Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Nos 10 anos sem vitória brasileira na F1, Barrichello relembra feito; saiba quem pode quebrar jejum

compartilhar
comentários
Nos 10 anos sem vitória brasileira na F1, Barrichello relembra feito; saiba quem pode quebrar jejum
Por:
Co-autor: Felipe Motta
13 de set de 2019 10:55

Vitória no GP da Itália de 2009 foi o último grande feito do Brasil na categoria. O Motorsport.com ouviu Rubinho e os aspirantes que buscam fazer com que o Tema da Vitória volte a tocar

A sexta-feira quando é 13, para muitos, dá azar. Mas há exatos dez anos, esse mesmo dia 13 caiu em um domingo. Um domingo de sol, sorte e talento. O que ninguém sabia é que naquele momento o Brasil ouviria pela última vez o hino nacional em uma cerimônia de pódio na Fórmula 1.

Foi no GP da Itália de 2009 que Rubens Barrichello, na Brawn GP, garantia o 11º triunfo de sua carreira, além também de ser o último da meteórica equipe comandada pelo atual diretor esportivo da categoria. "Lembro de tudo naquele dia", afirma Rubinho, em entrevista exclusiva ao Motorsport.com.

Leia também:

A Corrida

Lewis Hamilton, então campeão do mundo, foi o pole position. O inglês da McLaren tinha uma estratégia de duas paradas, enquanto a dupla da Brawn, Barrichello e Jenson Button, faria apenas uma.

Após o segundo pit stop de Hamilton, a tática da Brawn se mostrou mais eficiente e eles conseguiram se manter à frente da McLaren.

Nas voltas finais, o inglês acabou rodando sozinho, na tentativa desenfreada de buscar a segunda colocação de seu compatriota. Rubinho, que havia largado em quinto, cruzou a linha de chegada quase três segundos à frente de Button. Kimi Raikkonen, na época na Ferrari, foi o terceiro colocado.

“Foi uma corrida muito aguerrida”, disse Barrichello, que abre o sorriso ao lembrar da grande performance. "Foi uma largada muito boa. Em Monza, é sempre perigoso você perder um bico, e aí, fui mandando ver, com uma estratégia diferente da McLaren, em uma época que o carro não era o melhor, mas era competitivo”.

 

Após a corrida, Barrichello era o vice-líder do campeonato, com 66 pontos, 14 atrás de Button. O brasileiro viria a ser superado por Sebastian Vettel, que venceria no Japão e em Abu Dhabi naquele ano.

Com passagem pela Ferrari de 2000 a 2005, sendo duas vitórias em Monza vestindo vermelho, a memória de Rubinho tem reservada o carinho pelos tifosi, mesmo quando ele não fazia mais parte da escuderia.

“Me lembro muito bem, sendo honrosamente aclamado pelos ferraristas, porque ganhei três vezes em Monza. Era uma das minhas melhores pistas, ganhar duas com a Ferrari e uma com a Brawn foi coisa de outro mundo. Lembro do pódio, daquele bando de vermelho aclamando um carinha que fez parte da vida deles.”

Jejuns que terminam, jejuns que começam

Barrichello também tem seu nome ligado a outro jejum brasileiro, que foi de 1993 a 2000, encerrando a seca que durava desde a última vitória de Ayrton Senna. Mas, segundo o atual piloto da Stock Car, as sensações eram bem diferentes.

“São coisas inimagináveis. Naquela época, o Felipe (Massa) estava em um carro competitivo, então achávamos que logo estaríamos vencendo. Mas isso é questão de tempo, daqui a pouco teremos brasileiros voltando a vencer, qualidade não falta."

"Temos um momento de estudo para que o automobilismo possa promover esses meninos de volta à F1. Temos gente na fila para andar, mas tenho certeza de que a gente voltará a ganhar. Agora, o espaço que eu demorei para voltar a ganhar, desde à morte do Senna, eu não vejo coincidência, é só um momento do automobilismo brasileiro.”

Sobre quem reinaugurará a galeria de vitórias brasileiras na F1, Rubinho destaca um nome que ganha cada vez mais força no caminho rumo à maior categoria do automobilismo mundial: “Há muita capacidade. Sou muito fã do Dudu (Eduardo, filho de Barrichello) espero que ele possa guiar, mas tem um menino que também gosto muito que é o Caio Collet. Chegando à F1, acho que ele desponta.”

Confira as imagens do GP da Itália de 2009 

Galeria
Lista

Lewis Hamilton foi o pole, mas tinha estratégia de duas paradas.

Lewis Hamilton foi o pole, mas tinha estratégia de duas paradas.
1/21

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Rubens Barrichello conseguiu se manter à frente, com tática diferente.

Rubens Barrichello conseguiu se manter à frente, com tática diferente.
2/21

Foto de: XPB Images

E tinha Jenson Button logo atrás.

E tinha Jenson Button logo atrás.
3/21

Foto de: XPB Images

O momento que Rubens Barrichello cruzou a linha de chegada.

O momento que Rubens Barrichello cruzou a linha de chegada.
4/21

Foto de: XPB Images

O momento que Rubens Barrichello cruzou a linha de chegada.

O momento que Rubens Barrichello cruzou a linha de chegada.
5/21

Foto de: XPB Images

O momento que Rubens Barrichello cruzou a linha de chegada.

O momento que Rubens Barrichello cruzou a linha de chegada.
6/21

Foto de: XPB Images

E a festa da dupla da Brawn GP.

E a festa da dupla da Brawn GP.
7/21

Foto de: XPB Images

E a festa da Brawn GP.

E a festa da Brawn GP.
8/21

Foto de: XPB Images

Com direito a champanhe

Com direito a champanhe
9/21

Foto de: XPB Images

Sendo carregado pelos fãs e companheiros

Sendo carregado pelos fãs e companheiros
10/21

Foto de: XPB Images

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.
11/21

Foto de: XPB Images

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.
12/21

Foto de: XPB Images

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.
13/21

Foto de: XPB Images

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.

No pódio, a festa inesquecível de Rubinho.
14/21

Foto de: XPB Images

A última vez em que o hino nacional brasileiro tocou após uma corrida da F1.

A última vez em que o hino nacional brasileiro tocou após uma corrida da F1.
15/21

Foto de: XPB Images

A festa do pódio, com o "intruso" Kimi Raikkonen, da Ferrari

A festa do pódio, com o "intruso" Kimi Raikkonen, da Ferrari
16/21

Foto de: XPB Images

A festa do pódio, com o "intruso" Kimi Raikkonen, da Ferrari

A festa do pódio, com o "intruso" Kimi Raikkonen, da Ferrari
17/21

Foto de: Sutton Motorsport Images

A festa continuou depois com a equipe reunida.

A festa continuou depois com a equipe reunida.
18/21

Foto de: XPB Images

A festa continuou depois com a equipe reunida.

A festa continuou depois com a equipe reunida.
19/21

Foto de: XPB Images

A festa continuou depois com a equipe reunida.

A festa continuou depois com a equipe reunida.
20/21

Foto de: XPB Images

A festa continuou depois com a equipe reunida.

A festa continuou depois com a equipe reunida.
21/21

Foto de: XPB Images

O panorama para o futuro

Mas Collet não é o único que pode encerrar o incômodo jejum brasileiro. Nada menos do que seis outros pretendentes estão no caminho da F1, uns mais próximos, outros começando a caminhada.

O Motorsport.com conversou com todos para saber como encaram a responsabilidade de chegar à F1. Em comum entre eles, a pouca memória do triunfo de Barrichello dez anos atrás, já que todos eram muito pequenos.

Caio Collet

Caio Collet

Caio Collet

Photo by: Divulgacao

A aposta de Barrichello está atualmente na Fórmula Renault, e já faz parte do programa da montadora francesa. A carreira do piloto de 16 anos já inclui a terceira colocação no Mundial de Kart de 2015 e o título da F4 Francesa de 2018.

“Da minha parte, fico muito feliz por ter um grande nome do automobilismo mundial, como o Rubinho, apostando que no futuro eu possa estar na Fórmula 1. Ainda temos um longo caminho pela frente, mas esse reconhecimento mostra que estamos no caminho certo."

Pietro Fittipaldi

Pietro Fittipaldi, test and development driver, Haas F1

Pietro Fittipaldi, test and development driver, Haas F1

Photo by: Andy Hone / LAT Images

Neto de Emerson Fittipaldi, Pietro é piloto de testes da Haas na F1, compete no DTM e tem títulos que vão desde os Late Models da NASCAR em 2011, até os êxitos na MRF Challenge de 2016 e a Fórmula V8 3.5.

“Meu próximo passo, meu grande objetivo é ser titular da F1. Estamos trabalhando para chegar lá, vamos ver o que acontece para 2020. É incrível pensar que faz 10 anos que um piloto brasileiro não ganha um GP de F1. Meu objetivo é mudar isso.”

Sérgio Sette Câmara

O mineiro é piloto de testes da McLaren, tendo passado também pelo programa de jovens pilotos da Red Bull. Atualmente, está em seu terceiro ano na Fórmula 2 e ocupa a quinta posição. Além disso, em 2016 Sette Câmara conseguiu a terceira posição no tradicional GP de Macau.

 

 

“Mais do que piloto, sou amante do automobilismo. Entrei no esporte por ser um grande fã, sempre assisti as corridas, e a F1 é a minha grande paixão. A época em que assistia era muito rica, tinha o Felipe Massa andando bem nos primeiros anos, e depois teve o ano da Brawn do Rubinho em que ele disputando o título mundial. Espero que no futuro tenhamos muito mais vitórias brasileiras na F1 e quem sabe eu possa também colocar uma lá no placar, seria um verdadeiro sonho e uma honra.”

Pedro Piquet

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident

Photo by: Gareth Harford / LAT Images

Filho do tricampeão mundial de F1, Nelson, “Pedrinho” foi bicampeão da F3 Brasileira, 2014 e 2015, seguindo para a Europa no ano seguinte na antiga F3 Europeia, hoje F3 Regional. Em 2018, ele pulou para a GP3, terminando na sexta posição, e se manteve na categoria em 2019, hoje F3, já com três vitórias.

Felipe Drugovich

Felipe Drugovich, Carlin Buzz Racing

Felipe Drugovich, Carlin Buzz Racing

Photo by: Joe Portlock / LAT Images

O piloto de 19 anos, nascido em Maringá, no Paraná, já teve o gostinho de levantar campeonatos relevante na Europa e Ásia, como o MRF Challenge, a Euroformula Open e a F3 Espanhola, todas em 2018. Hoje, ele está em seu primeiro ano da F3.

“Ser apontado como um dos que podem quebrar esse jejum é muito legal, me dá bastante força e confiança. Ao contrário do que muita gente pensa, não me sinto pressionado, acho uma coisa legal. Isso quer dizer que as pessoas acreditam que você tem capacidade de chegar lá. A caminhada tem sido boa, procuro aprender o máximo possível, principalmente neste último ano. Nosso 2019 tem sido difícil, mas isso faz você aprender muito, te faz ficar mais completo.”

Enzo Fittipaldi

Enzo Fittipaldi

Enzo Fittipaldi

Também neto de Emerson Fittipaldi, irmão de Pietro, faz parte da Academia da Ferrari e teve como ponto alto o título da F4 Italiana em 2018, além da terceira colocação na F4 Alemã, no mesmo ano. Enzo deu um passo à frente em 2019 e ocupa a vice-liderança da F3 Regional Europeia, com a forte equipe Prema.

“Estou focado na F3 Regional, preciso terminar o campeonato bem, essa é a minha meta agora. Vou tentar dar meu máximo possível e ver onde o futuro me leva. Vou com tudo para o futuro, sempre com o apoio da Ferrari Driver Academy.”

Gianluca Petecof

Gianluca Petecof comemora vitória no pódio da F4 Alemã

Gianluca Petecof comemora vitória no pódio da F4 Alemã

Photo by: Divulgacao

Também integrante da Academia da Ferrari, Gianluca Petecof vem de campanhas nas F4 Italiana e Alemã, também com a Prema. Atualmente ele ocupa a vice-liderança do campeonato italiano com quatro vitórias, e é o sexto do alemão, tendo vencido a primeira prova do ano.

“Para mim, essa caminhada é natural, a cada ano que passa dou o meu melhor, me sacrifico do jeito que tem que ser para conquistar meus objetivos. Seria um grande prazer, uma grande honra poder representar o Brasil na F1, um país que merece ter alguém disputando títulos e ganhando corridas. Estou fazendo tudo o que posso para tornar isso realidade."

Abismo entre décadas

A ausência de vitórias brasileiras na F1 pode ser também o reflexo do que o país tem fornecido à categoria. Além de duas temporadas sem representantes, o ano de 2020 deve manter a triste escrita, fazendo com que apenas quatro nomes (Barrichello, Massa, Felipe Nasr e Bruno Senna) tenham competido na atual década. Se compararmos com a anterior, veremos nada menos do que 11 pilotos que estiveram no grid.

Confira todos os brasileiros que estiveram na F1

Galeria
Lista

Chico Landi - de 1951 a 1956 - 6 corridas

Chico Landi - de 1951 a 1956 - 6 corridas
1/31

Foto de: LAT Images

Gino Bianco - 1952 - 4 corridas

Gino Bianco - 1952 - 4 corridas
2/31

Foto de: LAT Images

Hermano da Silva Ramos - 1956 e 1957 - 7 corridas

Hermano da Silva Ramos - 1956 e 1957 - 7 corridas
3/31

Foto de: LAT Images

Fritz d'Orey (#40) - 1959 - 3 corridas

Fritz d'Orey (#40) - 1959 - 3 corridas
4/31

Foto de: LAT Images

Emerson Fittipaldi - de 1970 a 1980 - 144 corridas, 2 títulos (1972-1974) e 14 vitórias

Emerson Fittipaldi - de 1970 a 1980 - 144 corridas, 2 títulos (1972-1974) e 14 vitórias
5/31

Foto de: LAT Images

Wilson Fittipaldi - de 1972 a 1975 - 35 corridas

Wilson Fittipaldi - de 1972 a 1975 - 35 corridas
6/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

José Carlos Pace - de 1972 a 1977 - 72 corridas - 1 vitória

José Carlos Pace - de 1972 a 1977 - 72 corridas - 1 vitória
7/31

Foto de: David Phipps

Luiz Pereira Bueno - 1973 - 1 corrida

Luiz Pereira Bueno - 1973 - 1 corrida
8/31

Foto de: LAT Images

Ingo Hoffmann - 1976 e 1977 - 3 corridas

Ingo Hoffmann - 1976 e 1977 - 3 corridas
9/31

Foto de: LAT Images

Alex Dias Ribeiro - de 1976 a 1979 - 10 corridas

Alex Dias Ribeiro - de 1976 a 1979 - 10 corridas
10/31

Foto de: LAT Images

Nelson Piquet - de 1978 a 1991 - 204 corridas, 3 títulos (1981, 1983 e 1987), 23 vitórias

Nelson Piquet - de 1978 a 1991 - 204 corridas, 3 títulos (1981, 1983 e 1987), 23 vitórias
11/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Chico Serra - de 1981 a 1983 - 18 corridas

Chico Serra - de 1981 a 1983 - 18 corridas
12/31

Raul Boesel - de 1982 a 1983 - 23 corridas

Raul Boesel - de 1982 a 1983 - 23 corridas
13/31

Foto de: indyracing.com photo by Ron McQueeney

Roberto Moreno - de 1982 a 1995 - 42 corridas

Roberto Moreno - de 1982 a 1995 - 42 corridas
14/31

Foto de: LAT Images

Ayrton Senna - de 1984 a 1994 - 3 títulos (1988, 1990 e 1991) 161 corridas, 41 vitórias

Ayrton Senna - de 1984 a 1994 - 3 títulos (1988, 1990 e 1991) 161 corridas, 41 vitórias
15/31

Foto de: LAT Images

Mauricio Gugelmin - de 1988 a 1992 - 74 corridas

Mauricio Gugelmin - de 1988 a 1992 - 74 corridas
16/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Christian Fittipaldi - de 1992 a 1994 - 40 corridas

Christian Fittipaldi - de 1992 a 1994 - 40 corridas
17/31

Foto de: LAT Images

Rubens Barrichello - de 1993 a 2011 - 324 corridas - 11 vitórias

Rubens Barrichello - de 1993 a 2011 - 324 corridas - 11 vitórias
18/31

Foto de: Lorenzo Bellanca / Motorsport Images

Pedro Paulo Diniz - de 1995 a 2000 - 98 corridas

Pedro Paulo Diniz - de 1995 a 2000 - 98 corridas
19/31

Foto de: LAT Images

Ricardo Rosset - de 1996 a 1998 - 26 corridas

Ricardo Rosset - de 1996 a 1998 - 26 corridas
20/31

Foto de: LAT Images

Tarso Marques - de 1996 a 2001 - 24 corridas

Tarso Marques - de 1996 a 2001 - 24 corridas
21/31

Foto de: Earl Ma

Ricardo Zonta - de 1999 a 2005 - 36 corridas

Ricardo Zonta - de 1999 a 2005 - 36 corridas
22/31

Foto de: BAR

Luciano Burti - 2000 e 2001 - 15 corridas

Luciano Burti - 2000 e 2001 - 15 corridas
23/31

Foto de: Jaguar

Enrique Bernoldi - de 2001 a 2003 - 28 corridas

Enrique Bernoldi - de 2001 a 2003 - 28 corridas
24/31

Foto de: Malcolm Griffiths / Motorsport Images

Felipe Massa - de 2002 a 2017 - 269 vitórias - 11 vitórias

Felipe Massa - de 2002 a 2017 - 269 vitórias - 11 vitórias
25/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Cristiano da Matta - 2003 e 2004 - 28 corridas

Cristiano da Matta - 2003 e 2004 - 28 corridas
26/31

Foto de: Brousseau Photo

Antonio Pizzonia - de 2003 a 2005 - 20 corridas

Antonio Pizzonia - de 2003 a 2005 - 20 corridas
27/31

Foto de: Sutton Motorsport Images

Nelsinho Piquet - 2008 e 2009 - 28 corridas

Nelsinho Piquet - 2008 e 2009 - 28 corridas
28/31

Foto de: DPPI

Bruno Senna - de 2010 a 2012 - 46 corridas

Bruno Senna - de 2010 a 2012 - 46 corridas
29/31

Foto de: XPB Images

Lucas di Grassi - 2010 - 18 corridas

Lucas di Grassi - 2010 - 18 corridas
30/31

Foto de: XPB Images

Felipe Nasr - 2015 e 2016 - 39 corridas

Felipe Nasr - 2015 e 2016 - 39 corridas
31/31

Foto de: Jose Maria Rubio

Próximo artigo
GALERIA: No aniversário da primeira vitória, relembre todos os triunfos da lenda Jackie Stewart

Artigo anterior

GALERIA: No aniversário da primeira vitória, relembre todos os triunfos da lenda Jackie Stewart

Próximo artigo

Williams renova parceria com motores Mercedes até 2025

Williams renova parceria com motores Mercedes até 2025
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Erick Gabriel