Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
20 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
34 dias
04 dez
Próximo evento em
76 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
83 dias

Hulkenberg: "Últimos sete ou oito dias foram loucos"

compartilhar
comentários
Hulkenberg: "Últimos sete ou oito dias foram loucos"
Por:

Substituto de Sergio Pérez na Racing Point ainda afirmou que "não há tempo para celebrar ainda, porque amanhã é o grande dia"

Nico Hulkenberg admitiu que ficou "surpreso" por se classificar em terceiro para o GP dos 70 anos da F1 e que temeu danificar seu carro por sair da pista. Depois de passar por altos e baixos, o alemão classificou os últimos dias como "loucos".

O veterano substitui Sergio Pérez, que também se ausentou das atividades do último fim de semana por conta de ter sido diagnosticado com o coronavírus. Na semana anterior, Hulkenberg foi chamado às pressas pela Racing Point, mas uma falha no motor de seu carro o impediu de correr no domingo.

Leia também:

No entanto, neste sábado nenhuma falha impediu o alemão de emplacar a terceira melhor volta na classificação. Com isso, Hulkenberg largará na segunda fila, atrás das duas Mercedes.

"Os últimos sete ou oito dias foram loucos ou o que quer que seja agora", disse o alemão. "Na última semana o ponto alto foi o retorno, e então o baixo no domingo, então foi muito extremo. Neste fim de semana eu me senti muito melhor, obviamente, no carro, muito mais preparado".

"O quali ainda é complicado. No Q2 eu dificultei minha própria vida um pouco, e fiquei com um pouco de medo de que pudesse ter danificado o carro", disse Hulkenberg sobre sua escapada de pista no fim do segundo setor.

"E então no Q3 foi apenas abaixar a cabeça e seguir em frente, força máxima, o que querque eu tivesse. Fiquei um pouco surpreso para ser honesto, por estar lá, mas obviamente estou com um grande sorriso no rosto. Mas também tenho muito respeito pela corrida amanhã", confessou.

O alemão admitiu que a distância da corrida será um teste para sua preparação física por conta de seu pouco tempo de preparação desde a última semana.

"Essa definitivamente vai doer um pouco mais, por não ter tido a experiência da semana passada, e não ter feito as manobras de largada e tudo mais, porque este carro ainda é novo para mim. Mas faremos o que pudermos. Vou tentar aprender rápido e manter o carro onde ele merece".

Questionado sobre suas expectativas para garantir um lugar no grid em 2021, ele disse: "Bem, é apenas sábado, sempre há o domingo que importa mais, obviamente. Definitivamente foi um daqueles destaques, mas não há tempo para celebrar ainda, porque amanhã é o grande dia".

Assista o Q4, que traz debate o sábado na Inglaterra:

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

 
Hamilton lamenta 'derrota' e destaca Bottas após perder a pole

Artigo anterior

Hamilton lamenta 'derrota' e destaca Bottas após perder a pole

Próximo artigo

F1: Verstappen aposta em estratégia de pneus para caçar o pódio

F1: Verstappen aposta em estratégia de pneus para caçar o pódio
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de 70º aniversário
Pilotos Nico Hulkenberg
Autor Adam Cooper