Stroll anuncia que Mercedes será acionista e parceira da Aston Martin

compartilhar
comentários
Stroll anuncia que Mercedes será acionista e parceira da Aston Martin
Por:

Presidente-executivo da montadora britânica e 'chefão' do time que tem seu filho Lance como piloto, empresário dá mais um passo importante

Uma das maiores montadoras do mundo e dona da equipe que atualmente é hexacampeã de construtores e pilotos da Fórmula 1, a Mercedes-Benz se tornará a segunda maior acionista da Aston Martin, marca britânica que voltará à F1 e terá parceria técnica com a fabricante alemã.

A informação foi anunciada pelas empresas nesta terça-feira e, embora a colaboração seja primordialmente focada no campo automotivo, terá implicações também nos respectivos programas das equipes de F1.

O editor recomenda:

A parceria entre os times de corrida, aliás, já está em andamento, no limite do permitido pelas regras da FIA. Fornecedora da Racing Point, que virará Aston Martin em 2021 e terá o alemão Sebastian Vettel como piloto em 2021, a Mercedes seguirá impulsionando a concorrente.

A Mercedes deve aumentar sua participação na Aston para 20%, ao mesmo tempo que fornece o que a marca inglesa chama de acesso a "uma gama de tecnologias de classe mundial, incluindo arquitetura de powertrain (para veículos convencionais, híbridos e elétricos) e componentes elétricos orientados para o futuro, além de arquitetura eletrônica para todos os lançamentos de produtos até 2027.”

Além disso, o chefe da Mercedes na F1, Toto Wolff, já é acionista da Aston. Já o proprietário e presidente executivo da Aston, Lawrence Stroll, enfatizou a importância da cooperação estendida com as ‘Flechas de Prata’.

“Este é um momento de transformação para a Aston Martin. É o resultado de seis meses de enorme esforço para posicionar a empresa para o sucesso, a fim de capturar a enorme e estimulante oportunidade que temos pela frente. Estou extremamente satisfeito com o progresso até o momento e com o fato de estarmos à frente do planejado no tempo, apesar de operar nestes tempos mais desafiadores”, afirmou o canadense, pai do piloto Lance Stroll.

“Agora, damos outro grande passo à medida que nossa parceria de longo prazo com a Mercedes-Benz AG passa para outro nível, com ela tornando-se uma das maiores acionistas da empresa. Por meio desse novo acordo expandido, garantimos acesso a tecnologias de classe mundial para apoiar nossos planos de expansão de produtos de longo prazo, incluindo motorizações elétricas e híbridas, então esta parceria reforça nossa confiança no futuro.”

Wolf-Dieter Kurz, chefe de estratégia de produtos da Mercedes-Benz Cars, explicou o fornecimento de tecnologia: “Já temos uma parceria de tecnologia de sucesso com a Aston Martin que beneficiou ambas as empresas. Com esta nova parceria, seremos capazes de fornecer à Aston Martin acesso a novas tecnologias de powertrain, software de ponta e componentes, incluindo sistemas de acionamento elétrico e híbrido de próxima geração.”

“O acesso a essa tecnologia e a esses componentes será fornecido em troca de novas ações da Aston Martin. O regime de fornecimento dessas novas tecnologias será feito em condições comerciais. Esperamos continuar a trabalhar em conjunto com a Aston Martin e desejamos à empresa todo o sucesso em seu próximo estágio de crescimento”, completou o dirigente da Mercedes.

Norris IRONIZA e DIMINUI recorde de Hamilton, mas volta atrás e pede DESCULPAS; entenda a polêmica

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

 

.

ANÁLISE: Por que não faz sentido dizer que a Ferrari está atrapalhando Vettel

Artigo anterior

ANÁLISE: Por que não faz sentido dizer que a Ferrari está atrapalhando Vettel

Próximo artigo

Podcast #073 – É bom negócio ser companheiro de Max Verstappen na Red Bull?

Podcast #073 – É bom negócio ser companheiro de Max Verstappen na Red Bull?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1 , Automotivo
Autor Adam Cooper