Magnussen reclama de Hamilton: "Sempre entra no meu caminho"

Kevin Magnussen diz que Lewis Hamilton o atrapalhar na pista não é novidade após se sentir prejudicado pelo britânico no primeiro dia de treinos para o GP da Hungria

Magnussen reclama de Hamilton: "Sempre entra no meu caminho"
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Kevin Magnussen, Haas VF-17
Lewis Hamilton, Mercedes-Benz F1 W08 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes-Benz F1 W08 Hybrid
Esteban Ocon, Force India VJM10
Carregar reprodutor de áudio

Kevin Magnussen não teve um dia para celebrar. Nesta sexta-feira (28), o dinamarquês viu o tempo de pista ser limitado após ceder o carro para Antonio Giovinazzi no TL1 e ver o italiano sofrer um acidente - o que complicou ainda mais o trabalho de Magnussen, que precisou esperar o carro ser reparado para então completar poucas voltas no TL2.

Quando finalmente foi à pista, Magnussen se sentiu prejudicado por Lewis Hamilton, dizendo ao engenheiro, via rádio: "O que Lewis está fazendo?"

Questionado pelo Motorsport.com sobre o incidente, Magnussen disse: "Não havia ninguém na frente dele e ainda assim ele decidiu andar muito lento no último setor, quando eu vinha em uma volta boa."

"É apenas desnecessário ele andar tão lento no último setor, sem ninguém à frente. Ele sempre entra no meu caminho, então não é nenhuma novidade. Eu completei somente quatro voltas hoje e ele conseguiu entrar no meu caminho", disparou.

No GP de Mônaco, Magnussen já havia criticado Hamilton pelo mesmo motivo. Além disso, o piloto da Haas diz que não mencionou isso a Hamilton por um simples motivo: "Na verdade eu não falo com ele."

"O que eu poderia fazer? Eu não piloto o carro dele. Alguns pilotos simplesmente não se importam. Se acontecer o mesmo em um dia que ele estiver em uma boa volta em uma classificação, não vou me importar. Não há nada de ilegal no que ele faz, é apenas um pouco desrespeitoso", acrescentou.

Quem também reclamou por julgar ter sido atrapalhado foi Daniel Ricciardo, que criticou bastante Esteban Ocon após o TL2.

"Ele sempre está no caminho, sempre. Eu não gosto da atitude dele, é apenas um treino livre. Terei de conversar com ele no fim das contas", reclamou.

Ao ser confrontado com os comentários de Ricciardo, Ocon respondeu: "Ele pode vir falar comigo, mas ele estava em uma volta lenta e é apenas um treino livre, então as pessoas precisam se acalmar. Eu estava fazendo o meu, ele estava fazendo o dele. Eu não impedi ninguém."

Perguntado se planejava discutir o incidente com Ricciardo, Ocon respondeu: "Sem problemas."

compartilhar
comentários
Kimi mantém otimismo: Muitas coisas podem mudar amanhã
Artigo anterior

Kimi mantém otimismo: Muitas coisas podem mudar amanhã

Próximo artigo

Hulkenberg perde cinco posições no grid do GP da Hungria

Hulkenberg perde cinco posições no grid do GP da Hungria