Para Red Bull, Ferrari virá forte na disputa pelo título da Fórmula 1

Chefe dos taurinos, Christian Horner diz que rivais estão melhores em classificação, mas que performance de ambos em corridas é parelha

Para Red Bull, Ferrari virá forte na disputa pelo título da Fórmula 1
Carregar reprodutor de áudio

A Red Bull não tem dúvidas de que a Ferrari voltará com força máxima na disputa pelo título da Fórmula 1 após oscilações nas últimas etapas. Apesar de Charles Leclerc ter feito a pole das últimas quatro corridas, ele e a equipe não vencem desde o GP da Austrália, a terceira etapa do ano.

O monegasco sofreu com duas falhas no motor – Espanha e Azerbaijão – e o erro estratégico em Mônaco fazerem seu maior adversário em 2022, Max Verstappen, abrir 34 pontos de vantagem na classificação.

Leia também:

A Ferrari precisa de respostas rápidas para seus problemas de confiabilidade, incluindo o abandono de Carlos Sainz por problemas hidráulicos em Baku, se quiser permanecer brigando pelo título com a Red Bull.

Para o chefe da Red Bull, Christian Horner, a situação atual para sua equipe é aquela em que não se deve tirar o pé do acelerador, pois a Ferrari não vai continuar errando.

“Eu acho que eles possuem um carro muito rápido, especialmente no sábado”, explicou, ao ser questionado pelo Motorsport.com sobre as chances de título da Ferrari. “Eu acho que no domingo tivemos praticamente iguais em todas as corridas do ano. Foi o que novamente pudemos ver nas primeiras voltas (em Baku)”, completou.

“Eles vão resolver seus problemas, não tenho dúvidas quanto a isso. Mas, inevitavelmente, acho que terão penalidades mais para o final do ano. Claro, é um caminho muito, muito longo até o final do ano. Tivemos grandes mudanças na tabela de pontos nas últimas quatro ou cinco corridas e isso mostra que as coisas podem mudar rápido”, apontou o dirigente.

Horner também disse acreditar que a Red Bull venceria o GP do Azerbaijão mesmo sem o abandono de Leclerc, que viu seu motor estourar enquanto liderava a corrida. “É uma pena, em muitos sentidos, que a corrida não tenha dado certo para ele, pois eu acho que tínhamos um ótimo carro”, declarou.

“Eu acho que bateríamos o Charles com a estratégia que escolhemos, mas também não sabemos. O importante foi ter capitalizados os pontos com o azar deles, pois o campeonato é saudável no momento, mas podemos ver que as coisas mudam rapidamente”, finalizou.

VÍDEO: Dê uma volta em Montreal, palco do GP do Canadá 

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Motorsport.com debate situação da briga pelo título de 2022 na F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Podcast #182 - Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?
Artigo anterior

Podcast #182 - Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?

Próximo artigo

F1: Pilotos ainda insatisfeitos com mudanças da FIA pós-GP de Abu Dhabi 2021 e pedem melhorias

F1: Pilotos ainda insatisfeitos com mudanças da FIA pós-GP de Abu Dhabi 2021 e pedem melhorias