F1: Wolff acredita que será difícil para Hamilton ganhar posições na Turquia

Heptacampeão sairá do 11º lugar, devido a punição no grid, e começará de pneus médios, os mesmos de quase todos os pilotos do meio do pelotão

F1: Wolff acredita que será difícil para Hamilton ganhar posições na Turquia

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, acredita que será difícil para Lewis Hamilton ganhar posições no GP da Turquia de Fórmula 1, após ficar alarmado com problemas de tráfego nos treinos livres. O heptacampeão foi o mais rápido da classificação, à frente de Valtteri Bottas e Max Verstappen, mas uma penalidade de dez posições no grid por trocar partes de seu motor o fará largar em 11º.

Embora a equipe alemã pareça ter uma vantagem de ritmo considerável no Istanbul Park, Wolff acredita que terá que contar com uma estratégia inteligente em vez de tentar escalar o pelotão, com a maioria de pneus médios, como em outras corridas.

Leia também:

"Ontem, em uma certa fase, estávamos atrás de uma Haas e também de uma Williams e foi muito difícil chegar perto", disse o chefe da Mercedes à Sky Sports. "É preciso olhar para os aspectos positivos de que o carro é muito rápido e partiremos da pole [com Bottas]."

"Do lado negativo, é um fim de semana em que poderíamos ter cravado a primeira fila e não o fizemos, precisamos ir para a retaguarda e não vai ser fácil com todos os carros de pneus médios à frente de Lewis [com exceção de Yuki Tsunoda]. O progresso será difícil."

Valtteri Bottas, Mercedes W12

Valtteri Bottas, Mercedes W12

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Questionado se Bottas será obrigado a ajudar Hamilton, Wolff disse que a melhor coisa que o finlandês poderia fazer é simplesmente segurar Verstappen e vencer o GP.

"Temos que cuidar de nós mesmos", disse ele. "Valtteri quer ganhar a corrida e esta é a melhor oportunidade, ajudando Lewis. A Red Bull tem sido muito competitiva neste fim de semana e foi pior nos longos stints do que em uma única volta."

O heptacampeão também estava preocupado com os problemas de tráfego na prova, mas disse que seu objetivo de ainda tentar vencê-la "não é impossível": "Meus olhos ainda estão voltados exclusivamente para a vitória. Vai ser muito difícil largando de 11º, mas dá."

"Eu não sei como estará o clima amanhã também, então me mantenho cauteloso e certificando-me de que vamos entregar o máximo. Sinceramente, tenho que dar um passo de cada vez. É uma longa corrida."

"Se eu puder ganhar posições mais cedo, ótimo, mas tenho que ficar longe de problemas, é claro, e essa será minha prioridade inicialmente, e ver se é possível passá-los um por um."

Ele finalizou: "Istambul não permite ultrapassagens fáceis e estaremos todos com o mesmo pneu, então imagino que amanhã será difícil progredir."

F1 AO VIVO: Bottas HERDA POLE, Hamilton larga em 11º e Verstappen sai de 2º na Turquia; veja debate | Q4

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #136 – Ju Cerasoli faz raio-X da rivalidade Hamilton X Verstappen de quem acompanha direto do paddock

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
PLACAR F1: Hamilton marca pole, mas "não leva" por punição no grid e Bottas encosta no duelo interno da Mercedes
Artigo anterior

PLACAR F1: Hamilton marca pole, mas "não leva" por punição no grid e Bottas encosta no duelo interno da Mercedes

Próximo artigo

F1: Verstappen afirma que Red Bull não tem ritmo para vencer GP da Turquia

F1: Verstappen afirma que Red Bull não tem ritmo para vencer GP da Turquia
Carregar comentários