F1: "Foi o fim de semana mais difícil que tive", comemora Hamilton após vitória no GP de São Paulo

O piloto britânico destacou o trabalho de recuperação para conquistar sua 101ª vitória e diminuir a diferença para o líder do campeonato

F1: "Foi o fim de semana mais difícil que tive", comemora Hamilton após vitória no GP de São Paulo
Carregar reprodutor de áudio

Parecia improvável após a troca de motor e a desqualificação para a corrida Sprint. Mas o heptacampeão Lewis Hamilton conquistou neste domingo, em Interlagos, a sua vitória de número 101 na Fórmula 1. 

O piloto da Mercedes saiu da décima posição na largada para uma disputa intensa com Max Verstappen, que durou várias voltas, até conseguir a ultrapassagem e partir para mais uma vitória na carreira.

Leia também:

Além de somar mais uma vitória à sua consagrada carreira, o heptacampeão diminuiu a diferença em relação a Verstappen para 14 pontos na disputa pelo título da temporada de 2021.

O piloto inglês ainda ergueu a bandeira do Brasil na volta após a bandeirada, em gesto que relembrou o ídolo Ayrton Senna. Depois, ainda subiu sobre a mureta do pitlane e mostrou a bandeira brasileira para a torcida e a carregou para o pódio também.

"Estou muito, muito grato pelo incrível apoio que tive neste fim de semana. Não senti isso desde Silverstone, foi quando tive meu próprio país de apoio. Mas desde então tem sido muito difícil. Então, ouvir isso durante o fim de semana foi realmente humilhante e sim, eu tenho dito tipo obrigado, Brasil", destacou o piloto, ao agradecer o apoio que teve em Interlagos.

"Que corrida. A equipe fez um trabalho incrível. Valtteri fez um ótimo trabalho hoje para conseguir o máximo de pontos possível. Então, sim, quero dizer, eu estava pressionando. Você sabe como é. Eu estava dando tudo o que podia. Mas com o final do grid e depois com outra penalização de cinco lugares foi, penso eu, o fim de semana mais difícil que tive"

Durante a comemoração, o heptacampeão lembrou de uma vitória semelhante que aconteceu ainda nas categorias de base. "Mas meu pai disse que me lembrava de 2004, quando eu estava na Fórmula 3 em Bahrain, e comecei por último e terminei em 10º. E terminei em primeiro. Então, este é para o meu pai."

O piloto também falou sobre a disputa acirrada pelo título com Max Verstappen. "Chegando neste fim de semana, nunca pensei que seríamos capazes de diminuir a diferença como fizemos hoje. E então essas coisas, eles continuaram indo contra nós. Mas eu acho que isso realmente mostra, e para todos, nunca desista do que quer que esteja enfrentando. Você apenas tem que continuar lutando, continuar caindo, continuar lutando e nunca, nunca parar de lutar. E é assim que eu meio que abordei esta semana e a inspiração de todos os lados, mas parece que foi a primeira, porque eu não sinto que tenho uma vitória há muito tempo."

F1 AO VIVO: A BATALHA de São Paulo; a volta da F1 ao Brasil, veja toda repercussão

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #145 - TELEMETRIA: Rico Penteado analisa fim de semana em Interlagos

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Após 'derrota' para Hamilton, Verstappen promete: "Estaremos de volta"
Artigo anterior

F1 - Após 'derrota' para Hamilton, Verstappen promete: "Estaremos de volta"

Próximo artigo

F1: Band bate Globo e lidera audiência com GP de São Paulo

F1: Band bate Globo e lidera audiência com GP de São Paulo
Carregar comentários