Pista de Barcelona será irrigada para testes da F1 com pneus de chuva

Segunda sessão de treinos de pré-temporada desta sexta-feira começará em condições molhadas, que evoluirão com o tempo

Pista de Barcelona será irrigada para testes da F1 com pneus de chuva
Carregar reprodutor de áudio

A Pirelli conduzirá o último treino de pré-temporada da Fórmula 1 nesta sexta-feira (25) com pneus de chuva e intermediários. Durante a pausa para o almoço no dia de encerramento das atividades no Circuito de Barcelona, a pista será borrifada com água para replicar condições totalmente molhadas. Assim, os compostos poderão ser explorados em condições diferentes.

O chefe de automobilismo da fabricante, Mario Isola, acrescentou que também quer garantir que a folga entre a roda e o novo defletor permaneça intacta sob carga, dado o ligeiro aumento no diâmetro do pneu com a superfície dos de chuva.

Leia também:

"Queremos testar o composto molhado e intermediário antes do início da temporada, porque as mudanças foram tão grandes que não é inteligente começar o campeonato sem nenhum teste - embora tenhamos feito isso com os carros mula."

"Considere também que agora teremos o pequeno defletor nos dianteiros, que estão muito próximos da roda e o diâmetro do de chuva é 10 milímetros maior que o do seco."

"Precisamos ter certeza de que não temos nenhum contato entre a peça e o pneu, então não há nenhum problema inesperado que fosse impossível prever com os carros novos. É por isso que queremos testar em condições diferentes."

Water droplets on a Pirelli wet tyre

Water droplets on a Pirelli wet tyre

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Isola explicou como o gerenciamento do circuito irá executar as condições molhadas na segunda sessão do dia e acrescentou que o teste daria à Pirelli e às equipes a oportunidade de explorar as características do pneu.

A fabricante espera que a secagem da pista resulte em uma chance de ver as condições entre o molhado e o intermediário e, se o circuito secar ainda mais, uma oportunidade de explorar o momento em que os intermediários são trocados por slicks.

"Nós organizamos com a pista para tentar replicar uma condição totalmente molhada. Vamos usar toda a hora do intervalo para o almoço fazer isso; a ideia é que eles comecem em condições molhadas para que possam testar o pneu de chuva e, obviamente, com dez carros na pista, você secará a linha de corrida."

"Assim, eles também terão a oportunidade de entender melhor a evolução do molhado para o intermediário e depois o liso."

"Essa é a ideia geral do teste desta tarde. Não estamos impondo nenhum plano de corrida. Cabe às equipes decidir o que fazer. Acho que é útil para nós, mas também para eles entenderem como os pneus de chuva estão funcionando."

"Talvez não tenhamos condições de chuva no Bahrein ou na Arábia Saudita, mas pelo resto do ano teremos corridas assim. Portanto, é bom obter alguns dados sobre isso."

F1 2022: MCLAREN na frente, RED BULL com carro REAL e VERSTAPPEN líder de voltas no dia 1 na Espanha

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #163: Rico penteado destrincha carros de 2022 da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Pré-temporada F1 2022: Russell lidera última manhã com melhor tempo da semana em manhã repleta de bandeiras vermelhas
Artigo anterior

Pré-temporada F1 2022: Russell lidera última manhã com melhor tempo da semana em manhã repleta de bandeiras vermelhas

Próximo artigo

F1: Promotora do GP da Rússia diz que corrida ainda pode acontecer

F1: Promotora do GP da Rússia diz que corrida ainda pode acontecer