Podcast #033 - A abertura da F1 2020 e o retrospecto de Prost contra Senna na chuva

compartilhar
comentários
Podcast #033 - A abertura da F1 2020 e o retrospecto de Prost contra Senna na chuva

GP da Austrália é o destaque do programa, além de mais uma pérola do Baú do Charlinho e das estreias de Indy e Porsche Cup em 2020

No podcast Motorsport.com Brasil desta semana, Carlos Costa e Guilherme Longo falam das expectativas para o GP da Austrália, que abre a temporada 2020 da Fórmula 1 neste final de semana, em Melbourne.

Leia também:

Além da estreia da F1 neste ano, os jornalistas também abordam o impacto do coronavírus no esporte a motor e a estreia de outras duas grandes categorias do automobilismo nacional e internacional: IndyCar, em St. Pete, e Porsche Cup, em Interlagos. Para finalizar, o Baú do Charlinho aborda o retrospecto de Alain Prost contra Ayrton Senna na chuva. Confira:

 

VÍDEO: Confira os cinco destaques da pré-temporada 2020 da F1

GALERIA: A polêmica da Ferrari com a FIA e outros fatos da F1 2020 até agora

A polêmica do motor 2019 da Ferrari repercute agora

A polêmica do motor 2019 da Ferrari repercute agora
1/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

A discussão do momento na F1 neste momento é a polêmica em torno do acordo confidencial que a Ferrari fez com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) em relação ao motor italiano de 2019. O órgão exigiu que o time de Maranello fizesse adaptações para 2020, mas não tomou uma decisão sobre a polêmica unidade de potência do ano passado, alvo de várias críticas das rivais em função da exagerada superioridade na parte final de 2019. Agora, Mercedes, Red Bull e companhia ameaçam tomar ação contra a FIA

Antes do caos, o começo...

Antes do caos, o começo...
2/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Foram seis dias de testes de pré-temporada da Fórmula 1 realizados no Circuito de Barcelona-Catalunha, que também é palco do GP da Espanha

Mercedes foi a mais rápida

Mercedes foi a mais rápida
3/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

O melhor tempo da pré-temporada veio ainda na primeira semana de testes. Valtteri Bottas mostrou que a Mercedes continua rápida, fazendo um tempo em 1min15s732. Em comparação, o tempo da pole position do GP da Espanha de 2019, feito pelo próprio Bottas, foi 1min15s406, apenas três décimos de segundo mais rápido

Mercedes: o Polêmico Sistema

Mercedes: o Polêmico Sistema
4/20

Foto de: Giorgio Piola

E a Mercedes também foi o assunto mais comentado durante a pré-temporada. No segundo dia de testes, a equipe introduziu uma novidade no carro, um novo Sistema de Direção de Eixo Duplo (DED). Esse novo sistema permite um realinhamento das rodas dianteiras através do volante, que funciona como um manche de avião, podendo ser puxado ou empurrado pelo piloto

Mercedes: o Polêmico Sistema

Mercedes: o Polêmico Sistema
5/20

Foto de: Giorgio Piola

Muitas equipes questionaram se o DED era legal ou até mesmo seguro, mas logo tudo foi resolvido quando a FIA se manifestou afirmando que já tinha conhecimento desse sistema e que estava em conversas com a equipe desde o ano passado

Problemas com motor Mercedes

Problemas com motor Mercedes
6/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Mas nem tudo foi tranquilo para a Mercedes e para as equipes que usam motor da montadora alemã em Barcelona. Houve alguns problemas de confiabilidade. A própria Mercedes chegou ao limite de unidades de potência que poderiam ser usados nos testes , três, após dois deles darem problemas. A Williams também chegou a usar o seu terceiro motor

Red Bull

Red Bull
7/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

Bottas foi o único piloto a fazer um tempo na casa de 1min15s. Max Verstappen, que foi o segundo com seu combo Red Bull e Honda, fez um tempo de 1min16s269. Verstappen chegou para a pré-temporada de 2020 mais tranquilo, tendo o contrato garantido para ficar na equipe até o final de 2023

Red Bull e o futuro da Honda

Red Bull e o futuro da Honda
8/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

O holandês ficou feliz com a performance de seu motor Honda, que está garantida como fornecedora da Red Bull até o final de 2021. Mas, para além, a montadora japonesa ainda não sabe se conseguirá se manter na Fórmula 1. Com as mudanças que as montadoras estão fazendo para a produção de carros elétricos, devido às novas leis ao redor do mundo, a Honda ainda analisa se é economicamente viável se manter na categoria

Ferrari

Ferrari
9/20

Foto de: Andrew Hone / Motorsport Images

Enquanto Mercedes e Red Bull saíram felizes de Barcelona, a Ferrari terminou a pré-temporada com um pé atrás com relação à sua performance com o carro de 2020. O chefe da equipe, Mattia Binotto, chegou a afirmar no final da primeira semana de testes que a Ferrari estava atrás de suas principais rivais em termos de rendimento

Ferrari

Ferrari
10/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Um dos grandes problemas da Ferrari se deu por uma mudança de conceito do carro. Enquanto o SF90 era veloz nas retas, mas tinha problemas na hora de fazer curvas, o SF1000 foi pensado para melhorar a habilidade do carro nas curvas, mas acabou comprometendo demais a velocidade nas retas

Renault

Renault
11/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Entre os pilotos fora das três equipes principais, o mais rápido foi Daniel Ricciardo com sua Renault. O australiano terminou como o terceiro mais rápido, o que melhorou os ânimos na equipe francesa após um 2019 que não terminou com os resultados pretendidos, como o quarto lugar no mundial de construtores

Renault

Renault
12/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Uma melhora na performance é essencial para a Renault, como afirmou o chefe da equipe Cyril Abiteboul na época do "não-lançamento" do carro. Para Cyril, é o único modo da equipe conseguir manter Daniel Ricciardo para além de 2020, já que haverão vagas importantes em aberto para 2021, como a de Valtteri Bottas na Mercedes e a de Sebastian Vettel na Ferrari

Renault

Renault
13/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

O "não-lançamento" da Renault é um dos destaques inusitados dessa pré-temporada. A equipe chegou a realizar um evento de lançamento da temporada em Paris para a imprensa, mas, no final, ao invés de divulgar o novo carro, apenas lançou algumas fotos. Nem em Barcelona a equipe apresentou a versão final de seu carro para 2020. O mundo só conhecerá a nova pintura da Renault nos dias que antecederão o GP da Austrália

Racing Point

Racing Point
14/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Outra equipe que se destacou nessa pré-temporada foi a Racing Point. A equipe teve um início de pré-temporada meio polêmico, quando revelou que seguiu um caminho em sua aerodinâmica similar ao da Mercedes de 2019. Por isso, recebeu o apelido no paddock de "Mercedes Rosa"

Racing Point

Racing Point
15/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Mas a "Mercedes Rosa" surpreendeu, mostrando uma boa performance nas voltas rápidas e na quilometragem adquirida. O mexicano Sergio Pérez foi o sétimo mais rápido no geral, terminando a frente de Carlos Sainz, Sebastian Vettel e Alexander Albon. E a equipe foi a quarta em número de voltas completadas no teste, ficando a frente da Red Bull

Williams

Williams
16/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Uma equipe que teve um início de 2020 mais feliz foi a Williams. Ano passado a equipe britânica passou pelo pior momento em sua história na Fórmula 1. Na pré-temporada de Barcelona, chegou a perder dois dias e meio de testes porque o carro não havia ficado pronto a tempo. Isso deu o tom a uma temporada melancólica, terminando em último no mundial de construtores, com apenas um ponto conquistado

Williams

Williams
17/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Mas 2020 foi muito diferente, pelo menos por enquanto. A equipe conseguiu lançar seu carro antes do início dos testes e foi a primeira a ir para a pista em Barcelona. Segundo George Russell, piloto da equipe, isso foi essencial para dar uma injeção de ânimo em todos. O próprio Russell foi o décimo mais rápido dos testes. Uma performance bem diferente da vista em 2019. Mas será que isso vai se traduzir em melhores resultados quando chegar na hora das corridas?

GP da China já está adiado...

GP da China já está adiado...
18/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Agora que a pré-temporada chegou ao fim, é hora das equipes começarem a se preparar para a primeira etapa do ano, o GP da Austrália. Mas, até lá, muita coisa ainda pode mudar por causa da epidemia do coronavírus, que já levou ao adiamento do GP da China

...Vietnã e Bahrein podem estar em perigo...

...Vietnã e Bahrein podem estar em perigo...
19/20

Foto de: Vietnam Grand Prix Corporation

A organização do GP da Austrália confirmou a realização do evento, mas Bahrein e Vietnã ainda são dúvidas devido às normas baixadas pelos seus governos, que podem inviabilizar a realização da prova caso pessoas e equipes inteiras sejam barradas de entrar nos países

... como vai ficar o mundial de 2020?

... como vai ficar o mundial de 2020?
20/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

A Fórmula 1 já se manifestou oficialmente e afirmou que não fará corridas caso alguma equipe seja impedida de entrar no país da prova, por não ser justo para o mundial. Caso isso aconteça, há também a possibilidade de realização do GP, mas de forma não-oficial, não contando pontos para o Mundial. Por enquanto, resta esperar para ver o desenrolar a situação
Há 24 anos, Villeneuve estreava na F1; relembre as vitórias do canadense

Artigo anterior

Há 24 anos, Villeneuve estreava na F1; relembre as vitórias do canadense

Próximo artigo

Presença de hóspede com coronavírus em hotel de Melbourne assusta F1

Presença de hóspede com coronavírus em hotel de Melbourne assusta F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1 , IndyCar , Porsche
Pilotos Alain Prost , Ayrton Senna