Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
52 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
59 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
73 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
87 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
101 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
108 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
122 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
136 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
143 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
164 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
178 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
192 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
220 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
227 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
241 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
248 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
262 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
276 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
283 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
297 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
311 dias

Ferrari: Novas regras farão carros serem 1s5 mais lentos

compartilhar
comentários
Ferrari: Novas regras farão carros serem 1s5 mais lentos
Por:
17 de fev de 2019 17:02

Para chefe do time, maior arrasto nos carros será danoso para ritmo bruto nas provas deste ano

A Ferrari estimou que as novas regras aerodinâmicas da Fórmula 1 tornem os carros em torno de 1s5 por volta mais lentos.

No lançamento do carro de 2019, o SF90, o novo chefe da equipe, Mattia Binotto – que era diretor técnico até o mês passado – disse que os times terão que correr atrás do terreno perdido.

"Previmos um impacto de 1s5 por volta quando testamos pela primeira vez no túnel de vento, e é o que conseguimos", disse Binotto.

“Então, esses carros são mais pesados ​​em comparação ao ano passado, e a aerodinâmica, especialmente a asa dianteira, foi muito simplificada. A expectativa era de 1s5 e isso foi comprovado.”

“Então, agora é o quanto recuperamos dos 1s5 durante todo o período de desenvolvimento. Quanto os outros se recuperaram, apenas a pista pode dizer.”

As mudanças na asa dianteira têm um impacto significativo no desempenho aerodinâmico em todo o carro. Isso ocorre porque agora a equipe pode direcionar menos o fluxo de ar ao redor do carro.

No início desta semana, o diretor técnico da Racing Point, Andrew Green, caracterizou como “um grande trabalho de otimização e redesign”.

Ele também reiterou sua preocupação de que as mudanças melhorarão o espetáculo como pretendido.

"No final, não sei se essas novas regras melhoram as corridas e, infelizmente, não acho que elas ajudem a aproximar o grid", disse ele.

"Mas o que sabemos ao analisar nossos dados é que tudo produz uma perda significativa de desempenho. Algo que ainda estamos lutando para recuperar."

Andrew Green, Racing Point F1 Team Technical Director, Lance Stroll, Racing Point F1 Team, Sergio Perez, Racing Point F1 Team and Otmar Szafnauer, Racing Point F1 Team Principal with the Racing Point F1 Team RP19

Andrew Green, Racing Point F1 Team Technical Director, Lance Stroll, Racing Point F1 Team, Sergio Perez, Racing Point F1 Team and Otmar Szafnauer, Racing Point F1 Team Principal with the Racing Point F1 Team RP19

Photo by: Racing Point

Próximo artigo
Ricciardo: Modo como RBR encarou toque em Baku foi fator para saída

Artigo anterior

Ricciardo: Modo como RBR encarou toque em Baku foi fator para saída

Próximo artigo

Hulkenberg crê que duelo com Ricciardo determinará seu futuro na F1

Hulkenberg crê que duelo com Ricciardo determinará seu futuro na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Compre Agora
Autor Scott Mitchell