Fórmula 1 GP da Áustria

F1: Ex-chefe da Force India, Bob Fernley morre aos 70 anos

Comandante esteve à frente de equipe em toda história como Force India, até 2018

Robert Fernley (GBR) Force India

O ex-chefe da Force India, Robert Fernley, morreu aos 70 anos. Membro próximo de Vijay Mallya, ele ocupou o cargo na equipe de Silverstone desde sua primeira temporada sob o nome Force India em 2008 até o verão de 2018, quando Lawrence Stroll comprou os ativos da empresa e a relançou como Racing Point.

Leia também:

Nascido em Stockport, Fernley teve um envolvimento inicial com a F1 por meio da equipe Ensign no início dos anos 1980, ajudando seu amigo Jim Crawford a conquistar o título do campeonato britânico de 1982.

A dupla então mudou-se para a categoria CanAm, em que Crawford terminou como vice-campeão em 1983 e 1984.

Fernley também esteve envolvido com os esforços da Indy na década de 1980, incluindo comandar a equipe Canadian Tire com Jacques Villeneuve Sr, e a entrada de Mike Curb para Ed Pimm nas 500 Milhas de Indianápolis de 1986.

Ele então trabalhou fora das corridas por muitos anos, com um projeto envolvendo a introdução da tecnologia de fibra de carbono no programa espacial chinês e outro na indústria pesqueira dinamarquesa. Ele também estava envolvido no negócio de hotelaria.

Foi sua estreita amizade com Mallya que o trouxe de volta ao automobilismo internacional depois que o empresário indiano comprou a antiga equipe Spyker no final de 2007.

Em essência, Fernley serviu como olhos e ouvidos de Mallya na pista e na fábrica de Silverstone. Ele foi o grande responsável pelas negociações da equipe com a FIA, a organização da Fórmula 1 e a mídia.

A Force India terminou em 10º lugar no campeonato mundial em sua primeira temporada com motor Ferrari em 2008, antes de firmar uma nova parceria com a Mercedes no ano seguinte. A pole position para Giancarlo Fisichella no GP da Bélgica de 2009 foi um destaque inicial, com o italiano terminando a corrida em segundo lugar.

Bernie Ecclestone (GBR) F1 Supremo talks with Robert Fernley (GBR) Force India F1 team principal

Bernie Ecclestone (GBR) F1 Supremo talks with Robert Fernley (GBR) Force India F1 team principal

Photo by: Sutton Images

Outros pilotos da equipe ao longo de sua década de existência foram Tonio Liuzzi, Adrian Sutil, Paul di Resta, Nico Hulkenberg, Sergio Pérez e Esteban Ocon, enquanto George Russell conduziu seus primeiros testes de F1 e TL1 com a equipe.

Sob o comando de Fernley e do diretor de operações Otmar Szafnauer, a equipe fez um progresso constante e superou os rivais com orçamentos maiores, alcançando o quinto lugar em 2015 e depois conquistando o quarto lugar em 2016 e 2017.

No entanto, o financiamento estava ficando cada vez mais apertado e com Mallya envolvido em problemas legais em seu país natal, a equipe chegou a um ponto de crise no verão de 2018.

A equipe entrou em recuperação judicial e durante as férias de verão, após o GP da Hungria, quando Stroll adquiriu os ativos e a relançou como Racing Point, o envolvimento de Fernley terminou imediatamente.

Em 2019, Fernley fez um retorno inesperado a Indianápolis, tendo sido contratado pela McLaren para supervisionar sua entrada nas 500 Milhas com Fernando Alonso. Infelizmente, não foi um empreendimento bem-sucedido e o espanhol não conseguiu se classificar.

Mais tarde, Fernley teve um período como chefe da comissão de monopostos da FIA, tendo substituído Stefano Domenicali no cargo. Ele foi sucedido pelo ex-chefe da equipe de F1, Giancarlo Minardi, em 2022.

Fernley também estava envolvido na promoção de jovens talentos de engenharia por meio de uma associação com o National Center for Motorsport Engineering da Universidade de Bolton. Em 2019, o estabelecimento concedeu-lhe o título de doutor honorário por serviços prestados à engenharia.

Com a ajuda de alunos, Fernley também guiou um Ensign N180B de 1981 em eventos históricos. O três vezes vencedor da corrida de F1, Johnny Herbert, estava entre os pilotos.

Falando ao Motorsport.com após a notícia da morte de Fernley, o atual chefe da equipe Alpine F1, Szafnauer, prestou homenagem a seu ex-colega.

Bob Fernley, Deputy Team Principal, Force India, in the team principals Press Conference

Bob Fernley, Deputy Team Principal, Force India, in the team principals Press Conference

Photo by: Alastair Staley / Motorsport Images

"Fiquei triste ao ouvir a notícia de Vijay e minhas sinceras condolências à sua família", disse o americano.

“Quando Vijay não podia ficar tanto tempo com a equipe por causa de seus negócios e interesses, Bob sempre nos dizia o que Vijay desejaria em determinadas situações, o que era muito útil.

“Ele permitiu que o resto da organização se concentrasse no trabalho de corrida, melhorando o carro, contratando pessoas, e ele lidava com toda a política. Esse foi realmente seu maior papel e sua maior contribuição.

“Ele ainda era um homem relativamente jovem e estou chocado. Nossa comunidade de corridas perdeu um cara bom”.

Quem desbancaria Verstappen na Red Bull? Rico Penteado comenta

Podcast: Leclerc na Aston? Volta de Ricciardo? Sainz na Audi? O que vem por aí para 2024?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Horários e previsão do tempo para o sábado de corrida sprint do GP da Áustria
Próximo artigo Saiba o que aconteceu no quali da corrida sprint da Áustria em Tempo Real

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil