Fórmula 1
25 set
Treino Livre 1 em
09 Horas
:
55 Minutos
:
20 Segundos
09 out
Próximo evento em
14 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
28 dias
04 dez
Próximo evento em
70 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
77 dias

Raikkonen quebra recorde de Schumacher durante GP dos 70 Anos e se torna o piloto com maior número de voltas completadas na F1

compartilhar
comentários
Raikkonen quebra recorde de Schumacher durante GP dos 70 Anos e se torna o piloto com maior número de voltas completadas na F1
Por:

Apesar de não ter pontuado na corrida em Silverstone, Kimi Raikkonen conquistou um recorde especial para sua carreira

O GP de 70 Anos da Fórmula 1 não foi o que a Alfa Romeo queria. A equipe, que venceu a primeira corrida de F1 há sete décadas nas mãos de Giuseppe Farina, não esteve perto de lutar pelo Top 10 e Kimi Raikkonen foi o melhor classificado, cruzando a linha de chegada na 15ª colocação, uma volta atrás do vencedor Max Verstappen.

No entanto, a Alfa Romeo e Raikkonen não deixaram Silverstone de mãos vazias, já que o finlandês estabeleceu um novo recorde na F1: o piloto com mais voltas completadas em GPs, alcançando 16.845 voltas, superando por 20 giros a marca que pertencia a Michael Schumacher.

Leia também:

Com as 18 temporadas do 'Homem de Gelo' na categoria máxima do automobilismo, não é de se estranhar que pudesse chegar à marca de Schumacher, que passou 19 anos na Fórmula 1, e deixar para trás outros nomes como o de Ayrton Senna ou Alain Prost.

Veja a lista dos pilotos com mais voltas completadas na F1:

Piloto

Voltas

Kimi Raikkonen

16.845

Michael Schumacher

16.825

Fernando Alonso

16.778

Rubens Barrichello

16.631

Jenson Button

16.271

Felipe Massa

14.852

Lewis Hamilton

15.532

Sebastian Vettel

13.393

David Coulthard

12.394

Jarno Trulli

12.368

Raikkonen estreou na F1 em 2001, chegando na categoria depois que o olho clínico de Peter Sauber o detectou nas categorias de desenvolvimento (Fórmula Renault). Com apenas 23 largadas do jovem piloto em provas de monopostos, o suíço apostou no finlandês e o levou ao seu time, onde Raikkonen disputou apenas uma temporada.

Seu talento brilhou rapidamente e já em 2002 foi contratado pela McLaren, onde alcançou um pódio em sua primeira corrida na Austrália, embora ao longo daquele ano a vitória não tenha vindo.

O primeiro triunfo de Raikkonen veio em 2003, quando venceu na Malásia sob a tutela de Ron Dennis. Com a equipe de Woking, inclusive, o piloto finlandês foi vice-campeão duas vezes, em 2003 e 2005.

Em 2007, Raikkonen foi para a Ferrari, onde viveu seus momentos maiores de glória. Em seu primeiro ano na equipe, o 'Homem de Gelo' derrotou a McLaren de Lewis Hamilton e Fernando Alonso para conquistar seu primeiro e único título na F1, o último campeonato de pilotos conquistado pela equipe italiana.

Após 13 anos do título, o piloto finlandês teve uma jornada de altos e baixos, deixando a F1 entre 2010 e 2011, retornando à categoria com a Lotus e, posteriormente, retornando à Ferrari para uma segunda passagem, que durou cinco anos. Agora, Raikkonen está na Alfa Romeo, onde existe a dúvida de sua continuação ou não na categoria em 2021.

GP dos 70 Anos escancara 'fogo amigo' de Mercedes e Ferrari contra Bottas e Vettel

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

 

Hamilton cita Senna como inspiração nas pistas e no combate ao racismo: "Quero ver que venci, mas que fui parte da mudança"

Artigo anterior

Hamilton cita Senna como inspiração nas pistas e no combate ao racismo: "Quero ver que venci, mas que fui parte da mudança"

Próximo artigo

F1: McLaren nega clima ruim com Mercedes pelo caso Racing Point

F1: McLaren nega clima ruim com Mercedes pelo caso Racing Point
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Autor Luis Ramírez