Fórmula 1
04 set
Próximo evento em
24 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
31 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
45 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
108 dias

Hamilton elogia Alonso e defende permanência de Vettel na F1: "Se ele parar antes da hora, será uma pena"

compartilhar
comentários
Hamilton elogia Alonso e defende permanência de Vettel na F1: "Se ele parar antes da hora, será uma pena"
9 de jul de 2020 16:53

Na coletiva desta quinta, Hamilton respondeu a perguntas sobre o retorno de Alonso e falou da importância de manter Vettel na F1

Enquanto o retorno de Fernando Alonso à Fórmula 1 está confirmado, a permanência de Sebastian Vettel na categoria após o final deste ano ainda é dúvida. E o futuro do alemão voltou a ser tema da coletiva dos pilotos nesta quinta-feira, onde Lewis Hamilton elogiou Alonso e reforçou seu desejo de que o tetracampeão siga na categoria.

Assim como na semana passada, a coletiva para o GP da Estíria contou com todos os 20 pilotos do grid, sendo divididos por equipes, além de ser feita totalmente online, sem a presença dos jornalistas na sala.

Leia também:

A Mercedes fechou a programação do dia, e Hamilton e Valtteri Bottas responderam a questões sobre o GP da Áustria e projeções para a prova do domingo, a volta do finlandês a Mônaco durante a semana e as situações de Vettel e Alonso.

Já no início, Hamilton foi perguntado sobre o retorno de Alonso à F1 e se ele havia ficado feliz com a notícia.

“Por que não [ficaria feliz]? No final, quanto mais pilotos de ponta tivermos, melhor é para o esporte. Eu ainda não falei com ele, então não sei mais sobre sua volta. Mas o parabenizo”.

Hamilton ainda foi perguntado sobre o impacto que a idade pode ter na performance de um piloto de F1, citando o caso de Alonso, que voltará com 39 anos.

“Imagino que tenha pontos positivos e negativos nisso. Acho que a experiência definitivamente conta quando você está trabalhando com uma equipe que busca evoluir e dar um passo adiante. Essa experiência pode ajudar a equipe a ir na direção certa. Então isso é um bônus”.

“Eu ainda não sei como é ter 40 anos, então não sei o quão desafiante é em termos físicos. Michael voltou e ele estava em ótima forma naquela idade. Então não tenho dúvidas que Fernando estará em boa forma. Para mim, o bônus é que eu não serei mais o segundo mais velho; volto a ser o terceiro. Para mim é ótimo”.

Na sequência, o hexacampeão foi perguntado sobre o quão mais forte a F1 seria com a volta de Alonso e o quanto a categoria sofreria com uma possível saída de Vettel. Hamilton reafirmou sua vontade de ter o rival no grid nos próximos anos.

“O ganho e a perda, acho que não importa o que acontecer, a Fórmula 1 vai continuar. Eles vão nos substituir por outros. Então não diria que há uma perda para a F1 se você comparar com pilotos que entraram em anos anteriores. Acredito que a categoria tenha crescido em uma direção positiva”.

“Mas se Seb parar antes da hora, será uma pena. Acredito que ele tem muito mais para mostrar ao esporte e pode conquistar mais coisas. Novamente, o foco deveria ser manter o maior número possível de pilotos de ponta”.

“Então seria ótimo manter os campeões mundiais. Seb é um campeão. Fernando é um campeão. Acredito que o esporte só teria a ganhar com isso”.

TELEMETRIA: A volta de Alonso à F1 e o GP da Estíria com Rico Penteado

PODCAST #057: O início da F1 na Áustria com a participação de Felipe Drugovich

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Albon diz que "faria a mesma coisa" em nova batalha com Hamilton

Artigo anterior

Albon diz que "faria a mesma coisa" em nova batalha com Hamilton

Próximo artigo

Mercedes e Ferrari serão advertidas pela FIA por saídas de Bottas e Leclerc da Áustria

Mercedes e Ferrari serão advertidas pela FIA por saídas de Bottas e Leclerc da Áustria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1