Force India espera ameaçar Red Bull com novidades técnicas

Diretor da equipe, Bob Fernley espera dar um salto de qualidade com carro atualizado e elogia trabalho feito por Ocon

Force India espera ameaçar Red Bull com novidades técnicas
Robert Fernley, Sahara Force India F1 Team Deputy Team Principal
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13, Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10, Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10, Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India VJM10, Esteban Ocon, Sahara Force India VJM10
Sergio Perez, Sahara Force India VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17, Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India F1, Bradley Joyce, Sahara Force India Race Engineer
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10, Esteban Ocon, Sahara Force India F1 VJM10
Esteban Ocon, Sahara Force India
Carregar reprodutor de áudio

O diretor da Force India, Bob Fernley, acredita que sua equipe poderá colocar a Red Bull na mira e estabelecer como meta o terceiro lugar no Mundial de Construtores.

A equipe indiana está em um sólido quarto lugar até o momento, sendo uma das poucas a colocar ambos os carros nos pontos em todas as corridas já realizadas – mesmo que Renault, Williams, Haas e Toro Rosso apresentem melhor desempenho de classificação em algumas ocasiões.

Fernley espera que as novidades aerodinâmicas que estrearão no GP da Espanha possam resultar em um ganho significativo de ritmo, o que permitiria a equipe não só derrotar suas rivais mais próximas, mas também passar a pressionar a Red Bull.

Questionado pelo Motorsport.com se a Force India poderia colocar a Red Bull como meta, Fernley respondeu: “Se tudo funcionar como o planejado em Barcelona, poderemos reavaliar. Não podemos nos esquecer de que as outras equipes também não estão paradas, então precisamos ser cautelosos com isso”, disse.

“O primeiro objetivo é garantir que possamos consolidar o quarto lugar. Aí, se conseguirmos seguir em frente do ponto de pista de performance, seria o ideal. Tivemos um desempenho tremendo nas quatro corridas, e espero que, em Barcelona, possamos ajustar o que está faltando e aí brigar de igual para igual com os outros.”

“Desde o primeiro dia, sabíamos que tínhamos um déficit de performance e usamos a visão de corrida, a estratégia e a confiabilidade para contornar isso.”

Elogios a Ocon

Fernley acredita que Esteban Ocon obteve bom progresso desde que iniciou sua primeira temporada completa na F1. O francês terminou em 10º nas três primeiras corridas, mas foi sétimo na Rússia.

“Ele está fazendo um supertrabalho. Ele ainda está aprendendo no que diz respeito à classificação e à primeira parte do fim de semana.”

“O que é incrível é a sua maturidade na primeira parte da corrida. E isso tem sido visto desde o começo: ele é um competidor notável. Do nosso ponto de vista, foi ali que ganhamos pontos, e podemos ajudá-lo nos outros aspectos.”

“Acho que, se você olhar à forma com que ele progrediu em quatro corridas, em Sochi ele teve seu primeiro fim de semana em que chegou ao Q3. E ele marcou ponto nas quatro corridas. Não tem como ser muito melhor que isso para uma equipe como nós.”

Fernley espera que Ocon possa manter seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, em alerta. “Acho que, quando chegarmos a Silverstone, veremos os dois pilotos andando em um ritmo absolutamente forte, o que será muito empolgante. Se conseguirmos descontar esse déficit de performance, poderá ser uma segunda metade de temporada incrivelmente animadora.”

compartilhar
comentários
Webber: Button não está interessado em retorno
Artigo anterior

Webber: Button não está interessado em retorno

Próximo artigo

F1 planeja novas ações para fãs no GP da Espanha

F1 planeja novas ações para fãs no GP da Espanha