Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
35 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
63 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
91 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
98 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
112 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
119 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
133 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
147 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
154 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
168 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
182 dias

O dia em que Senna enfureceu Schumacher em Interlagos

compartilhar
comentários
Galeria
Lista

Start: Ricardo Patrese, Williams Renault, Nigel Mansell, Williams Renault, Ayrton Senna, McLaren Honda, Michael Schumacher, Benetton Ford

Start: Ricardo Patrese, Williams Renault, Nigel Mansell, Williams Renault, Ayrton Senna, McLaren Honda, Michael Schumacher, Benetton Ford
1/36

Foto de: LAT Images

Riccardo Patrese, Williams FW14B, Nigel Mansell, Williams FW14B, Ayrton Senna, McLaren MP4/7A, Michael Schumacher, Benetton B191B

Riccardo Patrese, Williams FW14B, Nigel Mansell, Williams FW14B, Ayrton Senna, McLaren MP4/7A, Michael Schumacher, Benetton B191B
2/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda
3/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda
4/36

Foto de: Ercole Colombo

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford
5/36

Foto de: Ercole Colombo

Ayrton Senna, McLaren MP4/7A Honda leads Michael Schumacher, Benetton B191B Ford, Jean Alesi, Ferrari F92A and Martin Brundle, Benetton B191B Ford

Ayrton Senna, McLaren MP4/7A Honda leads Michael Schumacher, Benetton B191B Ford, Jean Alesi, Ferrari F92A and Martin Brundle, Benetton B191B Ford
6/36

Foto de: LAT Images

Michael Schumacher, Benetton Ford

Michael Schumacher, Benetton Ford
7/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford
8/36

Foto de: LAT Images

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda
9/36

Foto de: Ercole Colombo

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford
10/36

Foto de: Ercole Colombo

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda

Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda
11/36

Foto de: LAT Images

Riccardo Patrese, Williams FW14B Renault, leads Nigel Mansell, Williams FW14B Renault

Riccardo Patrese, Williams FW14B Renault, leads Nigel Mansell, Williams FW14B Renault
12/36

Foto de: LAT Images

Pierluigi Martini, Dallara BMS-192 Ferrari

Pierluigi Martini, Dallara BMS-192 Ferrari
13/36

Foto de: LAT Images

Mika Häkkinen, Lotus 102D Ford, Johnny Herbert, Lotus 102D Ford

Mika Häkkinen, Lotus 102D Ford, Johnny Herbert, Lotus 102D Ford
14/36

Foto de: LAT Images

Nigel Mansell, Williams FW14B Renault

Nigel Mansell, Williams FW14B Renault
15/36

Foto de: Ercole Colombo

The Honda engine in one of the McLaren MP4-7A

The Honda engine in one of the McLaren MP4-7A
16/36

Foto de: Ercole Colombo

Mechanics work on the car of Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda

Mechanics work on the car of Ayrton Senna, McLaren MP4-7A Honda
17/36

Foto de: Ercole Colombo

Martin Brundle, Benetton

Martin Brundle, Benetton
18/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Jean-Claude Migeot, Ferrari Aerodynamicist

Jean-Claude Migeot, Ferrari Aerodynamicist
19/36

Foto de: Ercole Colombo

Ivan Capelli, Ferrari F92A

Ivan Capelli, Ferrari F92A
20/36

Foto de: LAT Images

Lisa Dennis, and Ron Dennis, McLaren team principal

Lisa Dennis, and Ron Dennis, McLaren team principal
21/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford leads Jean Alesi, Ferrari F92A

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford leads Jean Alesi, Ferrari F92A
22/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Olivier Grouillard, Tyrrell with a gearbox problem

Olivier Grouillard, Tyrrell with a gearbox problem
23/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Mauricio Gugelmin, Jordan 192 Yamaha

Mauricio Gugelmin, Jordan 192 Yamaha
24/36

Foto de: Ercole Colombo

Thierry Boutsen, Ligier JS37 Renault

Thierry Boutsen, Ligier JS37 Renault
25/36

Foto de: Ercole Colombo

Andrea de Cesaris, Tyrrell 020B Ilmor

Andrea de Cesaris, Tyrrell 020B Ilmor
26/36

Foto de: Ercole Colombo

Nigel Mansell, Williams FW14B Renault

Nigel Mansell, Williams FW14B Renault
27/36

Foto de: Ercole Colombo

Christian Fittipaldi, Minardi M191B Lamborghini

Christian Fittipaldi, Minardi M191B Lamborghini
28/36

Foto de: Ercole Colombo

Jean Alesi, Ferrari F92A

Jean Alesi, Ferrari F92A
29/36

Foto de: Ercole Colombo

Thierry Boutsen, Ligier JS37

Thierry Boutsen, Ligier JS37
30/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pierluigi Martini, Dallara BMS-192 Ferrari

Pierluigi Martini, Dallara BMS-192 Ferrari
31/36

Foto de: LAT Images

Nigel Mansell, Williams FW14B, takes the chequered flag

Nigel Mansell, Williams FW14B, takes the chequered flag
32/36

Foto de: LAT Images

Nigel Mansell, Williams FW14B Renault

Nigel Mansell, Williams FW14B Renault
33/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Podium: second place Riccardo Patrese, Willams, Race winner Nigel Mansell, Williams, third place Michael Schumacher, Benetton

Podium: second place Riccardo Patrese, Willams, Race winner Nigel Mansell, Williams, third place Michael Schumacher, Benetton
34/36

Foto de: LAT Images

Podium: Race winner Nigel Mansell, Williams

Podium: Race winner Nigel Mansell, Williams
35/36

Foto de: Ercole Colombo

Podium: third place Michael Schumacher, Benetton

Podium: third place Michael Schumacher, Benetton
36/36

Foto de: Sutton Motorsport Images

Por:
5 de abr de 2020 19:00

Senna nunca teve muita sorte em Interlagos, apesar da vitória em 91, mas, no ano seguinte, o brasileiro teve mais problemas, que irritaram um certo alemão

A carreira de Ayrton Senna tem inúmeros capítulos memoráveis. Vitórias épicas, poles incríveis e também momentos de tensão. Um deles (alguns para dizer a verdade) envolveu Michael Schumacher (relembre 60 fatos da vida do tricampeão no vídeo abaixo).  

A temporada de 1992 da Fórmula 1 foi um passeio da Williams, e o Brasil seria a sede da terceira dobradinha da equipe, que usava motores Renault. Nigel Mansell superou um rápido Riccardo Patrese para a vitória, então a corrida real estava na disputa pelo terceiro lugar, que Senna estava determinado a conseguir...

Leia também:

Riccardo Patrese, Williams FW14B Renault leads at the start

Riccardo Patrese, Williams FW14B Renault leads at the start

Photo by: Sutton Images

Sua nova McLaren-Honda usava pelo segundo ano um motor V12 (veja abaixo a galeria com os carros da carreira de Senna), e estava a mais de 2s da dupla da Williams quando ia bem nas classificações, mas aproximadamente seis décimos de segundo mais rápido que a Benetton B191B de Schumacher (um desenvolvimento do carro de 1991 que a equipe usava até a finalização do carro de 1992 na quarta etapa). Porém, desde cedo ficava claro que Senna estava com problemas, levantando seu braço direito no ar quando passava pela linha de chegada.

Com os tempos de volta ficando cada vez mais lentos - a volta mais rápida de Senna era apenas a 21ª de um grid com 26 carros! - ele conseguiu se manter na frente de um pelotão que trazia Schumacher, Jean Alesi (Ferrari), Martin Brundle (Benetton), Pierluigi Martini (Dallara), Karl Wendlinger (March) e Thierry Bousten (Ligier). Na estreia da McLaren MP4/7A, o Honda V12 de Senna havia desenvolvido um problema que se mostraria terminal - mas isso não o impediu de lutar bravamente enquanto era apoiado por seus fãs.

Senna já havia cutucado Schumacher antes, ao ultrapassá-lo na primeira curva, compensando uma péssima largada após ficar atrás de um lento Mansell. Senna foi pelo lado de fora do alemão na curva à esquerda e conseguiu garantir a ultrapassagem na segunda parte do S, enquanto Schumacher segurou para evitar uma batida.

Riccardo Patrese, Williams FW14B, Nigel Mansell, Williams FW14B, Ayrton Senna, McLaren MP4/7A, Michael Schumacher, Benetton B191B

Riccardo Patrese, Williams FW14B, Nigel Mansell, Williams FW14B, Ayrton Senna, McLaren MP4/7A, Michael Schumacher, Benetton B191B

Photo by: Sutton Images

Senna conseguiu abrir uma diferença, até que seu motor começou a apresentar problemas. "Ele começou a dar problema nas retas, como se eu tivesse tirado o pé do acelerador", disse Senna depois da prova.

No início da oitava volta, Schumacher passou por Senna na subida dos boxes, enquanto o motor de Senna continuava apresentando problemas, mas o brasileiro não estava afim de desistir. Enquanto Schumacher achava que seu rival não brigaria novamente pela posição, Senna mergulhou na linha interna da Curva 1 e voltou ao terceiro lugar.

Ayrton Senna, McLaren MP4/7A

Ayrton Senna, McLaren MP4/7A

Photo by: Sutton Images

Agora novamente na frente, Senna tentou resolver seu problema ao desligar suas vezes a ignição para reiniciar a Unidade de Controle Eletrônico e começou também a alterar a mistura do combustível em uma vã tentativa de voltar a ter o carro com funcionamento total. O efeito dessas variações em sua performance enfureceram Schumacher.

"Eu estava mais rápido que ele, e ele estava fazendo algum tipo de jogo, o que me surpreendeu. Eu não esperava esse estilo de pilotagem de um tricampeão mundial", afirmou Schumacher. "Nas dez primeiras voltas, ele estava indo o mais rápido possível, mas aí ele simplesmente transformou a ultrapassagem em algo muito difícil para mim. Ele freava em curvas de baixa, e aí acelerava e seguia na reta".

"Eventualmente, quando ele permitiu que eu o ultrapassasse, ele me surpreendeu e me ultrapassou. Esse tipo de pilotagem deu aos outros que estavam próximos a oportunidade de me passar, e eu não gostei disso".

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford leads Jean Alesi, Ferrari F92A

Michael Schumacher, Benetton B191B Ford leads Jean Alesi, Ferrari F92A

Photo by: Sutton Images

De fato, em algumas ocasiões, Schumacher se viu defendendo a posição de Alesi com a Ferrari. Após outras cinco voltas atrás do lento Senna, Schumacher finalmente conseguiu uma ultrapassagem na volta 13 - mas naquele momento, ele estava a mais de 30s da dupla da Williams.

Na volta 18, Senna abandonou, após cair no grid. Ele terminou a corrida com uma última tentativa furiosa de resolver a situação, antes de sair do carro.

Senna descreveu o problema como "algo sério e intermitente". Ele acrescentou: "O efeito disso era totalmente imprevisível e podia ocorrer quatro ou cinco vezes em uma volta e nenhuma na seguinte".

"De vez em quando, o problema era tão grande que parecia que eu havia colocado o pé no freio. Eu continuei com o problema, tentando resolver na esperança de que ele sumisse, enquanto, ao mesmo tempo, eu ficava levantando o braço para tentar alertar os pilotos atrás do problema".

"O problema não desapareceu e foi a razão para o meu abandono - era muito perigoso pra mim continuar pilotando sob essas condições".

The Honda engine in one of the McLaren MP4-7As.

The Honda engine in one of the McLaren MP4-7As.

Photo by: Ercole Colombo

Com Senna fora e Schumacher praticamente garantindo sua vaga no pódio, o drama da corrida não terminou até. Alesi bateu em Brundle na Curva Um, acabando com a Benetton do britânico. Brundle foi procurar o francês na garagem da Ferrari, em busca de um pedido de desculpas, mas lá descobriu que o piloto ainda estava na prova (e terminaria em quarto).

Ainda houve drama no lado da Ligier: enquanto Erik Comas estava no processo de ultrapassar a Lotus de Johnny Herbert, o companheiro de equipe de Comas, Thierry Boutsen tentou arrumar um espaço que não existia e acabou batendo em ambos e no muro. Comas acabou atingindo Herbert e os três abandonaram.

GALERIA: Todos os carros de Senna na F1

Galeria
Lista

1984: Toleman TG183B

1984: Toleman TG183B
1/12

Foto de: Camille De Bastiani

Foi seu primeiro carro na Fórmula 1, apesar de Senna ter usado o monoposto apenas nas primeiras quatro corridas daquela temporada 1984, somando dois sextos lugares na África do Sul e na Bélgica.

1984: Toleman TG184

1984: Toleman TG184
2/12

Foto de: Camille De Bastiani

Foi com o novo carro da Toleman que o brasileiro conseguiu o famoso pódio na corrida chuvosa em Mônaco. Além disso, conquistou mais dois terceiros lugares, na Grã-Bretanha e em Portugal.

1985: Lotus 97T

1985: Lotus 97T
3/12

Foto de: Camille De Bastiani

A Lotus carregava um motor Renault. Com o monoposto, ele conseguiu uma vitória já em sua segunda corrida, em Portugal, antes de cair em uma sequência de sete provas consecutivas sem pódios. Voltou ao top-3 na Áustria com o segundo lugar, iniciando uma série de cinco pódios, incluindo uma vitória na Bélgica.

1986: Lotus 98T

1986: Lotus 98T
4/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em sua segunda temporada com a Lotus, a equipe usou novamente o motor Renault V6. Os resultados chegaram: seis pódios, incluindo vitórias de Espanha e Detroit, nas oito primeiras corridas. No final, Senna somou 11 pódios para terminar em quarto entre pilotos.

1987: Lotus 99T

1987: Lotus 99T
5/12

Foto de: Camille De Bastiani

Com o Lotus 99T, já com motor Honda, o piloto ficou em terceiro lugar no campeonato de pilotos. Durante o ano, ele somou duas vitórias, quatro segundos lugares e dois terceiros. Essa foi a melhor posição de qualificação até então para o brasileiro.

1988: McLaren MP4/4

1988: McLaren MP4/4
6/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em seu primeiro ano com a McLaren, seu carro foi o MP4/4, com motor Honda. Já em sua segunda corrida, Senna venceu o GP de San Marino. Depois de abandonar em Mônaco, obteve um segundo lugar no México, iniciando série de oito pódios consecutivos, incluindo seis vitórias. No GP do Japão, ele subiu novamente ao topo do pódio e conquistou seu primeiro campeonato na F1.

1989: McLaren MP4/5

1989: McLaren MP4/5
7/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em sua segunda temporada com a McLaren, Senna guiou o MP4/5, impulsionado pela Honda. Foi o ano da intensificação da rivalidade com Alain Prost. No decorrer da temporada, ele somou seis vitórias e um segundo lugar na Hungria.

1990: McLaren MP4/5B

1990: McLaren MP4/5B
8/12

Foto de: Camille De Bastiani

A terceira temporada de Senna pela McLaren marcou a saída de Alain Prost para a Ferrari, o que fez com que os números dos carros britânicos fossem alterados. O francês levou consigo o projetista Steve Nichols. Por isso, a McLaren fez alterações no seu carro do ano anterior, com novidades no corpo e na asa traseira. Deu certo: ganhou o Mundial de Construtores e Senna reconquistou o título.

1991: McLaren MP4/6

1991: McLaren MP4/6
9/12

Foto de: Camille De Bastiani

O MP4/6 impulsionado por um Honda V12 foi o último carro com o qual Senna brigou frequentemente por vitórias na McLaren. O início da temporada deu-lhe quatro vitórias. Depois, dois terceiros lugares, no México e na França. Os triunfos na Hungria, Bélgica e Austrália, com os segundos lugares de Itália, Portugal e Japão, deram a ele seu terceiro e último título mundial na Fórmula 1.

1992: McLaren MP4/7

1992: McLaren MP4/7
10/12

Foto de: Camille De Bastiani

A McLaren começou a temporada com uma atualização do chassi de 1991 na África do Sul e no México, onde Senna conseguiu o terceiro lugar. No Brasil, veio o novo carro MP4/7, para as restantes 14 datas do campeonato. Senna ainda ganhou três GPs (Mônaco, Hungria e Itália) e três pódios (San Marino, Alemanha e Portugal), terminando em quarto no campeonato vencido por Nigel Mansell.

1993: McLaren MP4/8

1993: McLaren MP4/8
11/12

Foto de: Camille De Bastiani

Com o novo motor Ford, Senna começou sua última temporada com a McLaren ao volante do MP4/8. O início da temporada permitiu-lhe três vitórias e dois pódios nas primeiras seis corridas de 1993. No fim do ano, ainda venceu no Japão e na Austrália.

1994: Williams FW16

1994: Williams FW16
12/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em seu desejo de vencer seu quarto campeonato mundial, Ayrton Senna mudou para a Williams em 1994. Entretanto, perdeu a suspensao eletrônica de seu antecessor em virtude das novas regras da F1 e ficou desvantagem. Em seu terceiro GP com o FW16, Senna faleceu após forte batida na curva Tamburello, em Imola.

VÍDEO: 60 fatos e feitos de Ayrton Senna

PODCAST: Senna é o melhor piloto de todos os tempos da F1?

 

Próximo artigo
Malásia 2009: O dia que Button ganhou um GP parado

Artigo anterior

Malásia 2009: O dia que Button ganhou um GP parado

Próximo artigo

CEO da McLaren alerta que quatro equipes da F1 podem desaparecer em meio à crise

CEO da McLaren alerta que quatro equipes da F1 podem desaparecer em meio à crise
Carregar comentários