Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
25 dias
06 mai
Próximo evento em
67 dias
20 mai
Próximo evento em
81 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
95 dias
10 jun
Próximo evento em
102 dias
24 jun
Próximo evento em
116 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
123 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
137 dias
29 jul
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
179 dias
02 set
Próximo evento em
186 dias
09 set
Próximo evento em
193 dias
23 set
Próximo evento em
207 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
214 dias
07 out
Próximo evento em
221 dias
21 out
Próximo evento em
235 dias
28 out
Próximo evento em
242 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
278 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
287 dias

Gasly lamenta perder atualização da Honda no GP do Canadá

Piloto da Toro Rosso disse que foi forçado a mudar para uma especificação mais antiga da unidade de potência da Honda antes da classificação

compartilhar
comentários
Gasly lamenta perder atualização da Honda no GP do Canadá
Pierre Gasly, Toro Rosso, climbs into his car
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13
Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13

A Honda apresentou um novo motor em Montreal, que Gasly e seu companheiro de equipe, Brendon Hartley, concordaram que era "melhor" e "mais rápido" do que a versão anterior, depois de testado na sexta-feira.

Mas um problema no treino de sábado significou que o francês foi forçado a voltar à unidade anterior que estava em uso desde a segunda corrida do ano no Bahrein.

Gasly sente que isso o deixou em desvantagem significativa ao chegar à classificação, já que foi eliminado no Q1, ocupando o 16º lugar e ficando a menos de um décimo de segundo do Q2.

"Tivemos um problema com o motor no TL3, com a nova atualização, tivemos que voltar para o motor [que usamos] em Mônaco", disse Gasly à Sky Sports.

"Em uma pista como o Canadá, a velocidade máxima é extremamente importante e a classificação foi bastante difícil, é sempre frustrante perder com uma diferença tão pequena."

Quando perguntado sobre o benefício da nova especificação, Gasly disse: "A velocidade na reta, quando você diminui a potência, você obtém mais do motor.”

"Em uma pista como o Canadá, onde você tem longas retas, o ganho de tempo de volta é muito importante."

Hartley, usando a nova especificação, progrediu confortavelmente durante o primeiro segmento de classificação e vai largar em 12º no domingo.

"O lado positivo é que Brendon fez um bom trabalho com as melhorias, então eu não vejo a hora de para colocar isso de volta no meu carro o quanto antes."

"Estou sempre cheio de esperança. Nas corridas tudo pode acontecer. Não será fácil, mas as corridas nunca são fáceis, eu só tenho que dar tudo e ver o que conseguimos amanhã".

Confira o guia do circuito do Canadá

 

Alonso não sabe explicar passo atrás da McLaren no Canadá

Artigo anterior

Alonso não sabe explicar passo atrás da McLaren no Canadá

Próximo artigo

Quarto do grid, Hamilton admite: "Ferrari trabalhou melhor"

Quarto do grid, Hamilton admite: "Ferrari trabalhou melhor"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Localização Circuit Gilles-Villeneuve
Pilotos Pierre Gasly