Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
12 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
40 dias

Hamilton diz que compromissos fora das pistas são “estimulantes”

compartilhar
comentários
Hamilton diz que compromissos fora das pistas são “estimulantes”
13 de set de 2018 18:16

Líder do campeonato visitou China e Estados Unidos antes de desembarcar em Singapura, mas minimiza efeito negativo de maratona

Tetracampeão mundial de Fórmula 1 e atual líder do campeonato, Lewis Hamilton é um dos esportistas mais bem-sucedidos do mundo e um dos mais requisitados para ações de marketing de patrocinadores.

Após o GP da Itália, há 11 dias, e a chegada a Singapura, o piloto da Mercedes participou de eventos em Xangai, na China, e em Nova York.

Ao ser questionado sobre este assunto durante a coletiva oficial da F1, se a maratona de viagens e compromissos poderia atrapalhá-lo na briga pelo título, Hamilton minimizou o efeito.

“Não que eu ache fácil. Assim que eu saio das corridas, eu consigo me desligar“, disse Hamilton. “Mas não é assim toda semana, é apenas uma hora agitada para mim, com muita coisa acontecendo. Eu viajei muito mais nestas duas semanas do que o ano todo.”

“Não houve um único momento durante essas duas semanas em que eu não estava pensando em competir, no campeonato e como eu quero chegar. Sabendo que estamos chegando a uma corrida difícil, você precisa ver se pode fazer mais.”

“Recebo muita energia dessas coisas diferentes que faço. Acho isso estimulante e acho que você verá que meus resultados mostraram isso nos últimos anos. Este foi realmente o ano em que eu menos viajei, pelo menos em comparação aos últimos cinco anos, então...”

Hamilton também admite que não pensa “conscientemente” sobre a vantagem que possui sobre Sebastian Vettel, atualmente em 30 pontos, dez vezes mais do que no ano passado, antes da etapa na Ásia.

“Pode [pensar] no subconsciente, mas eu realmente não penso nisso. Não mudo o meu jeito, no momento, não há razão para mudar. Há muitos pontos ainda disponíveis, então a abordagem é exatamente a mesma de todo o ano.”

“Parece estar funcionando, então vamos continuar assim enquanto pudermos. Mas esperamos que haja algumas corridas difíceis pela frente. Obviamente, a Ferrari tem estado à frente de nós nas últimas corridas, então será difícil.”

 

Próximo artigo
Na Ferrari, Leclerc diz que objetivo para 2019 é o título

Artigo anterior

Na Ferrari, Leclerc diz que objetivo para 2019 é o título

Próximo artigo

Massa vê como “inaceitável” possível ausência de Ocon na F1

Massa vê como “inaceitável” possível ausência de Ocon na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Singapura
Pilotos Lewis Hamilton Compre Agora