F1: Chefe da Ferrari acredita que momento positivo atual será fundamental para 2022

Apesar da nova era de carros, Mattia Binotto acredita que há muito para se tirar de 2021 pensando no próximo ano

F1: Chefe da Ferrari acredita que momento positivo atual será fundamental para 2022

Desde que introduziu uma atualização no sistema híbrido de seu motor, a Ferrari conseguiu melhorar seu ritmo na Fórmula 1 2021, ultrapassando a McLaren entre os construtores e abrindo 31,5 pontos de vantagem com apenas três provas restantes. E a equipe tem certeza que terminar o campeonato atual em um bom momento contará muito para 2022, mesmo com os novos carros.

Mesmo com o ritmo dos carros atuais não terem nada a ver com o esperado para o próximo ano, com o retorno do efeito solo nos novos modelos e designs completamente diferentes, o chefe da Ferrari, Mattia Binotto, diz que há vários fatores importantes que serão mantidos, e que, por isso, é importante acertá-los agora.

Leia também:

"Acho que o que está acontecendo agora é muito relevante", disse Binotto quando questionado pelo Motorsport.com se o ritmo atual tem algum valor para 2022. "É especialmente verdade para o que acontece em termos de gerenciamento de corrida, mas obviamente também para ter um novo piloto, Carlos [Sainz], acostumado com nosso carro, nosso modo de trabalho".

"Novamente falando em estratégia, o modo como lidamos com o gerenciamento de pneus, todos os modelos que desenvolvemos juntos com os pilotos e o modo como fazemos isso... no geral, em termos de gerenciamento de corrida, melhoramos ao longo da temporada e isso será muito útil no próximo ano".

"E não é apenas o gerenciamento de corrida. São todas as interações na equipe, e acho que estamos trabalhando bem para 2022. O carro certamente será outro mas o alvo, os objetivos, o que fazemos no simulador, tudo é parte de um processo de desenvolvimento, que envolve as interações entre engenheiros, pilotos e funcionários".

"Você ainda está tentando melhorar, e acho que conseguimos fazer isso a temporada toda".

Enquanto o recente passo adiante da Ferrari com sua unidade de potência tenha a ajudado a virar o jogo contra a McLaren no Mundial de Construtores, Binotto mantém cautela sobre a possibilidade de novos desafios nas provas a seguir.

"Acho que cada corrida pode ser diferente. Agora vamos ao Catar, onde nunca corremos no passado. Há várias curvas, então podemos ter muitas dificuldades em termos de pneus. Precisamos nos preparar muito bem para isso. Acho que o Catar será diferente das anteriores".

"Temos uma margem de 31,5 pontos, o que é importante, mas acho que em cada corrida iniciamos com um nível de performance similar, e depende de nós provarmos que podemos ficar à frente".

F1 2021: O que a Red Bull PRECISA fazer no Catar? Hamilton FAVORITO? | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #146: Hamilton teve a maior exibição da carreira no Brasil?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Pilotos da F1 elogiam circuito de Losail, lar do GP do Catar
Artigo anterior

Pilotos da F1 elogiam circuito de Losail, lar do GP do Catar

Próximo artigo

F1 - Montoya: Verstappen não tinha intenção de fazer a curva no incidente com Hamilton

F1 - Montoya: Verstappen não tinha intenção de fazer a curva no incidente com Hamilton
Carregar comentários