Sauber espera aval de outros times para adiantamento da FOM

Time de Felipe Nasr pediu que a Fórmula 1 pagasse antes do previsto seu prêmio em dinheiro pela campanha de 2015

Sauber espera aval de outros times para adiantamento da FOM
Felipe Nasr, Sauber C34
Monisha Kaltenborn, Sauber Team Principal com Peter Sauber
Marcus Ericsson, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber C34 locks up under braking
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber C34
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Marcus Ericsson, Sauber C34
Carregar reprodutor de áudio

Mesmo com uma temporada infinitamente melhor que 2014, quando terminou zerada, a Sauber mostrou que sua situação econômica difícil ainda não acabou. A equipe de Hinwill pediu um adiantamento a Bernie Ecclestone de seus direitos no bolo publicitário da Fórmula 1.

O time não é o primeiro a pedir isso neste ano. Em outubro, a Force India fez o mesmo. A aprovação desta prática por todas as equipes de forma unânime teria ajudado o time com sede em Silverstone. A chefe da Sauber, Monisha Kaltenborn, está confiante de que consiga o mesmo benefício.

"Nós vimos que alguns de nossos concorrentes haviam feito isso e isso pode te dar uma vantagem direta", disse à revista Autosport.

"Nós sentimos, quando nossos concorrentes pediram isso, que com certeza tornaria a nossa vida mais fácil, então é por isso que estamos pedindo. Se você pode receber mais rápido, ajuda a empresa.”

"Nós não estamos em uma posição onde você pode dizer que isso não importa."

As equipes recebem pagamentos da FOM com base em seu histórico e na posição no campeonato de construtores da temporada anterior.

Este direito é pago a partir de fevereiro até o mês de novembro, deixando um déficit de caixa para dezembro e janeiro, quando a produção nas fábricas acontece.

"Esta é uma importante fonte de renda para as equipes", acrescentou Kaltenborn.

Quando questionada se estava confiante que a Sauber teria seu pedido aceito, ela disse: "eu não vejo por que alguém seria contrário. Não seria algo agradável entre as equipes, falar um 'não' sem motivo."

compartilhar
comentários
Perez mantém fé na Force India em 2016
Artigo anterior

Perez mantém fé na Force India em 2016

Próximo artigo

Massa: “Williams tem muito o que melhorar para virar grande”

Massa: “Williams tem muito o que melhorar para virar grande”
Carregar comentários