Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
27 dias
06 mai
Próximo evento em
69 dias
20 mai
Próximo evento em
83 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
97 dias
10 jun
Próximo evento em
104 dias
24 jun
Próximo evento em
118 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
125 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
139 dias
29 jul
Próximo evento em
153 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
181 dias
02 set
Próximo evento em
188 dias
09 set
Próximo evento em
195 dias
23 set
Próximo evento em
209 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
216 dias
07 out
Próximo evento em
223 dias
21 out
Próximo evento em
237 dias
28 out
Próximo evento em
244 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
280 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
289 dias

McLaren estima ganho de 1s com adoção do motor Renault

Eric Boullier revela que dados da nova unidade de potência nos simuladores da equipe causaram impressão positiva

compartilhar
comentários
McLaren estima ganho de 1s com adoção do motor Renault
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren
Eric Boullier, McLaren Racing Director
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32

Diretor esportivo da McLaren, Eric Boullier estimou que sua equipe ganhou 1s de imediato com a adoção do motor Renault no lugar do Honda para a temporada de 2018 da F1.

A equipe inglesa enfrentou grandes dificuldades com os propulsores japoneses nos últimos três anos, seja por falta de potência, seja por falta de confiabilidade. Assim, a parceria foi rompida para este ano – a McLaren adotará os Renault, enquanto que a Honda equipará os carros da Toro Rosso.

De acordo com Boullier, por mais que a equipe ainda tenha cautela para traçar metas para a próxima campanha, os ganhos já ficaram evidentes nas primeiras simulações.

“Precisamos de um tempo para nos adaptar e ainda é cedo para dizer. Não somos a única equipe e não sei o que as outras equipes fizeram neste recesso”, comentou, em entrevista ao jornal francês L’Equipe.

“Mas introduzimos os dados da Renault no simulador e descobrimos que, apenas por trocar o motor, ganhamos muito tempo de volta.”

Questionado sobre o quanto isso representaria, estimou: “Um segundo.”

Para se ter uma ideia, Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne ficaram, respectivamente, a 2s4 e 2s5 do tempo da pole position no último GP disputdo em 2017, em Abu Dhabi. A dupla será mantida para a temporada de 2018.

Claire Williams apoia banimento das grid girls na F1

Artigo anterior

Claire Williams apoia banimento das grid girls na F1

Próximo artigo

F1 anuncia criação de grid kids a partir desta temporada

F1 anuncia criação de grid kids a partir desta temporada
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren