Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
44 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
51 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
65 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
79 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
93 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
100 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
114 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
128 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
135 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
149 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
170 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
184 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
212 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
219 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
233 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
240 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
254 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
268 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
275 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
289 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
303 dias

Gasly e Giovinazzi são punidos por atrapalhar rivais

compartilhar
comentários
Gasly e Giovinazzi são punidos por atrapalhar rivais
Por:
25 de mai de 2019 18:40

Piloto da Red Bull obstruiu volta de Romain Grosjean enquanto italiano da Alfa Romeu impediu a passagem de Nico Hulkemberg

Pierre Gasly foi punido em 3 posições após obstruir a passagem de Romain Grosjean na saída da curva do casino nos momentos finais do Q2. Outro punido foi o piloto da Alfa Romeo, Antonio Giovinazzi, que de acordo com a decisão dos comissários, “impediu de forma desnecessária” a passagem de Nico Hulkemberg na subida da Rascasse, durante o Q1.

Leia também:

O incidente envolvendo Grosjean e Gasly, impediu o piloto da Haas de tentar melhorar seu tempo, sendo eliminado no Q2 enquanto seu companheiro, Kevin Magnussen, avançou ao Q3.

Gasly, que avançou à fase final do treino classificatório, conseguiu a quinta posição, mas largará em oitavo em decorrência da punição. Além de sair atrás, o piloto da Red Bull também somou um ponto em sua superlicença.

“O piloto do carro n.º 8 (Grosjean) precisou frear fortemente para evitar uma colisão com o carro n.º 10 (Gasly), o que claramente desacelerou sua volta de preparação e o tirou de sua trajetória. Naquele momento o carro n.º 8 era claramente o único carro em uma volta rápida na área do incidente e os fiscais aceitaram que o piloto do carro n.º 10 não teve a oportunidade de enxergar o carro n.º 8, mas a equipe admitiu que falhou em alertar o piloto”.

Magnussen, Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat foram os pilotos beneficiados pela decisão dos comissários pois avançaram uma posição no grid.

Perguntado sobre o ocorrido, Grosjean disse: “Pobre rapaz, ninguém o alertou de nada. Isso teve grandes, grandes consequências para mim porque eu não pude entrar no Q3 e acabei na 13ª posição. Acho que a Red Bull f*** com ele, porque não havia nada que Pierre pudesse fazer”.

Giovinazzi também perdeu três posições e ganhou punição de um ponto em sua licença. Os fiscais aceitaram que o italiano foi alertado muito tarde da aproximação de Hulkenberg, mas destacaram que ele “teve a oportunidade de dar mais espaço independente do alerta do time”.

Assim como Grosjean fez em relação a Gasly, Hulkenberg absolveu Giovinazzi.

“É claro que não foi o ideal. Eu fui aos fiscais com o incidente. Basicamente, o time alertou Antonio muito tarde, o que não é muito perdoável, porque nessas curvas você não consegue ver um carro vindo. Não foi realmente culpa dele, mas isso não me ajudou em nada no Q1”.

Com a punição, Giovinazzi que originalmente largaria de 15º, sairá atrás de Charles Leclerc, e dos dois pilotos Racing Point, Sergio Perez e Lance Stroll.

 

Com a colaboração de Oleg Karpov e Adam Cooper

Próximo artigo
Hamilton achou que cerca em Mônaco iria cair em comemoração

Artigo anterior

Hamilton achou que cerca em Mônaco iria cair em comemoração

Próximo artigo

Ferrari admite que assumiu riscos desnecessários com Leclerc

Ferrari admite que assumiu riscos desnecessários com Leclerc
Carregar comentários