Fórmula 1
03 jul
-
05 jul
Evento encerrado
10 jul
-
12 jul
Corrida em
19 Horas
:
21 Minutos
:
25 Segundos
R
GP da Hungria
17 jul
-
19 jul
Próximo evento em
5 dias
31 jul
-
02 ago
Próximo evento em
19 dias
R
GP de 70º aniversário
07 ago
-
09 ago
Próximo evento em
26 dias
28 ago
-
30 ago
Próximo evento em
47 dias
04 set
-
06 set
Próximo evento em
54 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
25 set
-
27 set
Próximo evento em
75 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
-
25 out
Próximo evento em
103 dias
R
GP do México
30 out
-
01 nov
Próximo evento em
110 dias
13 nov
-
15 nov
Próximo evento em
124 dias
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
138 dias

Mercedes revela nova pintura preta para 2020 em campanha contra o racismo e pela diversidade no esporte

compartilhar
comentários
Mercedes revela nova pintura preta para 2020 em campanha contra o racismo e pela diversidade no esporte
Por:
, Editor
29 de jun de 2020 10:50

A nova pintura, divulgada nesta segunda, faz parte de uma nova campanha da equipe na luta contra o racismo e por um esporte mais inclusivo

Chegamos à tão aguardada semana do início da temporada da Fórmula 1! E não é só a Williams que vai correr com uma pintura nova neste final de semana na Áustria. A Mercedes apresentou nesta segunda uma nova pintura para o W11, que tem como destaque a cor preta como parte de uma campanha contra o racismo

O prata é a cor tradicional da Mercedes na F1, desde a sua primeira participação, em 1954, mas agora terá uma pintura preta que será usada na temporada inteira.

Leia também:

A pintura porém, manterá os detalhes verdes referentes à Petronas, patrocinadora master, e os elementos vermelhos da INEOS, parceira anunciada no início do ano, além das estrelas, símbolo da marca. O carro também terá a mensagem "Pelo fim do racismo" escrita no halo.

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas correrão com macacões pretos durante a temporada e farão ajustes a seus capacetes.

A Mercedes também confirmou que irá lançar seu próprio programa de diversidade e inclusão antes do fim da temporada para lidar com a falta de diversidade dentro da equipe. Atualmente, apenas 3% de seus funcionários são de grupos étnicos minoritários.

"Racismo e discriminação não tem lugar em nossa sociedade, em nosso esporte e em nossa equipe. Essa é uma crença básica na Mercedes. Mas ter as crenças corretas e a cabeça no lugar não é suficiente se nos mantermos em silêncio", disse Toto Wolff.

"Queremos usar nossa voz e nossa plataforma global para defender o respeito e a igualdade, e as Flechas de Prata correrão vestindo preto na temporada 2020 para mostrar nosso comprometimento por uma maior diversidade dentro de nossa equipe e do esporte".

"Não vamos esconder essa fraqueza que temos nessa área, nem o progresso que ainda precisamos obter; nossa pintura é o nosso compromisso público com a tomada de ação".

"Nós queremos encontrar e atrair os melhores talentos vindos da maior gama de origens possível, e criar caminhos verossímeis para eles alcançarem nosso esporte, para construir uma equipe mais forte e mais diversa no futuro".

O anúncio da Mercedes é mais um vindo do mundo da F1 em meio aos protestos globais contra a injustiça racial após a morte de George Floyd em Minneapolis no mês passado.

Hamilton, que corre com a Mercedes desde 2013 e é o único piloto negro a participar de GPs na história da F1, tem sido uma voz ativa nas últimas semanas, cobrando a comunidade da F1 "dominada por brancos" a criar uma maior consciência sobre o racismo e a desigualdade.

Hamilton também anunciou recentemente planos para uma nova comissão com foco em melhorar a diversidade no esporte a motor e em setores de ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

"É importante que aproveitemos esse momento, usando para nos educarmos, seja como indivíduo, marca ou companhia, para fazer mudanças reais em termos de igualdade e inclusão", disse Hamilton.

"Eu pessoalmente vivenciei o racismo em minha vida e vi minha família e amigos vivenciando o racismo. Falo com meu coração quando peço mudanças".

"Quando falei com Toto sobre minhas esperanças do que poderíamos conquistar como equipes, disse que era muito importante nos mantermos unidos nessa luta".

"Queremos construir um legado que vai além do esporte, e, se pudermos ser os líderes, começando a construir uma diversidade maior dentro de nosso próprio negócio, mandará uma mensagem forte, dando a outros a confiança para iniciar um diálogo sobre como implementar essas mudanças".

Na semana passada, a F1 anunciou a campanha "Corremos como um", que promove inclusão e maior diversidade no esporte. A marca da campanha estará presente nos 20 carros na Áustria e será parte fundamental das ações da F1 ao longo da temporada.

Raio-X de Hamilton: veja a metamorfose e as histórias inéditas do maior piloto da F1 na atualidade

PODCAST: F1 pronta para volta! Sérgio Sette Câmara explica como será protocolo detalhado

 

Próximo artigo
Brawn: GPs na Áustria serão emocionantes mesmo sem classificação com grid invertido

Artigo anterior

Brawn: GPs na Áustria serão emocionantes mesmo sem classificação com grid invertido

Próximo artigo

Alonso e Vettel estão em disputa pela vaga de Stroll na Aston Martin, diz jornal italiano

Alonso e Vettel estão em disputa pela vaga de Stroll na Aston Martin, diz jornal italiano
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes Compre Agora
Autor Luke Smith