Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
19 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
33 dias
04 dez
Próximo evento em
75 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
82 dias

Niki Lauda critica Vettel: “Estamos na F1 ou no Coliseu?”

compartilhar
comentários
Niki Lauda critica Vettel: “Estamos na F1 ou no Coliseu?”
Por:
Traduzido por: Gabriel Lima

Após toques durante corrida no Azerbaijão, ex-piloto austríaco critica Ferrari. Arrivabene responde declarações

Maurizio Arrivabene, Team Principal, Ferrari
Niki Lauda, Mercedes AMG F1 Non-Executive Chairman
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 F1 W08 leads Sebastian Vettel, Ferrari SF70H at the restart
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, leads Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Niki Lauda, Mercedes AMG F1 Non-Executive Chairman, Dr Helmut Marko, Red Bull Motorsport Consultant
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, leads Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H

O GP do Azerbaijão, disputado nas ruas de Baku neste último domingo, ateou fogo na temporada de 2017 da Fórmula 1. A corrida foi marcada por dois incidentes envolvendo as Mercedes e as Ferraris. Primeiro, Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen se tocaram na primeira volta. Depois, durante um Safety Car, Sebastian Vettel e Lewis Hamilton protagonizaram um incidente polêmico.

Após a prova, o ex-campeão mundial de F1, Niki Lauda, se disse bastante incomodado com as ocorrências.

"Tivemos o que aconteceu entre Bottas e Raikkonen e depois o episódio de Vettel com Hamilton. Estamos na F1 ou no Coliseu? Se estamos no Coliseu, basta dizer. Aí poderemos seguir com isso.”

"Tendo dito tudo isso, lutamos muito e na Áustria vamos tentar novamente. Estaremos mais determinados do que antes, porque falamos pouco e trabalhamos muito."

Quando perguntado se concordava com a opinião de Sebastian Vettel, de que Lewis Hamilton deveria ter sido penalizado por frear no incidente, o chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, disse: "Criticar pode parecer deselegante, ou uma desculpa da nossa parte.”

"Dito isto, você tem que julgar a situação exatamente como está, e em caso de dúvida, dê à Ferrari o benefício da dúvida. O importante é olhar para frente e ter certeza de que as coisas estão corretas."

"Houve uma bela demonstração disso quando os mecânicos trabalharam no carro de Raikkonen preparando-o na bandeira vermelha. Esta é a Ferrari que eu conheço. Esta é uma equipe que nunca desistirá e continuará assim."

Enquanto Niki Lauda criticou publicamente Vettel, sugerindo que o tetracampeão finalmente perceberia que estava errado analisando o incidente, Arrivabene não se disse interessado em responder.

"Lauda pode dizer o que quiser", afirmou Arrivabene. "Às vezes ele fala por si mesmo, às vezes ele até fala conosco.”

"Mas, como eu disse antes, estamos em silêncio. Trabalhamos e deixamos Lauda falar. Ele tem seus pontos de vista. Nós temos o nosso e nós vamos nos ver na Áustria.”

"Ele continuará a falar e continuaremos a ouvi-lo. Perfeito. Ainda há 12 corridas para o fim."

F1 em chamas: relembre round a round do polêmico GP em Baku

Artigo anterior

F1 em chamas: relembre round a round do polêmico GP em Baku

Próximo artigo

Com pódio, Stroll se torna “herdeiro” dos Villeneuve na F1

Com pódio, Stroll se torna “herdeiro” dos Villeneuve na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Localização Baku City Circuit
Autor Jonathan Noble