Pilotos da F1 elogiam circuito de Losail, lar do GP do Catar

Norris, Gasly, Pérez e Russell comentaram sobre o traçado do autódromo no Oriente Médio e esperam boa corrida no fim de semana

Pilotos da F1 elogiam circuito de Losail, lar do GP do Catar
Carregar reprodutor de áudio

Os pilotos de Fórmula 1 que experimentaram a pista de Losail em simuladores esperam que o local do GP do Catar seja desafiador e difícil fisicamente. Daqueles no grid atual, apenas Sergio Pérez já correu lá, em um evento da GP2 asiática em fevereiro de 2009.

Outros tiveram que fazer visitas a fábricas em função da atual e movimentada agenda de corridas, e só recentemente tiveram a oportunidade de conhecer o circuito. Espera-se que uma configuração de alto downforce e uma série de curvas rápidas proporcionem um desafio ao grid.

Leia também:

"É uma pista muito rápida", disse Lando Norris, da McLaren, ao Motorsport.com. "Não há muitas zonas de frenagem grandes nem nada, por isso provavelmente vai ser muito física. Não sei como vão ser as corridas nem nada, ainda não tenho ideia, mas é um traçado muito divertido ao que parece."

"Será de de alta velocidade", comentou Pierre Gasly, da AlphaTauri. "É difícil comparar com qualquer outra em que já estivemos, por isso vai ser um desafio."

"Pilotá-la no simulador parece muito emocionante. Em termos de corrida, é veloz e com muitas curvas longas, por isso pode ser difícil de seguir, mas veremos. Provavelmente será físico em termos de força G e a velocidade mínima nas curvas é muito alta."

"São Paulo também é sempre muito difícil e é outra no sentido anti-horário. Quando você tem uma rodada tripla, o pescoço ainda está rígido desde a primeira, então acho que só estaremos bem para Abu Dhabi."

George Russell, da Williams e contratado pela Mercedes para 2022, também reconheceu a natureza rápida do circuito: "É muito agradável, para ser honesto. Bem rápido, alto downforce e com uma reta longa também. Então, acho que será uma boa corrida."

Pérez, que admite que pouco se lembra de sua visita a Losail em 2009, mas que testou no simulador da Red Bull, espera que a líder dos construtores tenha menos vantagem na reta do que era evidente no Brasil.

"Vamos ver o que somos capazes de fazer indo para o Catar", disse o mexicano. "Acho que vai ser uma pista diferente. Provavelmente a velocidade em linha reta não é tão relevante lá, então esperamos que possamos ser muito mais competitivos."

"Parece ser uma pista com força aerodinâmica muito alta e muito rápida. E espero que a reta principal não seja muito longa!"

Russell concordou que times com maiores recursos tendem a levar vantagem quando vão para novas instalações, o que também será um fator importante no GP da Arábia Saudita.

"Isso definitivamente ajuda as equipes com melhores simulações, com certeza", disse ele. "Porque eles estão um pouco mais no topo do jogo do que os outros, mas sempre há oportunidade. A pista está em constante evolução e os pilotos precisam aprendê-la. Portanto, se você trabalha bem como uma equipe, deve ser capaz de tirar o máximo proveito."

Norris concordou que os novos locais costumam ser agradáveis ​​para os competidores: "Acho que é bom para nós tentarmos nos adaptar a algo novo. E é sempre mais emocionante quando você tem um novo circuito para tentar se atualizar e tentar coisas diferentes."

"Só espero que a corrida seja divertida. Essa é a melhor parte, ir para um novo traçado. Parecem duas pistas divertidas, bem diferentes, um é circuito de rua e outro muito amplo e aberto. Estou ansioso por eles."

F1 2021: O que a Red Bull PRECISA fazer no Catar? Hamilton FAVORITO? | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #146: Hamilton teve a maior exibição da carreira no Brasil?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Sainz diz que brita resolveria 'polêmica' de disputa entre Verstappen e Hamilton na curva 4 de Interlagos
Artigo anterior

F1: Sainz diz que brita resolveria 'polêmica' de disputa entre Verstappen e Hamilton na curva 4 de Interlagos

Próximo artigo

F1: Chefe da Ferrari acredita que momento positivo atual será fundamental para 2022

F1: Chefe da Ferrari acredita que momento positivo atual será fundamental para 2022
Carregar comentários