outro veterano da VW, como diretor esportivo.

Como parte da remodelação, Doug McKiernan, que se juntou à Williams em fevereiro de 2018 e atuou em vários cargos, incluindo o de designer-chefe, saiu na temporada passada.

Carter ganhou experiência com uma variedade de equipes ao longo de suas duas décadas no esporte. Ele começou como engenheiro júnior na Arrows em 1998 e, depois que a equipe acabou, ingressou na McLaren como engenheiro de testes em 2002.

Ele então teve uma breve passagem pela Jordan em 2004 antes de se mudar para a Renault como engenheiro de testes e corridas no final daquele ano.

Em 2008, ele se juntou à Wirth Research como engenheiro-chefe e gerente do programa de corrida, antes de se mudar para a Williams após oito anos na empresa.

Ele começou em 2016 como engenheiro sênior e foi rapidamente promovido por meio de vários cargos, tornando-se chefe de engenheiro do programa de veículos e chefe de gabinete em 2017, engenheiro-chefe e chefe de design em 2019 e diretor de engenharia em 2021.

TELEMETRIA DE FÉRIAS (Parte 2): Rico Penteado aponta favoritos para 2022

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #158 – TELEMETRIA DE FÉRIAS: Rico Penteado explica novo carro da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST:

compartilhar
comentários
F1: Organização do GP da Austrália conclui modificações no circuito de Albert Park
Artigo anterior

F1: Organização do GP da Austrália conclui modificações no circuito de Albert Park

Próximo artigo

F1 - Marko exalta Sainz e diz que espanhol mostrou que Leclerc não é "milagroso"

F1 - Marko exalta Sainz e diz que espanhol mostrou que Leclerc não é "milagroso"