Hamilton coloca GP da Hungria entre suas melhores na F1 e agradece Mercedes: "Não teria acontecido sem esses caras"

O hexacampeão agradeceu a equipe pelo trabalho feito na fábrica e nos boxes

Hamilton coloca GP da Hungria entre suas melhores na F1 e agradece Mercedes: "Não teria acontecido sem esses caras"
Carregar reprodutor de áudio

Lewis Hamilton não deu chances para ninguém no GP da Hungria de Fórmula 1. O campeão largou na pole position pela 90ª vez e, desde o começo não foi ameaçado por nenhum rival, conquistando mais uma vitória tranquila, a segunda em 2020. E, mesmo com um passeio, sem disputas, ele considerou essa uma de suas melhores corridas da carreira.

Após o final da corrida, Hamilton agradeceu primeiramente o trabalho da equipe Mercedes, tanto na fábrica na Inglaterra quanto nos boxes.

Leia também:

"Acredite ou não, eu estava dando o meu melhor, principalmente pela volta mais rápida no final. Eu quero dar os parabéns para todos que estão na fábrica. Principalmente os caras do departamento de Unidades de Potência. Esses caras fizeram um trabalho fantástico nesse ano em desenvolvimento e melhorando o que tínhamos".

Hamilton considerou essa uma de suas melhores corridas, principalmente pela estratégia, que o permitiu fazer uma parada no final para colocar pneus macios novos e garantir o ponto extra da volta mais rápida.

"Honestamente, essa foi uma das minhas corridas favoritas. Apesar de estar correndo sozinho, a corrida teve um desafio diferente para mim. Tínhamos um ótimo ritmo mas, como eu disse, isso não teria acontecido sem esses caras incríveis trabalhando. Tive bons pit stops e uma ótima estratégia".

"No final, como eu estava lidando com os pneus médios por muito tempo, consegui colocar pneus novos e garantir o ponto extra".

O campeão afirmou que está de volta à luta pelo hepta. Segundo Hamilton, ele não estava com a cabeça no lugar no GP da Áustria, mas que tudo se encaixou nas últimas duas semanas.

"Sim, definitivamente estou de volta à luta. Acho que na primeira etapa eu não estava pronto, mas voltei a ter meu foco, o que eu busco a cada corrida. Nas últimas duas, tudo foi fantástico e eu acho que tudo estava no ponto ao longo do final de semana. Precisamos manter isso ao máximo".

Hamilton atingiu mais uma marca no final de semana. Essa foi sua oitava vitória na Hungria e com isso ele empata com Michael Schumacher como os pilotos com maior número de vitórias em um mesmo circuito na história da F1.

Q4: Mercedes voa, Stroll dá as caras, Ferrari avança e Red Bull regride na Hungria

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista exclusiva com Igor Fraga

 

compartilhar
comentários
F1: Hamilton vence fácil o GP da Hungria; Verstappen segura Bottas
Artigo anterior

F1: Hamilton vence fácil o GP da Hungria; Verstappen segura Bottas

Próximo artigo

Terminar em segundo foi como vencer, diz Verstappen

Terminar em segundo foi como vencer, diz Verstappen
Carregar comentários