Vencedora do Oscar de Melhor Atriz, Michelle Yeoh tem forte ligação com mundo do automobilismo por conta de Jean Todt

Presença do ex-presidente da FIA, Jean Todt, na premiação chamou a atenção de fãs de esporte a motor

Jean Todt, Michelle Yeoh

A 95ª edição do Oscar, a maior premiação do cinema mundial, realizada no último domingo (12), consagrou "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo" como o maior filme de 2022. Indicado a 11 categorias, o longa levou a melhor em sete delas, incluindo o de Melhor Atriz para Michelle Yeoh, um nome muito conhecido dentro do mundo do esporte a motor.

"Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo", lançado em março do ano passado, conta a história de Evelyn Quan Wang, uma imigrante sino-americana que, enquanto é auditada pela Receita Federal, descobre que precisa se conectar a vários universos paralelos e versões de si própria para evitar que um ser poderoso destrua o multiverso.

Leia também:

O longa foi amplamente elogiado pela crítica desde a sua estreia, com a performance de Yeoh sendo bastante aclamada.

Dirigido pelos Daniels (Daniel Kwan e Daniel Scheinert), "Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo" virou um dos 'queridinhos' da crítica e da temporada de premiações. No Oscar deste ano, foi a produção com mais indicações (11) e estatuetas (7), incluindo Melhor Filme, Melhor Atriz para Yeoh e Melhor Atriz Coadjuvante, para Jamie Lee Curtis.

Durante a cerimônia do último domingo, muitos fãs do esporte a motor ficaram surpresos ao verem o ex-presidente da Federação Internacional de Automobilismo e ex-chefe da Ferrari na Fórmula 1, Jean Todt, ao lado de Yeoh.

Mas Todt e Yeoh possuem uma história de longa data. Os dois se conheceram durante a primeira edição do GP da China de F1, em 2004, enquanto Todt ainda estava à frente da Ferrari. Eles começaram a namorar no mesmo ano e seguem juntos até hoje.

Ao longo dos anos, Yeoh sempre foi uma figura presente no mundo do esporte a motor, especialmente no período em que Todt esteve à frente da FIA. Em seu Instagram, a atriz possui diversas publicações em autódromos ao redor do mundo e com nomes importantes do automobilismo, como o brasileiro Felipe Massa, que correu na Ferrari na época de Todt.

 
 

 

 

Em suas redes sociais, o ex-presidente da FIA publicou uma foto com Yeoh parabenizando-a pela vitória: "Um momento de pura graça e imensa felicidade! Que jornada! Tenho muito orgulho de Michelle, recebeu o Oscar de Melhor Atriz por 'Tudo em Todo Lugar ao mesmo Tempo'!".

 

Rico Penteado revela como Flavio Briatore 'acabou com a brincadeira' na Renault F1

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #220 - Fernando Alonso pode ser a 'salvação' da F1 em 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 aprova férias obrigatórias para funcionários das equipes em dezembro
Próximo artigo F1: Marko explica diferença entre domínio da Red Bull e Mercedes

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil