Fórmula 1
03 jul
-
05 jul
Evento encerrado
10 jul
-
12 jul
Evento encerrado
R
GP da Hungria
17 jul
-
19 jul
Próximo evento em
1 dia
31 jul
-
02 ago
Próximo evento em
15 dias
R
GP de 70º aniversário
07 ago
-
09 ago
Próximo evento em
22 dias
28 ago
-
30 ago
Próximo evento em
43 dias
04 set
-
06 set
Próximo evento em
50 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
25 set
-
27 set
Próximo evento em
71 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
-
25 out
Próximo evento em
99 dias
R
GP do México
30 out
-
01 nov
Próximo evento em
106 dias
13 nov
-
15 nov
Próximo evento em
120 dias
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
134 dias

Honda teve que mudar configuração de motor no grid no Japão

compartilhar
comentários
Honda teve que mudar configuração de motor no grid no Japão
Por:
8 de out de 2018 16:35

Fabricante japonesa, depois de ter aval da FIA negado pouco antes da corrida, teve que alterar novamente acerto feito no parque fechado

A Honda teve que abortar uma mudança planejada para melhorar seu motor atualizado depois de ser "surpreendida" por uma instrução da FIA antes do início do GP do Japão.

A fabricante japonesa queria fazer uma mudança no carro de Pierre Gasly depois da qualificação, durante as condições de parque fechado, para lidar com as oscilações que ainda estão ocorrendo nas trocas de marcha do motor atualizado. Antes do GP, a FIA confirmou que a Honda alterou as configurações pós-mudança de marcha dos carros da Toro Rosso.

O pedido por escrito foi aprovado pelo delegado técnico da FIA, Jo Bauer.

Porém, a Honda diz que foi informada no grid que precisava desfazer a alteração, mas não sabe por quê. Entende-se que foi considerado que a Honda não fez a mudança como foi solicitado, por isso teve que reverter para a configuração anterior.

Um comentário oficial da FIA é esperado em breve, mas ainda não estava disponível no momento desta matéria.

Gasly teve que alterar o timing de suas mudanças de marcha para cima durante o GP, em que terminou fora dos pontos, em 11º, depois de começar em sétimo.

Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13

Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR13

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

A Honda diz que a mudança não limitou o desempenho do motor na corrida, mas quer mais informações sobre o motivo de a FIA ter mudado sua decisão original.

"Nós enviamos o pedido de mudança no parc fermé para a FIA", disse o diretor técnico da Honda F1, Toyoharu Tanabe.

"Eles aprovaram, é por isso que eles emitiram o documento. Eu preciso descobrir exatamente porque eles mudaram sua decisão. Isso foi feito por alguém. Ficamos surpresos, porque eles disseram sim. De repente, no grid, eles disseram que não. Precisamos respeitar a decisão da FIA, por isso alteramos tudo novamente."

Tanabe disse que era "difícil dizer se as alterações são grandes ou pequenas", mas o fato de a FIA inicialmente ter dito sim mostrou que a Honda não estava tentando introduzir um grande diferencial de desempenho.

Os pilotos da Toro Rosso ainda relataram melhor dirigibilidade após a atualização ter sido introduzida nos treinos na semana passada na Rússia.

O upgrade da Honda desempenhou um papel fundamental no fato de Brendon Hartley e Pierre Gasly terem se classificado em sexto e sétimo em Suzuka, apesar de não terem marcado pontos devido a problemas na largada e nos pneus, respectivamente.

"Do ponto de vista do desempenho, estamos felizes", disse Tanabe.

"As oscilações pós-mudança de marcha, talvez alguma entrega de torque em baixa RPM, vamos avaliar os dados daqui e podemos melhorar para a próxima corrida."

Próximo artigo
Hamilton: Mercedes derrotou a Ferrari na guerra psicológica

Artigo anterior

Hamilton: Mercedes derrotou a Ferrari na guerra psicológica

Próximo artigo

Matemática do título: como Hamilton pode ser penta nos EUA

Matemática do título: como Hamilton pode ser penta nos EUA
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Localização Suzuka
Autor Scott Mitchell