Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
27 dias
06 mai
Próximo evento em
69 dias
20 mai
Próximo evento em
83 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
97 dias
10 jun
Próximo evento em
104 dias
24 jun
Próximo evento em
118 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
125 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
139 dias
29 jul
Próximo evento em
153 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
181 dias
02 set
Próximo evento em
188 dias
09 set
Próximo evento em
195 dias
23 set
Próximo evento em
209 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
216 dias
07 out
Próximo evento em
223 dias
21 out
Próximo evento em
237 dias
28 out
Próximo evento em
244 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
280 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
289 dias

Red Bull diz ter perdido 0s7 somente nas retas na França

Christian Horner diz que equipe fez uma aposta no acerto do carro, mas ainda assim foi insuficiente para se aproximar de Mercedes e Ferrari

compartilhar
comentários
Red Bull diz ter perdido 0s7 somente nas retas na França
Adrian Newey, Chief Technical Officer, Red Bull Racing, and Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, on the pit wall
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, returns to the pits

A Red Bull alegou que ainda estava perdendo 0s7 somente nas retas de Paul Ricard apesar de ter apostado em uma configuração de baixa pressão aerodinâmica para o GP da França.

Como a equipe estava ciente de que seu motor Renault ainda deve potência em relação a Mercedes e Ferrari, ela optou por mudar a configuração nas asas do carro de Max Verstappen na tentativa de não perder tanto em linha reta.

Mas, apesar de Verstappen ter conseguido se classificar na segunda fila – apenas 0s3 atrás de Sebastian Vettel – o chefe da Red Bull, Christian Horner, afirmou que a equipe perdia em velocidade máxima.

“Acho que Max está com um pouco menos de pressão aerodinâmica um pouco antes da classificação”, disse Horner, em entrevista à emissora inglesa Sky Sports.

“Estamos usando níveis de pressão aerodinâmica praticamente igual aos de Spa e, infelizmente, ainda estamos perdendo 0s7 nas retas.”

Leia também:

“Mas ambos nossos pilotos fizeram um ótimo trabalho. Em quarto e quinto, ainda podemos correr bem a partir dali.”

A Red Bull optou por usar o pneu supermacio no Q2, decisão que ela acredita que oferecerá uma boa chance de competir com a Ferrari, que larga de ultramacios.

“Acho que a Mercedes está na frente nesta corrida. Acho que estes pneus combinam bem com seu carro nessa superfície, então, contanto que eles não façam besteira, eles estão em uma forma decente. Mas acho que temos uma corrida com a Ferrari.”

“Eles foram por um caminho diferente e vão largar com um pneu diferente, e há maior desgaste naquele pneu. Então espero que isso nos dê mais variáveis e mais oportunidades na corrida.”

“Então, temos dois bons pilotos e será difícil ultrapassar aqui, então isso precisa ser feito na estratégia.”

Perguntado se ficou surpreso com a escolha da Ferrari, Horner disse: “Sim. Será interessante. Você se apoia bastante no pneu dianteiro esquerdo, então isso tem um efeito grande.”

“E, se o sol aparecer e a temperatura subir, pode ser interessante ver qual estratégia funciona melhor."

Mesmo pole, Hamilton diz: “Poderia ter ido um pouco melhor”

Artigo anterior

Mesmo pole, Hamilton diz: “Poderia ter ido um pouco melhor”

Próximo artigo

Vettel e Hamilton ficam impressionados com Q3 de Leclerc

Vettel e Hamilton ficam impressionados com Q3 de Leclerc
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da França
Localização Circuit Paul Ricard
Equipes Red Bull Racing
Autor Jonathan Noble