Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Treino Livre 1 em
06 Horas
:
34 Minutos
:
51 Segundos
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
12 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
54 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
61 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
24 set
-
27 set
Próximo evento em
82 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
110 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
117 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
131 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
145 dias

Chefe da Mercedes diz o que a equipe deve fazer para ficar na F1

compartilhar
comentários
Chefe da Mercedes diz o que a equipe deve fazer para ficar na F1
Por:
9 de dez de 2019 11:51

Toto Wolff crê que a diminuição dos custos da controladora da marca na F1 será determinante "a longo prazo"

A Mercedes ficará na Fórmula 1 "a longo prazo" se puder reduzir a contribuição da controladora Daimler, de acordo com o chefe da equipe, Toto Wolff. No início deste ano, as contas da Mercedes, documentando seus gastos em 2018, revelaram uma contribuição líquida da Daimler de menos de £ 40 milhões, com o prêmio em dinheiro da F1 e o patrocínio à frente da maior parte de seu orçamento.

A Mercedes não mostrou sinais de querer sair da F1 após a próxima temporada, apesar das especulações que a associam a uma saída do campeonato mundial antes do próximo conjunto de regulamentos.

Leia também:

O pessoal sênior da Daimler esteve presente no final da temporada em Abu Dhabi no fim de semana passado, com a integrante do conselho Britta Seeger recebendo o troféu de construtores no pódio.

Wolff acredita que o valor que a Mercedes obtém do seu programa de F1, que conquistou os últimos seis títulos de pilotos e construtores, é um fator importante em suas pretensões de continuar, mas parou de dizer que houve garantias sobre o futuro.

"Eu sou o responsável pelas atividades de corrida", disse Wolff. “Mas também sou o primeiro a reconhecer que os tempos na indústria automobilística estão mudando e que todas as atividades precisam ser observadas”.

“A Fórmula 1 e o automobilismo geralmente são atividades que acreditamos que fazem parte do nosso DNA principal. O primeiro Mercedes de todos os tempos era um carro de corrida”, seguiu.

“Acho que precisamos nos tornar mais eficientes. Precisamos fornecer um projeto comercial sólido. Precisamos reduzir a contribuição da Daimler em nosso exercício e, se conseguirmos isso, estaremos na Fórmula 1 a longo prazo”.

A equipe de F1 da Mercedes foi revivida em 2010, 55 anos após sua entrada inicial, mas levou até 2012 para vencer novamente.

A Mercedes terminou em segundo no campeonato de construtores em 2013, mas seu maior passo ocorreu um ano depois, quando passou para os motores turbo-híbridos V6 e iniciou um período de dominação sem precedentes.

A equipe já conquistou 12 títulos e 93 corridas, obteve mais de 100 pole positions e conquistou quase 200 pódios desde 2010.

"A F1 representa um dos melhores retornos sobre investimentos em todo o grupo Daimler", disse Wolff. “Estamos gerando mais de um bilhão em retorno. E no final, é tudo da marca. Acho que o que estamos fazendo é um ótimo entretenimento, mas também é tecnologia. São os motores híbridos mais eficientes e dão à marca uma imagem esportiva”.

“Desde que começamos nossa jornada de sucesso em 2014, participamos da criação de uma imagem diferente da Mercedes. É claro que os carros de passeio, o estilo e a tecnologia são a parte mais relevante, mas acho que a conquista da Fórmula 1 adicionou nossa pequena contribuição para mudar a maneira como a marca está sendo percebida. E é por isso que os membros do conselho estão aqui, é positivo para a Daimler”.

Entenda 10 razões para acreditar que Hamilton pode trocar Mercedes por Ferrari

Galeria
Lista

1 - Futuro da Mercedes no mundial. A era híbrida da F1 teve apenas um grande nome: Mercedes. Todos os títulos de construtores e pilotos foram vencidos pela equipe alemã, mas o novo regulamento técnico e esportivo de 2021 poderá mudar a geografia das melhores equipes da F1.

1 - Futuro da Mercedes no mundial. A era híbrida da F1 teve apenas um grande nome: Mercedes. Todos os títulos de construtores e pilotos foram vencidos pela equipe alemã, mas o novo regulamento técnico e esportivo de 2021 poderá mudar a geografia das melhores equipes da F1.
1/18

Foto de: Sutton Motorsport Images

A fabricante alemã também já está com um olho mais atento ao mercado elétrico, com uma equipe na Fórmula E, além de ainda não cravar que permanecerá no grid após 2021.

A fabricante alemã também já está com um olho mais atento ao mercado elétrico, com uma equipe na Fórmula E, além de ainda não cravar que permanecerá no grid após 2021.
2/18

Foto de: XPB Images

2 - A ‘rádio paddock’ também fala de um certo distanciamento de Toto Wolff da fábrica, sendo até vinculado a um novo papel dentro da F1.

2 - A ‘rádio paddock’ também fala de um certo distanciamento de Toto Wolff da fábrica, sendo até vinculado a um novo papel dentro da F1.
3/18

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Hamilton já declarou que quer estar sempre próximo ao chefão, mas se a separação for inevitável, nada poderá segurá-lo na Mercedes.

Hamilton já declarou que quer estar sempre próximo ao chefão, mas se a separação for inevitável, nada poderá segurá-lo na Mercedes.
4/18

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

3 - Wolff também não cravou que Hamilton permanecerá no time, com “25% de chances” dele mudar de equipe...

3 - Wolff também não cravou que Hamilton permanecerá no time, com “25% de chances” dele mudar de equipe...
5/18

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

... e não vendo problemas em Hamilton conversar com dirigentes da equipe de Maranello.

... e não vendo problemas em Hamilton conversar com dirigentes da equipe de Maranello.
6/18

Foto de: Mercedes-Benz

4 - Hamilton foi visto algumas vezes conversando com um dos homens fortes da Ferrari, John Elkann...

4 - Hamilton foi visto algumas vezes conversando com um dos homens fortes da Ferrari, John Elkann...
7/18

Foto de: Erik Junius

... o que deixou a mídia italiana alerta, aumentando a expectativa de uma possível mudança.

... o que deixou a mídia italiana alerta, aumentando a expectativa de uma possível mudança.
8/18

Foto de: Erik Junius

5 - Motivação: A tendência é que em 2020 a Mercedes se mantenha na frente e que Hamilton conquiste o sétimo título mundial, igualando o número de títulos e certamente quebrando recorde de vitórias de Schumacher.

5 - Motivação: A tendência é que em 2020 a Mercedes se mantenha na frente e que Hamilton conquiste o sétimo título mundial, igualando o número de títulos e certamente quebrando recorde de vitórias de Schumacher.
9/18

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

O ano de 2021 seria um dos últimos de Hamilton na F1 e para deixar seu nome ainda mais sólido na história, ele poderia ver uma chance de conseguir o octa mundial na casa em que Michael Schumacher foi mais vitorioso.

O ano de 2021 seria um dos últimos de Hamilton na F1 e para deixar seu nome ainda mais sólido na história, ele poderia ver uma chance de conseguir o octa mundial na casa em que Michael Schumacher foi mais vitorioso.
10/18

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

6 - Para sacramentar, seria um título por uma terceira equipe diferente e com um motor não sendo da Mercedes, pela primeira vez.

6 - Para sacramentar, seria um título por uma terceira equipe diferente e com um motor não sendo da Mercedes, pela primeira vez.
11/18

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

7 - Caso a negociação entre Hamilton e Mercedes se arraste, a pressão dos italianos poderá aumentar sobre a escuderia, com a continuidade da má fase de Sebastian Vettel.

7 - Caso a negociação entre Hamilton e Mercedes se arraste, a pressão dos italianos poderá aumentar sobre a escuderia, com a continuidade da má fase de Sebastian Vettel.
12/18

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Em 2020, o alemão também encara seu último ano de contrato com a Ferrari, deixando as portas abertas ao inglês.

Em 2020, o alemão também encara seu último ano de contrato com a Ferrari, deixando as portas abertas ao inglês.
13/18

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

8 - Fator Max: O mercado para 2021 promete ser quente. Além de Hamilton e Vettel, Max Verstappen também terá seu último ano de contrato com a Red Bull e já teve seu nome ligado à Mercedes algumas vezes em 2019.

8 - Fator Max: O mercado para 2021 promete ser quente. Além de Hamilton e Vettel, Max Verstappen também terá seu último ano de contrato com a Red Bull e já teve seu nome ligado à Mercedes algumas vezes em 2019.
14/18

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Com a suposta saída de Hamilton, as Flechas de Prata continuaria contando com um dos nomes mais fortes do grid, em matéria de talento.

Com a suposta saída de Hamilton, as Flechas de Prata continuaria contando com um dos nomes mais fortes do grid, em matéria de talento.
15/18

Foto de: Erik Junius

9 - Mick Schumacher: o filho de Michael Schumacher pode ser um fator. O alemão, que competirá na F2 em 2020, é nome certo para o futuro na Ferrari.

9 - Mick Schumacher: o filho de Michael Schumacher pode ser um fator. O alemão, que competirá na F2 em 2020, é nome certo para o futuro na Ferrari.
16/18

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

... mas certamente a equipe de Maranello não o colocará diretamente na equipe principal, podendo ‘experimentá-lo’ por uma ou duas temporadas na Alfa Romeo, assim como fez com Charles Leclerc.

... mas certamente a equipe de Maranello não o colocará diretamente na equipe principal, podendo ‘experimentá-lo’ por uma ou duas temporadas na Alfa Romeo, assim como fez com Charles Leclerc.
17/18

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

10 - Na terra da moda: Tendo que passar mais tempo na Itália, o novo ambiente também poderá favorecer alguns compromissos que Hamilton tem no mundo da moda, facilitando a logística da já agitada vida fora das pistas do inglês.

10 - Na terra da moda: Tendo que passar mais tempo na Itália, o novo ambiente também poderá favorecer alguns compromissos que Hamilton tem no mundo da moda, facilitando a logística da já agitada vida fora das pistas do inglês.
18/18

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

2020 em foco:

Com o fim da temporada da Fórmula 1, fizemos um balanço do ano que está se encerrando e traçamos um panorama sobre o que está por vir em 2020. Confira esse e outros assuntos no episódio dessa semana do podcast do Motorsport.com:

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Siga o Motorsport.com Brasil no TwitterFacebookInstagram e Youtube.

Próximo artigo
Ferrari se curva ao trabalho do Netflix: “Fez diferença para a Fórmula 1”

Artigo anterior

Ferrari se curva ao trabalho do Netflix: “Fez diferença para a Fórmula 1”

Próximo artigo

Hamilton elege 2019 sua melhor temporada na F1; entenda o porquê

Hamilton elege 2019 sua melhor temporada na F1; entenda o porquê
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes Compre Agora
Autor Scott Mitchell