Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
51 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
58 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
72 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
86 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
100 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
107 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
121 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
135 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
142 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
163 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
177 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
191 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
219 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
226 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
240 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
247 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
261 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
275 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
282 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
296 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
310 dias

Ferrari: F1 não pode ter pressa para definir acordos de 2021

compartilhar
comentários
Ferrari: F1 não pode ter pressa para definir acordos de 2021
13 de dez de 2018 09:36

Maurizio Arrivabene entende que o prazo é curto, mas teme que uma decisão às pressas possa “criar uma bagunça”

O chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, espera que a F1 não tenha pressa para definir os acordos comerciais entre as equipes, mesmo que o tempo seja apertado para que isso aconteça.

O acordo, conhecido como Pacto de Concórdia, estabelece as diretrizes comerciais entre os times do grid. A atual versão do Pacto vai até o fim de 2020, de modo que nenhuma equipe se comprometeu com a F1 de 2021 em diante.

Arrivabene considera que, ao invés de ter pressa, a categoria deveria mostrar calma para que nenhum erro seja cometido nas negociações.

“O tempo é curto, vocês sabem disso melhor do que eu”, disse Arrivabene, segundo o site da revista americana Racer. “Então, precisamos nos mexer rapidamente. Mas, ao mesmo tempo, precisamos evitar qualquer decisão que poderia danificar nossa empresa. Estou falando da Ferrari, já que penso que meus colegas falam pensando na empresa que eles representam.”

“O tempo é apertado, mas não precisamos ter pressa para avançar e talvez criar uma bagunça. Temos o regulamento para o próximo ano, eles deverão nos dar maior possibilidade de ultrapassagens, e, ao que pudemos ouvir de nossos pilotos, é mais provável que este objetivo não seja alcançado.”

“O resultado disso é que estamos gastando uma enorme quantidade de dinheiro no ano que vem para mudar nosso carro. Então, precisamos sentar juntos e entender como serão os custos de motores para 2021 e talvez pensar nisso, porque estamos falando continuamente sobre um teto de custos. Mas, no momento, só vejo os custos subindo em vez de descer.”

Ao falar sobre aquilo que considera que a F1 deveria fazer, Arrivabene disse: “Precisamos parar um pouco em vez de apressar as coisas. Precisamos pensar no que estamos fazendo agora, porque aquilo que fazemos agora pode influenciar na decisão futura.”

Próximo artigo
Norris admite que evitou número #46 para não copiar Rossi

Artigo anterior

Norris admite que evitou número #46 para não copiar Rossi

Próximo artigo

Force India: Stroll mostrou o mesmo nível de Ocon no simulador

Force India: Stroll mostrou o mesmo nível de Ocon no simulador
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Compre Agora